LXXIV. Jantar-teste delicioso e aprovado!

No dia 07 de junho de 2014 o livro “Como ser um Bom Marido” completou 6 meses de vida.

Com lançamento realizado em 07 de dezembro de 2013 no Espaço Piccolo, em São Paulo, o livro atraiu a atenção de amigos, parentes e apoiadores que fizeram questão de adquirir seus exemplares.

E alguns apoiadores do projeto no Catarse optaram pela recompensa “Jantar feito pelo Bom Marido”.

Jantar-teste feito pelo Bom MaridoDesde que o livro foi lançado, não foi possível agendar o jantar com todos os apoiadores por diversos motivos, entre eles: a casa do Bom Marido estava abarrotada de madeiras, latas de verniz e outros materiais que ele estava usando para reformar seu próprio escritório.

Fora isso, a Boa Esposa que vos escreve, graças a Deus teve que trabalhar  praticamente todos os finais de semana dos últimos meses (salvo alguns dias cujos trabalhos foram cancelados/ adiados de última hora).

E justamente no sábado do dia 07 de junho de 2014 um trabalho foi adiado, mas me avisaram com uma ligeira antecedência, então resolvemos fazer um Jantar-teste com 3 apoiadores para lá de especiais que serviram de cobaia para esse dia: meus pais e minha irmã!

Há tempos minha irmã estava com vontade de experimentar as famosas batatas assadas do Thierry, mas servir só as batatas não valeria todo o apoio que eles deram ao projeto do livro, então resolvemos servir as batatas e também um belíssimo e caprichado Strogonoff de Frango. Especialidade do “chef”!

E com variações de acompanhamentos!

Além da clássica e indispensável Batata Palha Temperada Yoki, tivemos também um delicioso arroz integral e mais um acompanhamento que caiu muito bem: nosso amado Doritos!!!

Vejam como ficaram as combinações:

Batata Assada à lá ThierryBatata assada à lá Thierry. Simples: batatas, molho de requeijão com pimenta e cebolinha, batata palha e Doritos!!!

Strogoritos!Strogoritos!!! Strogonoff de frango, arroz integral e Doritos!!! (esse foi um dos pratos que minha irmã devorou!)

BatatoffBatatoff!!! Batata assada, molhinho de requeijão, strogonoff de frango, batata palha e Doritos! (Mais uma combinação devorada por minha irmã!)

Gato folgado e gulosoAté o Lucky quis participar do jantar e ganhou umas gotinhas de strogonoff que ele lambeu no dedo de sua linda vovó, ou seja, minha amada Mamãe! *.*

Jantar-teste na casa do Bom MaridoE assim todos jantaram felizes para sempre! ^^

Ah, mas peraí! Teve sobremesa especial também! Os convidados puderam experimentar o primeiríssimo bolo de chocolate que o Bom Marido fez exclusivamente para mim, pois dia 04 de junho foi meu aniversário!

Vejam:

Hora da sobremesa! Bolo!Sobremesa: bolo de chocolateHora do bolo!O bolo de chocolate do Meu Amado leva recheio e cobertura com gostinho e textura de Danete ou Chandelle (como preferirem!) Hummmm!

E este foi o jantar-teste que fizemos especialmente para os apoiadores do projeto do livro Como ser um Bom Marido no Catarse!

Lilika e NaniPapai, Mamãe e Filhote!Espero que tenham ficado com água na boca!

😉

Anúncios

LXXIII. Feliz dia dos… Ué, não era hoje?

É impossível não comentar que a Copa do Mundo tirou o foco do Dia dos Namorados.

balõesbrasilTudo está exageradamente vestido de verde e amarelo. E o tal vermelho, típica cor da paixão que sempre vemos nas rosas, nos cartões e nos desenhos de corações ficou por conta da rival Croácia, cuja camiseta lembra uma típica toalha de piquenique!

toalhapiqueniqueAh, piquenique! Um bom motivo para namorar, curtir a pessoa amada, comer uns quitutezinhos em um lindo lugar sossegado! Mas com tantos fogos, buzinas e vuvuzelas ao redor, fica difícil ter um momento de paz neste 12 de junho.

Teve gente que tentou comemorar ontem, mas 11 de junho? Que sem graça… Mas está valendo, né? O importante é comemorar!

Teve gente que fez piadinhas dizendo que este Dia dos Namorados está do jeito que os homens gostam: churrasco, cerveja e futebol!

cerveja_churrasco_futebolE a mulherada? Vibra junto também, uai! (Ou sozinha, vai saber…)

santo-antonio-casamenteiroMas já que o dia 12 de junho foi tomado pela abertura da Copa do Mundo, o ideal seria transferir a comemoração para o dia 13, que é dia de Santo Antônio – conhecido como o santo casamenteiro. Mas peraí… Ele é santo casamenteiro e não santo “namoradeiro”. Ah, mas tudo bem… Uma coisa leva à outra, não?

