CVI. E lá vem o “Valentine’s Day” outra vez…

Seria curioso comemorar o Dia dos Namorados em fevereiro, pertinho do Carnaval, ou como o próprio nome sugere: festa da carne!

IMG_8615Já temos nosso Dia dos Namorados em junho, numa época de friozinho gostoso e namoro embaixo das cobertas!  Por isso os brazucas nem dão muita bola para o tal do Valentine’s Day (Dia de São Valentim), comemorado em 14 de fevereiro.

Namoro é coisa fofa, compromisso, responsabilidade, cuidar de alguém, se importar com alguém, amar, ser amado, mimar e ser mimado.

Gostar das mesmas coisas, mas nem sempre. Olhar na mesma direção, mas nem sempre. É conhecer, descobrir, entender e respeitar.

Não é só beijo na boca e sexo. É amor e carinho. É fazer uma comidinha gostosa para a pessoa amada, ligar para saber se a pessoa está bem, ou mandar um WhatsApp também, por que não?

pipocasÉ andar de mãos dadas, assistir a um filme com pipocas em casa, naqueles dias em que o tempo está feio demais para sair, ou a grana está curta demais para gastar com cinema.

Namorar é gostoso e faz bem. Quando duas pessoas estão em sintonia e gostam de estar perto uma da outra, é natural que queiram firmar um compromisso sério.

E não precisa de data especial para provar o amor que sentem. Todo dia é dia de demonstrar carinho, mas sem a obrigação de fazê-lo. A pessoa estando feliz é o que basta.

Namoro é isso: é querer ver o outro feliz. Se possível, causar e/ou participar dessa felicidade.

29/12/2013 - 3 anos de Namoro - Thierry e ElaineAlguns desentendimentos rolam no meio do caminho? Sim, claro. Não existe relacionamento perfeito, casal perfeito, par perfeito. Tudo é descoberta, entendimento e aceitação. E aprendizado. Muito aprendizado!

Namorar é como fazer um cursinho pré-vestibular para a Universidade do Amor. Amor. Universo. Amar. Um só verso. No diverso.

Sejamos todos universalmente felizes no Amor!

____

Obrigada pela visita e até à próxima!

😉

____

Dica de presente para o “Valentine’s Day”:

Fundo_blog

Happy Valentine’s Day!

Anúncios

LXXII. Cuidando direitinho

Thierry e Elaine fazendo graçaDevo confessar que tenho andado bem chata, irritada e impaciente esses dias. Qualquer coisinha fora do lugar já me deixava uma pilha de nervos. Muitos problemas, muitas coisas para resolver, a saúde bem abalada…

Minha irritação, internamente, era também uma reação à indiferença das pessoas ao redor. Era como se, no fundo, eu achasse que todo mundo devesse estar a par dos meus problemas e se comover com isso.

Mas não é bem assim. Uma coisa que aprendi bastante com relacionamentos anteriores e, principalmente, com o atual foi que cada um deve estar sempre prestando atenção, não somente ao outro, mas também em si mesmo. Se autoavaliar, se colocar no lugar do próximo, refletir e perceber até que ponto nossas ações e reações estão chateando as pessoas que amamos.

Sorte que tenho o mais paciente dos noivos, mas acredito que, até ele tem saído dos eixos por causa dessa péssima fase pela qual estou passando.

E não se trata de TPM! Desta vez o que me tirou do sério foi ter extraído um siso pra lá de complicado e ter pego um baita resfriado, tudo ao mesmo tempo… E com isso, muitas coisas que eu havia planejado fazer esses dias tiveram que ser descartadas, pois minha recuperação pós cirúrgica foi pior do que eu havia imaginado.

Me lasquei bonito, pois não tive como ir a um super evento literário onde eu poderia ter vendido uma quantidade bacana de livros; paguei antecipadamente por um workshop de TV e Cinema master caro (esse eu tive que ir, pois o acesso era mais fácil), mas não aproveitei 100% do mesmo, tanto pelas dores quanto pela dificuldade de falar e atuar nas cenas propostas… Pelo menos o diretor do workshop e uma das alunas compraram meus livros!

