LXVII. A arte do improviso!

Todo relacionamento precisa de um pouco de criatividade e muito bom humor para dar certo. Nessas horas, vale até dar aquela bela improvisada para resolver algum probleminha aqui, outro ali até tudo se ajeitar!

Em uma postagem sobre MATRIMÔNIO eu havia dito que na casa do Meu Amado falta muita coisa para ficar do jeito que a gente gostaria, afinal ele se mudou de um apartamento médio para uma casa grande e tudo o que estava no apê é o que a gente  usa na casa até hoje, como por exemplo o único sofá de três lugares que existe, a velha TV de tubo (que ainda funciona bem, mas não sabemos até quando), uma bicama que agora está encostada (entulhada) ao lado da escada… Entre outras coisas!

Salinha Arrumada 2012A cozinha já veio planejada pelo antigo morador. Ainda bem, senão só teríamos uma mesinha, um fogão, um armário pequeno e uma geladeira para contar história! A mesinha está no canto da sala que seria de jantar, assim como o armário, que virou um porta-treco e cacareco!

Ah! Ainda bem que o fogão e a geladeira que estavam no apê foram descartados antes de irem para a casa, pois o fogão não caberia no espaço do móvel planejado e a geladeira estava mais parecendo uma caixa de isopor furada de tão velha, tadinha! Sorte que a sogrinha providenciou tudo novo para seu filhote amado!

E o quarto? Bom… Como não havia guarda-roupa, sogrinha acabou comprando um bem grandão. A cama, a gente ficou um bom tempo usando a que estava no apê, até o Thierry comprar uma (que ele viu na Internet, rs) e colocar a velha no quartinho das visitas.

Tudo foi se ajeitando aos poucos e lentamente. A sogrinha foi trazendo mais cadeiras para a casa (pois lá no apê só eram duas ou três); Meu Amado comprou umas plantinhas; eu fui tentando limpar e organizar tudo, ora mudando os móveis de um lado, ora do outro… Até que deu para ir arrumando…

Mas uma coisa que ainda estava faltando na casa era uma mesa de jantar.

Almoço_Niver_MamãeA gente sempre comia no balcão da cozinha ou nas mesinhas de plástico da área de lazer (uma já estava aqui, que o antigo morador abandonou com cadeiras e tudo, a outra, foi a sogrinha quem trouxe, rs).

Porém, teve um dia em que minha irmã quis passar um fim de semana conosco e, na hora do jantar, inventamos de comer assistindo a algum filme na TV da sala.

Ela não tem frescura com nada, tanto que ela comeria com o prato no colo de boa, mas como eu havia passado roupas na sala e a tábua de passar ainda estava por ali, o que nós fizemos?

Improvisamos uma mesinha:

DSC03906

Bom, para três pessoas rola, mesmo sendo um tanto… instável!

Só sei que no dia em que o Thierry inventou de fazer aquela enorme PREJEREBA QUE NÃO COUBE NA FORMA, a ideia era convidar uma galera para saborear o peixão… Mas onde o pessoal iria comer? Nas mesinhas de plástico? No balcão da cozinha? No colo? Na tábua de passar???

Prejereba, batata sauté e salada com carambola

Foi aí que o ilustre pescador e também marceneiro Bom Marido resolveu reaproveitar o material que ele estava usando para fazer os móveis do seu escritório e fez uma belíssima mesa para oito pessoas!

Mesa para 8, by Thierry

Plim! Fez tudo em um só dia!

(Ainda bem que já tínhamos as cadeiras!)

Almoço especial

Mesmo assim não coube todo mundo (estávamos em doze naquele dia), porém tivemos o auxílio da velha mesinha que veio lá do apê, há mais de 3 anos… rsrs

Até que foi bem útil!

Almoço na casa de Mon Amour

E assim, todos comeram felizes para sempre!

Almoço na casa do Thierry

😉

____

O bom da vida é justamente isso: saber aproveitar cada momento sem fazer um grande drama por cada coisa que falta. Vai lá e dá um jeito, oras! Reaproveite, crie, transforme, reforme, invente, economize para comprar o que você quer, compre, pinte, decore, faça. Não fique parado reclamando. Mexa-se e use a sua criatividade para deixar o seu dia a dia mais feliz!