Se bem que esse 13 de junho cai bem numa sexta-feira. Sexta-feira Treze. Xiii… Melhor não, hein? Vai que acontece alguma zica por conta dessas superstições que o povo acredita?

Sai pra lá!

coraçõesfofinhosMas já que não tem jeito e hoje muitos corações estão pintados de verde e amarelo, vamos comemorar o Dia dos Namorados antes, durante, depois e sempre, afinal não é preciso uma singela data para celebrar o amor. Vamos celebrá-lo todos os dias, seja de vermelho, seja de verde e amarelo, seja incolor, puramente o amor.

gifcoração

E um Feliz Dia dos Namorados a todos!

E que o Brasil vença a Croácia, ora essa.

LXXII. Cuidando direitinho

Thierry e Elaine fazendo graçaDevo confessar que tenho andado bem chata, irritada e impaciente esses dias. Qualquer coisinha fora do lugar já me deixava uma pilha de nervos. Muitos problemas, muitas coisas para resolver, a saúde bem abalada…

Minha irritação, internamente, era também uma reação à indiferença das pessoas ao redor. Era como se, no fundo, eu achasse que todo mundo devesse estar a par dos meus problemas e se comover com isso.

Mas não é bem assim. Uma coisa que aprendi bastante com relacionamentos anteriores e, principalmente, com o atual foi que cada um deve estar sempre prestando atenção, não somente ao outro, mas também em si mesmo. Se autoavaliar, se colocar no lugar do próximo, refletir e perceber até que ponto nossas ações e reações estão chateando as pessoas que amamos.

Sorte que tenho o mais paciente dos noivos, mas acredito que, até ele tem saído dos eixos por causa dessa péssima fase pela qual estou passando.

E não se trata de TPM! Desta vez o que me tirou do sério foi ter extraído um siso pra lá de complicado e ter pego um baita resfriado, tudo ao mesmo tempo… E com isso, muitas coisas que eu havia planejado fazer esses dias tiveram que ser descartadas, pois minha recuperação pós cirúrgica foi pior do que eu havia imaginado.

Me lasquei bonito, pois não tive como ir a um super evento literário onde eu poderia ter vendido uma quantidade bacana de livros; paguei antecipadamente por um workshop de TV e Cinema master caro (esse eu tive que ir, pois o acesso era mais fácil), mas não aproveitei 100% do mesmo, tanto pelas dores quanto pela dificuldade de falar e atuar nas cenas propostas… Pelo menos o diretor do workshop e uma das alunas compraram meus livros!

E o pior de tudo: perdi vários trabalhos por causa disso. Tudo bem que uns foram cancelados, outros foram adiados, mas eu acabei impossibilitada de correr atrás de outros, às pressas, para substituir essas perdas.

(Vida de freelancer é assim: corre atrás aqui, corre atrás ali… Se mata, se desdobra, não vive, não come, não dorme e não pode nem pensar em ficar doente…)

E todo esse estresse gerado pelos meus problemas acabou afetando onde não deveria: meu relacionamento.

Tudo bem que, não são apenas nas horas boas que as pessoas devem ficar próximas. Mas eu não gosto de chatear Meu Amado com meus problemas, pois ele acaba absorvendo demais e se entristecendo muito também. Isso sem falar que eu fico nervosa com tudo dando errado e acabo descontando em quem está perto.

Mas como eu já citei várias vezes, tenho sorte de ter um cara tão bacana, carinhoso e compreensivo ao meu lado.

Preocupado com minha saúde e as minhas atuais necessidades, especialmente por causa da alimentação, ele faz tudo pensando em mim: purê de batata com espinafre, frango cremoso desfiado, miojinho, sopinha, etc…

Fora isso ele fica de olho para ver se tomei os remédios e está sempre me trazendo um cházinho, um café, um copo com água! Um verdadeiro cavalheiro e de quebra um ótimo enfermeiro também! hehe

Só mesmo o amor para suportar um rosto inchado, olheiras, tosse carregada, nariz escorrendo, várias assoadas de nariz bem sonoras e nojentas, fora os trajes de mendiga que sempre uso quando estou doente: moletom, blusas de lã, roupão, touca e pantufinhas macias. Cada coisa de uma cor mais bizarra e sem graça que a outra! Um luxo! rs

Mas é isso aí… O amor suporta tudo, mas não é por isso que iremos sobrecarregá-lo com problemas e pendências que precisam ser resolvidas. É só prestar atenção para não transformar o coração em um cesto de roupa suja que só vai aumentando, aumentando até explodir e alguém finalmente resolver lavar.

E hoje é meu aniversário. Ainda estou toda dolorida por causa do siso e ainda estou tentando me recuperar de um resfriado porreta, mas estou feliz e agradecida pelo grande presente que é ter um Príncipe Encantado cuidando de mim com tanto carinho!

Espero que muitos outros namorados, noivos, maridos e afins façam o mesmo por suas amadas!

#ficaadica