E o pior de tudo: perdi vários trabalhos por causa disso. Tudo bem que uns foram cancelados, outros foram adiados, mas eu acabei impossibilitada de correr atrás de outros, às pressas, para substituir essas perdas.

(Vida de freelancer é assim: corre atrás aqui, corre atrás ali… Se mata, se desdobra, não vive, não come, não dorme e não pode nem pensar em ficar doente…)

E todo esse estresse gerado pelos meus problemas acabou afetando onde não deveria: meu relacionamento.

Tudo bem que, não são apenas nas horas boas que as pessoas devem ficar próximas. Mas eu não gosto de chatear Meu Amado com meus problemas, pois ele acaba absorvendo demais e se entristecendo muito também. Isso sem falar que eu fico nervosa com tudo dando errado e acabo descontando em quem está perto.

Mas como eu já citei várias vezes, tenho sorte de ter um cara tão bacana, carinhoso e compreensivo ao meu lado.

Preocupado com minha saúde e as minhas atuais necessidades, especialmente por causa da alimentação, ele faz tudo pensando em mim: purê de batata com espinafre, frango cremoso desfiado, miojinho, sopinha, etc…

Fora isso ele fica de olho para ver se tomei os remédios e está sempre me trazendo um cházinho, um café, um copo com água! Um verdadeiro cavalheiro e de quebra um ótimo enfermeiro também! hehe

Só mesmo o amor para suportar um rosto inchado, olheiras, tosse carregada, nariz escorrendo, várias assoadas de nariz bem sonoras e nojentas, fora os trajes de mendiga que sempre uso quando estou doente: moletom, blusas de lã, roupão, touca e pantufinhas macias. Cada coisa de uma cor mais bizarra e sem graça que a outra! Um luxo! rs

Mas é isso aí… O amor suporta tudo, mas não é por isso que iremos sobrecarregá-lo com problemas e pendências que precisam ser resolvidas. É só prestar atenção para não transformar o coração em um cesto de roupa suja que só vai aumentando, aumentando até explodir e alguém finalmente resolver lavar.

E hoje é meu aniversário. Ainda estou toda dolorida por causa do siso e ainda estou tentando me recuperar de um resfriado porreta, mas estou feliz e agradecida pelo grande presente que é ter um Príncipe Encantado cuidando de mim com tanto carinho!

Espero que muitos outros namorados, noivos, maridos e afins façam o mesmo por suas amadas!

#ficaadica

Família!!!

É muito bom quando podemos contar com pessoas que nos amam incondicionalmente. Às vezes eu penso que, se algumas pessoas não fossem da família, elas jamais conheceriam nosso trabalho, nosso esforço, nossa luta e cada passo que nós damos para seguir em frente.

Já imaginou aquele primo que cresceu com você, mas não tem nada a ver com você, não gosta das mesmas coisas que você, não ouve as mesmas músicas que você, mas ele te adora só porque vocês são primos?

Imagine se vocês não fossem parentes. Talvez vocês jamais tivessem a chance de se conhecer, de apoiar os projetos um do outro e de frequentar as mesmas reuniões de família, os almoços de domingo e os aniversários.

É através dessa mistura de pessoas diferentes, com gostos, religiões e personalidades distintos que é formada uma família que se entende e se respeita.

Tenho o privilégio de ter duas famílias enormes, divertidas e barulhentas, tanto por parte de mãe como por parte de pai. Infelizmente eu não vejo os parentes maternos com frequência, pois a esmagadora maioria mora lá na Bahia. Praticamente cresci grudada na família do meu pai. Todos os finais de semana eram recheados de passeios, viagens e visitas aos parentes daqui de São Paulo.

O engraçado é que eu sou diferente dos meus parentes em vários aspectos, mas eu amo todos eles de forma que nem eu mesma entendo!

O que nós temos em comum é a alegria de viver, a vontade de fazer as coisas darem certo e a união que faz sempre com que estejamos dispostos a ajudar uns aos outros.