____

LXVI. Dando mais um passo juntos!

????Oba! Hoje temos novidade no pedaço!

Quem nos acompanha nas redes sociais sabe da boa notícia, mas quem só passa por aqui de vez em quando ou sempre cai de paraquedas quando está buscando algo referente a “amor”, “relacionamentos”, “casamento”, “como ser um bom marido”, “como ser um bom esposo”, “receitas” e termos semelhantes no Google, ainda não sabe que ontem, 16 de Fevereiro de 2014, Thierry e eu nos tornamos NOIVOS!

Mas aí vocês me perguntam… “Mas por quê ‘Bom Marido’ se ainda nem são casados?”

E de fato precisa? Na verdade não. O que importa é o que sentimos um pelo outro: o amor, o carinho, o respeito e o tratamento adequado.

Bom Marido é o que o Thierry é e sempre será, independente de estarmos oficialmente casados ou não.

Alianças_Elaine&ThierryMas há alguns meses, estivemos pensando em noivar, afinal completamos 3 anos de relacionamento sério e sentimos que era hora de usarmos alianças, não para enfeitarmos nossos dedos, mas para reafirmarmos nosso amor com a intenção de darmos mais um passo formal em nossas vidas.

No próprio livro “Como ser um Bom Marido” eu digo que nunca me sentiria confortável em “juntar os trapos”, “juntar as escovas de dente” e viver o resto da vida assim (éca!) “amasiado”.

Mas há quem faça isso de boa, ou por não ter dinheiro para realizar um matrimônio, ou por medo de tudo mudar (para pior) quando o estado civil também mudar. Ou também por problemas de nomes, bens e situações judiciais; ou então porque a pessoa simplesmente não quer saber de casamento e pronto. Se está tão bom assim, para que mudar, não é verdade?

Cada um sabe da sua vida, dos seus interesses e das suas preferências.

Churras em família

E Meu Amado e eu preferimos escolher belas alianças e fazer uma surpresa para nossa família em um trivial almoço (churrasco) de domingo.

Minha mãe até fez um delicioso bolo de cenoura com chocolate sem saber que a ocasião era especial! hehe

Bolo de cenoura com cobertura de chocolate

licor Mozart GoldE foi mesmo uma bela surpresa quando, já à noite e acompanhado de um licor de chocolate (Mozart Gold), o Meu Amado resolveu tomar coragem e mostrar a todos o saquinho com as alianças que estiveram o dia todo guardadas em seu bolso.

Não é segredo que o Bom Marido é um sujeito bem tímido para essas coisas. Mas eis que, na base do “Agora ou Nunca” ele, com seu jeitinho todo tímido e hesitante em pronunciar algo de tamanha grandeza, anunciou este importante evento em nossas vidas!

Brindando com MozartViva!

Emocionante!

Por essa ninguém esperava!

Mas ainda bem que todos ficaram bem felizes com a notícia!

😉

Então, o Bom Marido e eu agora somos NOIVOS e muito felizes por sinal!

____

Muito obrigada a todos os que acompanham essa trajetória, em especial nossos parentes e amigos que torcem verdadeiramente pela nossa felicidade!

Espero que tenham gostado da novidade!

E quem quiser ajudar este casal a dar mais um passo adiante nesta linda história, por favor, adquiram o livro feito em homenagem a todos os Bons Maridos e Boas Esposas do mundo:

ComoserumBomMarido_capa2

____

Querem saber como adquirir um exemplar AUTOGRAFADO? Então comprem o livro através dos links:

Site TodaOferta

Site do Thierry Durieux

Ou entrem em contato através do email: elaine_thrash@hotmail.com que eu passo mais informações sobre como adquirir o livro AUTOGRAFADO de forma rápida, prática e segura.

