XXV. É hereditário, claro!

Almoço em família

Almoço em família: Renato, Flávia, Anita, Joseph e eu. Thierry estava batendo a foto!

Se um homem é feliz e amado (e mimado) pelos seus pais, é bem provável que ele seja assim também com sua amada e até mesmo com sua prole.

Lógico! Uma criança cercada de amor não tem motivos para ser revoltada e rabugenta ao crescer. Vejo isso claramente na família do meu Bom Marido.

Os pais dele, ainda que tenham lhe dado uma educação rígida, porém adequada, sempre fazem tudo o que o caçula precisa. Fazem todas as vontades dele e o apóiam em suas maluquices e mirabolâncias.

montando equipamentoDomingo, 22 de Abril, fomos à casa dos pais dele (que por sinal é a casa onde ele morou na infância) para fazermos uns testes com a steadicam que ele comprou recentemente. Vide o post XXI. Valorizando o trabalho dele.

A idéia de gravar lá é por causa do espaço, que é como se fosse uma chácara e assim seria possível executar mais movimentos com o tal equipamento.

Até então só iríamos Thierry e eu. Ninguém mais. De última hora o Thierry avisa para a mãe dele que talvez o Renato e a Flávia (casal de amigos) iriam também. Pronto! Aí dona Anita enlouqueceu na cozinha, preocupada em aumentar a quantidade de ingredientes para o almoço e caprichar na qualidade do mesmo, afinal quando estamos só nós lá, a gente se ajeita no pequeno espaço da cozinha, come o que tiver e pronto. Mas com mais pessoas, aí teria que mudar toda a configuração!

peixe, arroz, batata sauté, purê de mandiquinha, tomate cereja e coca-colaO pior é que estava chovendo, o que implicava da visita simplesmente não aparecer e fora isso o Thierry não conseguiria gravar seus experimentos ao ar livre…

Mas eis que o casal de amigos chegou, nós almoçamos e ficamos na expectativa da chuva parar. Na verdade ela deu uma afinada e o Thierry, com a ajuda de seu amigo Renato, resolveu gravar com a steadicam assim mesmo. Ah, não mencionei que era preciso uma cobaia para ser filmada em movimento, não é? E quem foi a escolhida? Eu, claro! Mesmo com frio e chuva, me aventurei a ajudar meu maridinho a realizar esses testes!

E para encerrar o dia, eu precisava plantar uma muda de Pé de Pitanga que eu ganhei em um evento das CCR’s ViaOeste e RodoAnel (Vide o post no outro blog [Matéria] Estrada para a Cidadania – Grupo CCR).

pé de pitanga das ccrs rodoanel e viaoesteMeu sonho sempre foi plantar uma árvore, mas eu nunca tive uma oportunidade. E eis que, carinhosamente, minha sogrinha Anita e meu sogrinho Joseph me deixaram plantar minha tão sonhada árvore bem no quintal da casa deles!!! Meu sogrinho até me ajudou, limpando e preparando o terreno para receber meu Pé de Pitanga! E justo no dia 22 de Abril – Dia da terra!

sogrinho e euOnde eu arrumaria sogrinhos tão legais e participativos assim?

Só sei que eles são muito amorosos e fazem de tudo pelo filho. Nós fomos lá e sujamos a louça, bagunçamoa a casa, atrapalhamos o sossego, comemos e bebemos, aparecemos com visitas e ainda plantamos uma árvore bem no meio do quintal deles…

Certamente eles jamais esquecerão esse dia, pois eu não irei!

E viva a família feliz e unida!

E muito obrigada aos meus sogrinhos lindos Anita e Joseph, não só pelo Domingo maravilhoso que passamos, mas por terem me presenteado com esse amor de pessoa que é o Thierry! ^^

thierry e família

Anita servindo o delicioso almoço!

gravando com a steadicam (na chuva)

Eu de atriz-cobaia na gravação!

almoço caprichado

Repararam na semelhança do capricho? Tipo os jantares que o Thierry faz para mim!

testando o equipamento

Renato testando a Steadicam. Não é fácil aguentar todo o peso desse equipamento...

bolo de cenoura - sobremesa

Anita fez até um delicioso bolo de cenoura para o café da tarde!

preparando o terreno para o plantio

Joseph todo cuidadoso preparando o terreno para o plantio!

plantando o Pé de Pitanga

Aleluia! Plantei minha primeiríssima árvore! Até que enfim!!!