O que me levou a escrever sobre isso foi a repercussão que o projeto do livro “Como ser um Bom Marido” teve tanto aqui em São Paulo, quanto lá na Bahia. Muitos parentes quiseram apoiar. Alguns não puderam, outros não conseguiram, mas eu preciso agradecer aos que fizeram de tudo para participar desse momento tão importante em minha carreira: o lançamento do meu segundo livro!

E é por isso que eu resolvi separar aqui, uma lista só com os nomes dos parentes que apoiaram meu projeto lá no Catarse.

Portanto, em ordem alfabética, muito obrigada:

Anita_eu_Joseph– Anita Genyn (sogrinha amada!)

– Beth Caires (querida prima de segundo grau, por parte de mãe)

– Cleyde Caires (prima linda que mora lá na Bahia e no meu coração!)

– Daphine Barbosa (prima querida de segundo grau, por parte de pai, criada como se fosse de primeiro!)

– Deise Rodrigues (mais uma prima amada que mora lá na Bahia e no meu coração!)

– Edna Rodrigues (prima que eu amo muito, mas que agora está morando longe, no Sul!)

– Eliane Lilika (a primeiríssima em tudo na minha vida! Minha inspiração, minha protetora, minha “irmãe”!)

Lilika, Fê e Nani - só alegria!– Fernanda Avanzi (minha quase irmã gêmea! A gente vivia grudada, só aprontando e deixando nossas mães de cabelo em pé! Amo essa prima que faz questão de estar presente em todos os momentos importantes da minha vida!!!)

– Gil Caires (um primão que conheci há muitos anos lá na Bahia e que, mesmo com a distância, ele faz questão de acompanhar e apoiar o meu trabalho!)

– Joseph Durieux (sogrinho amado!)

– Liah Neves (prima linda, também de segundo grau, por parte de mãe. Um anjo de pessoa!)

– Lucia Caires (a melhor tia do mundooo! Minha maínha do coração! Tia de segundo grau, mas é como se fosse de primeiro, sempre presente em minha vida!!!)

– Lucky Strike Oliveira Durieux (meu bebê, haha! É sério, gente! O Lucky também apoiou o projeto! Coisa linda da mamãe! Miau!)

O casal mais lindo do mundo!– Luiz Candido de Oliveira (meu amado e idolatrado pai-lhaço, herói, protetor e amigo! Amo esse careca!)

– Maria Zélia Araujo Oliveira (minha amada e idolatrada rainha, mãe, amiga, protetora, conselheira, empresária, anjo da guarda! Meu tudo! Minha vida!!! Amo essa baixinha!)

– Maurício Pelarin (primão querido que, graças a Deus, entrou para a família para fazer a minha prima Rosana muito feliz!)

– Renata Caires (prima linda e amada, minha maninha do coração! Também vivíamos grudadas na infância! Mais uma prima de segundo grau, criada como se fosse de primeiro!)

– Rosana Pelarin (uma prima pra lá de especial que sempre faz questão de estar presente em todos os momentos importantes da minha vida!)

– Roseli Oliveira (outra prima super especial que está presente em minha vida desde antes de eu nascer!!!)

– Thiago Araujo (um primo lindo, incrível, especial e carinhoso que é um exemplo de educação, inteligência e generosidade na família! Pena que ele mora tão longe, mas acho que o fato de ter nascido e sido criado na Bahia é que o torna um menino tão especial e batalhador!)Selo TH

– Thierry Yves Leon Durieux (sem palavras. Meu amado, meu muso, a pessoa que eu mais amo nessa vida (depois dos meus pais e da minha irmã), um cara que me fez entender de verdade o que é o amor! Je t’aime beaucoup Mon Amour!!!)

Dia dos Namorados 2013Muito obrigada, pessoal!!! Amo muito vocês!

Valeu mesmo pela força!

😉

Para ver a lista completa de apoiadores, clique AQUI e AQUI.

Lucky amassado!

– Também te amo, mamãe! Mesmo você me amassando todo, sua Felícia!