____

Outros sites que também vendem o livro, porém sem ser autografado:

Site da Livraria Cultura

Site da Livraria Asabeça

Site Shopping Uol

____

😉

LXV. 14 de Fevereiro é dia de…

(  ) … ir ao salão de beleza?
(  ) … comer pizza?
(x) … São Valentim?
(  ) … quem é São Valentim?

ComoserumBomMarido_capa2Em muitos países o Dia dos Namorados é comemorado em 14 de fevereiro, data que marca o início do acasalamento dos pássaros (hmmm, que sugestivo!) e também a morte de São Valentim – santo reconhecido pela Igreja Católica, cuja história eu já contei aqui no blog e também no livro “Como ser um Bom Marido”, hehe!

Estamos acostumados a comemorar o Dia dos Namorados em 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio, o famoso santo casamenteiro! Mas nunca é demais ter uma ocasião extra para escrever um bilhete, um cartão ou até mesmo fazer um mimo para a pessoa amada.

O ideal seria fazer esses mimos sem a preocupação com datas, mas sim pensando no verdadeiro amor que sentimos pelo outro.

www.almamistica.com.brEssa semana postei no meu mural do Facebook a seguinte postagem:

“Bom dia para você que recebe o café da manhã na cama quase todo dia!
😉
‪#‎love‬

Nos comentários algumas pessoas reclamaram que há tempos não recebiam esse tipo de mimo e eu sugeri que essas pessoas tomassem a iniciativa de levar o café da manhã na cama para a pessoa amada.

É um gesto que qualquer um pode fazer. Não precisa ser quase todo dia, como acontece comigo, mas de vez em quando é bacana acordar um pouco mais cedo e preparar alguma coisinha e colocar na bandeja.

E também não precisa ser AQUEEEELE café da manhã. O básico já serve. O que conta mesmo é o carinho, a atitude e a preocupação com a pessoa amada.

Café da manhã na cama

Com toda certeza esse tipo de coisa desencadeia a vontade do outro em fazer algo assim também. Mas a ideia não é fazer esperando o mesmo em troca. O bom é fazer por amor, de livre e espontânea vontade, cultivando mais ainda o carinho um pelo outro.

Pegaram a dica? hehe

Dia dos Namorados 2013 - tomando vinhoEntão, Feliz Dia de São Valentim a todos!

😉

____

Joyeuse Fête des Amoureux, Mon Amour!

Joyeuse Saint-Valentin!!!

Je t’aime beaucoup!!!

____

LXIV. Fazendo as coisas juntos – a quatro mãos e dois corações

Em tópicos anteriores falei muito a respeito do valor que deve ser dado ao trabalho da pessoa amada. Isso também deve ocorrer quando os dois resolvem fazer alguma coisa juntos.

Como é o caso daquele casal que, cansado de bater cartão e obedecer patrão, resolve abrir o próprio negócio e ser feliz para sempre… Ou então, trabalhar para sempre!

Se um não der suporte para o outro, o casamento vai para o beleléu em dois tempos. Uma que, trabalhar para/com parentes/cônjuges exige uma boa dose de paciência e muita estrutura psicológica e administrativa para que tudo dê certo, sem desgastes, brigas ou tentativas de uma pessoa passar a perna na outra…

E outra: é preciso saber lidar com situações pessoais e situações de trabalho sem que as primeiras interfiram nas segundas. Não adianta tentar separar. A vida de cada indivíduo é uma só, no entanto as responsabilidades são várias e devem ser administradas cada uma em seu devido momento.

A pessoa deve ser parceira do seu cônjuge e não adversária. Um deve cobrir o outro, ajudar, dar suporte, instruir, elogiar, saber cobrar e aceitar ser cobrado. O relacionamento deve ser sempre uma boa parceria.

____

Não muito longe deste universo, o Bom Marido e eu costumamos fazer várias coisas juntos. Não temos uma empresa ou um negócio, mas uma coisa que sempre acontece conosco é um precisar da ajuda e dos conhecimentos do outro em determinado trabalho.