____

Príncipe Encantado existe sim! Lero leroooo!

XXI. Valorizando o trabalho dele

Uma Boa Esposa valoriza e apóia o trabalho do seu Bom Marido, não é?

Eis que ontem ele me deu uma notícia que me deixou muito feliz e esperançosa – o curso que ele desenvolveu durante um bom tempo finalmente atraiu gente interessada em comprar. Isso é o máximo!

por Elaine Thrash

Thierry por trás das câmeras. 2009

É a mesma sensação que eu tenho quando alguém se interessa em comprar meu livro. Gente que nunca vi na vida, que mora em outra cidade ou outro estado e que conhece meu trabalho apenas através da internet… É bem sofrido trabalhar de forma independente, sem patrocínio e sem apoio, mas quando, apesar de tudo, a gente vê dando certo, é um alívio inexplicável!

Meu Amado é um cara muito inteligente, mas precisa o tempo todo de estímulos e desafios que o façam ter vontade de agir. Posso enumerar as mil coisas que ele é capaz de fazer, mas é inegável que qualquer pessoa necessite ter foco na vida afim de conseguir dar certo em pelo menos alguma coisa, concordam?

A exemplo do site que ele mesmo desenvolveu para expor seus trabalhos: www.th.art.br.

Um site muito bacana que mostra várias coisas que ele fez e é capaz de fazer. A começar pela sua paixão: cinema! Se pudesse, ele só trabalharia com isso. Mas, assim como a carreira artística, a cinematográfica também não é a das mais fáceis de conseguir trabalhar sem ser na base de “favores” e “permutas” (experiência própria)…

http://www.avalive.com/Steadicam-SteadyCam/89/0/productList.phpOu seja, Thierry tem talento de sobra para Edição, Direção de Fotografia, Direção de Arte, mas não pode trabalhar nisso de graça a vida toda. Seu trabalho precisa ser recompensado e muito bem remunerado. Ele está todo feliz pois até comprou uma Steadicam para realizar trabalhos incríveis de filmagens em movimento. Um baita investimento!

Mas graças a Deus estão surgindo muitos trabalhos para o Meu Amado, pois assim ele poderá investir muito mais nos curtas, longas e documentários que pretende realizar. Dentre os trabalhos que estão surgindo, a grande maioria requer criatividade e habilidade em lidar com efeitos, captação e edição de videos, 3D,  design, edição de imagens, pós produção e uma infinidade de termos que eu não saberia citar com propriedade.

Só sei que vira e mexe ele recebe um trabalho sempre “pra ontem” que o deixa focado por horas e horas até o término do mesmo! Sorte que muitos desses trabalhos ele consegue fazer em casa e depois só envia os arquivos de forma online. Bendita Internet!

Ah, e sobre o curso que eu havia mencionado logo no início da postagem, trata-se de um Curso de Redesenho para Corte a Laser, cujas informações podem ser encontradas neste link

Thierry já trabalhou um bom tempo com maquetes e, com base em toda a sua pesquisa e experiência, resolveu criar esse exclusivo curso que mostra passo a passo como fazer o desenho de corte para a montagem de uma maquete física.

Tem até um videozinho de apresentação do curso:

Ai, que orgulho do meu Bom Marido!

Espero que ele encontre forças para continuar trabalhando e criando meios de investir em seus grandes objetivos. No que depender de mim, darei todo o apoio necessário a ele, pois é isso que uma pessoa que ama deve fazer pela outra!

2009

Thierry gravando o curta "Rua Augusta", com Renato Rodrigues e Elaine "Thrash" Oliveira. 2009