LVIII. Ele merece a sogra que tem!

Há muito tempo eu comentei aqui sobre a tão temida personagem nas histórias dos relacionamentos: A Sogra.

Mamãe_Thierry_Anita

O Bom Marido ao lado de sua Boa Sogra e sua Boa Mãe.

Vale a pena voltar a esse assunto para falar não somente sobre a minha, mas também sobre a ilustre e magnânima sogra do Bom Marido, ou seja, a minha linda Mamãe! hehe!

Eu observo muitos namoros e casamentos por aí e acredito nunca ter visto uma relação sogra-genro tão carinhosa e verdadeira como a da minha Mãe com o meu Bom Marido.

Já namorei outros caras antes e, obviamente, minha mãe os tratou a pão de ló, como sempre. Mas com o Thierry ela vai além de tratar bem e fazê-lo se sentir parte da família.

Alguém já viu uma sogra que lava e passa com carinho as roupas do próprio genro, quando percebe que ele não vai ter tempo de fazê-lo sozinho?

Alguém já viu uma sogra que separa potes de feijão no congelador especialmente para o genro, só porque sabe que ele adora o feijãozinho que ela faz?

Alguém já viu uma sogra que compra roupas para o genro (do tamanho certinho e da cor que ele gosta), pois sabe que ele está precisando de mais peças no guarda-roupas?

Alguém já viu uma sogra que, quando vai à casa do genro, faz questão de limpar, arrumar, ajeitar, cozinhar e lavar?

Alguém já viu uma sogra que compra cobertores e lençóis para a casa do genro sem ninguém precisar pedir?

Alguém já viu uma sogra que cuida do genro como se fosse filho e não tem a menor implicância com ele e nenhuma crítica sequer a fazer?

Mamãe na cozinha do Bom Marido

A Boa Sogra do Bom Marido reinando na cozinha dele!

Claro que eu sou suspeita para falar da minha e, mas não posso negar que ela só faz isso tudo e muito mais pois ele merece!

É um genro dedicado, educado, cuidadoso, esforçado, tranquilo e que nunca dá trabalho para ninguém. É óbvio que minha mãe faz questão de tratá-lo bem. Ela faz isso sem ninguém pedir. Ela faz por amor e por reconhecer nele um cara de ouro que merece o melhor tratamento da face da Terra.

Sou testemunha ocular disso tudo!

Anita_eu_Joseph

Minha Boa Sogra e meu Bom Sogro após uma apresentação teatral minha.

E no meu caso eu também não tenho do que reclamar!

A super mãezona do Bom Marido, minha digníssima Sogrinha, também faz de tudo para me agradar. Se antes ela comprava coisas para a casa do filho dela pensando em alguma necessidade dele, agora ela pensa nas minhas também!

Ela sabe que eu praticamente moro mais na casa dele do que na minha, portanto sempre que ela vai até lá levar alguma coisa, ela se preocupa se eu também vou gostar ou não!

Acho muito bonito esse amor que ela tem por mim. E é recíproco!

Se esta é a sogra que eu mereço, sinal de que estou sendo uma Boa Esposa (e uma Boa Nora também!)

Ainda bem.

😉

XLV. Fim de Ano

Ano novo em Bertioga 2010/ 2011

Thierry_Elaine(2)Fim de Ano é sempre algo triste, estranho, depressivo…

Mas ao mesmo tempo o fim de ano marca uma data muito importante na minha vida e na vida do Bom Marido. Marca o momento em que decidimos que nosso relacionamento deveria ficar sério.

E exatamente dia 29 de Dezembro de 2012 completamos 2 anos de namoro.

E o que dizer sobre isso?

Bom, só tenho a dizer que eu nunca imaginei que eu pudesse voltar a me apaixonar por alguém novamente. Pensei que minha vida seria apenas trabalho, trabalho e mais trabalho.

Eu realmente estava de cara virada para o amor, mas isso até me reencontrar com o Thierry e descobrir que, pouco a pouco, a gente poderia construir um relacionamento saudável e tranquilo.