::: Exemplos:

ComoserumBomMarido_PagSeguro

1) Inventei de fazer um livro (que vocês estão carecas de saber) sobre este blog, cujo título, vocês bem sabem, é: “Como ser um Bom Marido – Porque toda mulher tem o Príncipe Encantado (ou o Sapo) que merece!”.

E a grande maioria sabe que o criador da imagem de capa foi o próprio Bom Marido, bem como alguns detalhes de cor, diagramação, fonte e tudo mais que ele fez questão e teve todo o direito de opinar. Ou seja, eu precisei dos serviços de design e arte em 3D dele para que o meu livro (meu trabalho) ficasse perfeito. Fiz minha parte (o livro) e ele deu o toque dele (a arte).

O livro está à venda em diversos sites, inclusive o do próprio Bom Marido, que deu um charme especial ao anúncio:

th.art.br/_produtos/comoserumbommarido

____

2) Meu Amado desenvolveu um curso de Redesenho para Corte a Laser e fez um vídeo super bacana para divulgar esse curso. Além da revisão e da readequação do texto, o Bom Marido precisou que eu fizesse a narração do vídeo também. Fiquei muito empolgada com a ideia e gravei o áudio com o maior prazer!

O vídeo ficou lindo! O Bom Marido caprichou em todos os detalhes, vejam:

Sem dúvida essa divulgação deu um upzinho nas vendas do curso, mas sempre é bom continuar alastrando por aí para que o Meu Amado possa vender muito mais e assim teremos dindim para finalmente oficializarmos nosso matrimônio conforme manda o figurino!!! rsrs.

Brincadeiras à parte, é muito gratificante ver um trabalho tão bem feito dando super certo e saber que tem um dedinho meu nisso tudo!

____

3) E para finalizar, um exemplo bem prático e útil que pode ilustrar diversas situações do cotidiano de um casal: UM BOLO!

Bolo_ElaineThierry Todos sabem que eu sou uma negação no fogão, mas eu tenho uma relação bacana com o forno. Pois bem, toda vez que a gente inventa de fazer um bolo ou uma torta, eu me encarrego de fazer a massa, enquanto Mon Amour se ocupa com o recheio e/ou a cobertura.

Este é o exemplo que mais se enquadra em um trabalho em equipe. Ou trabalho em dupla. Ou trabalho a quatro mãos, como eu costumo dizer!

Ou seja, se eu fizer uma massa muito pesada, não misturar direito ou esquecer algum ingrediente, o bolo inteiro vai pro saco. E se o Bom Marido deixar a cobertura queimar ou empelotar no fogo, também se tornará inútil para concluirmos o bolo.

Percebem?

Tudo deve ser feito a quatro mãos e dois corações.

Um sempre irá depender (moderada e positivamente) do outro e é assim que as coisas funcionam em um relacionamento.

É assim que as coisas funcionam na vida.

____

Espero que tenham gostado!

😉

Bolo_Lucky
– Vejam só! Até eu ganhei um bolo feito pela mamãe e pelo papai! *.*

Livro Como ser um Bom Marido – Anúncio no site TodaOferta

CapaLivro2K

Confiram mais uma opção de como comprar o livro “Como ser um Bom Marido”:

::: Anúncio no TodaOferta: Como ser um Bom Marido – dicas, relacionamentos e humor :::

Aproveitem essa novidade e comprem com facilidade e segurança!

Divulguem para os amigos, por favor!

ComoserumBomMarido_capa2

2013_12_07_LançamentoBM4

2013_12_07_LançamentoBM7

“Um livro alegre e divertido com dicas sobre como um relacionamento pode dar certo nos dias atuais. Sem dúvida, uma leitura leve e agradável não só para os maridos, mas também para as esposas, afinal não existe um Bom Marido sem uma Boa Esposa e vice-versa!

Além das dicas, o livro contém ilustrações do cartunista Marcio Baraldi e a arte da capa é obra do muso inspirador da autora, o Bom Marido e artista 3D: Thierry Durieux.

Adquira um exemplar autografado e presenteie quem você quiser!

::: Anúncio no TodaOferta: Como ser um Bom Marido – dicas, relacionamentos e humor :::

 

____

😉