E há dois anos tem sido assim. Muito companheirismo, muito carinho, muito amor, muita compreensão e muitas alegrias.

Thierry_Elaine(3)E espero que continuemos assim por muitos e muitos anos, até ficarmos bem velhinhos e ainda assim um ajudando o outro. O Meu Príncipe, claro, sempre estará tranquilão, falando baixo e vivendo na lei do menor esforço… Já eu, baixinha arretada, continuarei tagarelando, reclamando de tudo e fazendo mil coisas ao mesmo tempo…

É… E olha que eu nunca pensei em envelhecer ao lado de ninguém antes!

Mas enfim, que os anos só fortaleçam mais e mais nossa união.

E que os anjos falem “Amém”!

Feliz 2 anos de namoro, Mon Amour!

Je t’aime beaucoup!

____

Thierry_Elaine(1)

Casarão da Vó Fulô - Bahia - 2012

Thierry_Elaine

Ano novo em Bertioga 2010/ 2011

Bahia - Jan/ 2012

Ano novo em Bertioga 2010/ 2011

Aniversário Elaine - junho/ 2012

XIII. Happy Valentine’s Day!

Valentine's Day

Dia de São Valentim?

Tudo bem que no Brasil o “Dia dos Namorados” é comemorado no dia 12 de Junho, véspera do dia de Santo Antônio, o famoso santo casamenteiro. Mas não há como negar que a história do tal São Valentim é muito interessante em diversos pontos.

Valentim foi um bispo que lutou contra as ordens do imperador romano Cláudio II, que  acreditava que os melhores combatentes eram os SOLTEIROS e por isso havia proibido o casamento durante as guerras. Que absurdo, hein?

Mas o desobediente Valentim continuou realizando casamentos e acabou não só sendo preso, como também foi condenado à morte.

Enquanto estava preso, Valentim recebeu muitas FLORES e BILHETES de jovens que diziam acreditar no AMOR

Na porta da prisão

Thierry e Elaine na porta da cadeia, em Rio de Contas - BA

Até mesmo Valentim se apaixonou! A moça que lhe arrebatou o coração era filha de um carcereiro, que era cega. (Ah! O amor é cego! Que ironia, não?) E Valentim milagrosamente devolveu a visão a essa moça. Seria o milagre do AMOR?

Bom, antes de ser executado, Valentim escreveu uma MENSAGEM de Adeus para sua amada, assinando “De Seu Valentim”. Pelo menos ela voltou a enxergar a tempo de ler o bilhete, né?

E então, 14 de Fevereiro marca a data da morte de São Valentim e na Idade Média era notado como sendo o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Romântico isso, não?

Tanto que, naquela época, os namorados deixavam lindas MENSAGENS de AMOR na porta das casas de suas amadas e vice-versa. Só não sei se também era vice-vice ou versa-versa, mas isso não vem ao caso agora! rs

E o curioso é que muitos países comemoram o Dia de São Valentim, o que antes acontecia somente em países anglo-saxões.

Legal, né?

Bom, só sei que hoje, 14 de Fevereiro, as pessoas também comemoram o Dia da Amizade (embora o Dia do Amigo seja dia 20 de Julho! Ai, que confusão!), mas não sei! Só sei que esse pessoal adora mesmo comemorar, hein? E está certo, oras! O bom mesmo é inventar os melhores motivos para dizer a quem a gente gosta o quanto essa pessoa é importante para nós, não é?

Por mais que fique subentendido que a gente gosta de alguém, é maravilhoso para esse alguém ouvir (ou ler) isso da gente!

Portanto, meu querido Amado, Namorado, Marido, Namorido, Príncipe Encantado, Thierry Durieux: Eu te amo muito! Obrigada por me fazer um tiquinho mais feliz a cada dia em que estamos juntos! Feliz Dia de São Valentim!

E a todos os meus grandes e verdadeiros amigos, seja de hoje, seja de ontem, seja à distância, seja de pertinho: Eu amo muito vocês e agradeço por todo esse apoio que vocês, e só vocês, me dão! Feliz Dia da Amizade!Na cama

Comemorem bastante!