LXXV. Filho de Ouro

Thierry_et_parentsGeralmente quando uma criança recebe muitos mimos e muita atenção dos pais, acaba se tornando uma pessoa chata, frágil, manipuladora, egoísta e cheia de frescuras.

Mas quando, aliado ao excesso de carinho e mimos vem uma educação adequada, o resultado ao longo dos anos é a retribuição de todo esse amor que a criança recebeu.

O sonho de todos os pais é criar os filhos da melhor forma possível e, quando ficarem idosos (ou adoecerem), não serem abandonados por suas crias.

Muitas vezes não é isso o que acontece.

A vida inteira os pais se desdobram para atender às necessidades dos filhos, mas basta precisarem de um favorzinho para ouvirem uma porção de desculpas, fora o comportamento egoísta e uma má vontade gigantesca.

No fundo, esses pais se culpam por terem feito demais por seus filhos sem que eles precisassem se virar para resolver seus próprios problemas. Tudo muito mastigadinho, na boquinha.

E no fundo os filhos sabem que precisam fazer algo por seus pais, mas a preguiça, o egoísmo e a falta de experiência imperam…

Toda essa reflexão me surgiu com base nos últimos acontecimentos aqui na casa do Bom Marido.

Meus sogros precisaram viajar para resolver assuntos muito importantes, mas a grande preocupação seria a cachorra Fox que, sendo muito idosa e de grande porte, não poderia viajar com eles. A solução seria deixá-la aos cuidados do Meu Amado, que por sinal já foi dono da Fox em sua infância.

Fox_3

Confesso que cheguei a pensar que o Meu Amado não saberia lidar sozinho com todos os problemas da Fox, afinal, em mais de 15 anos ela nunca ficou muito tempo longe de casa e dos meus sogrinhos.

A rotina do Meu Amado foi alterada, pois ele teve que passar a limpar xixi e cocô da Fox (onde ela mora é sossegado, pois é como se fosse uma chácara com gramado, terra e bastante espaço); limpá-la com frequência, pois ela acaba pisoteando nas próprias necessidades; dar água e a comida especial dela duas vezes ao dia; proporcionar conforto e um abrigo quentinho para ela descansar; ficar sempre de olho para ver se ela não está precisando de nada; dar amor, carinho e atenção, pois todo animal de estimação precisa disso; entre outras coisas que estão por vir (sessões de acupuntura, medicamentos e etc…)

Fox_2

Qualquer outra pessoa com quintal em casa pensaria: “Mas é só um cachorro. É só deixar lá de boa e pronto”. Mas a Fox precisa de cuidados. Ela está idosa, com um probleminha na coluna, longe da própria casa e das pessoas que ela está acostumada a ver todo dia.

Ainda bem que Meu Amado está conseguindo cuidar dela, mesmo detestando ter que limpar o quintal várias vezes ao dia!

(Ele se preocupa tanto com a Fox que até construiu uma rampa para facilitar que ela suba as escadas.)

A Fox, uma mistura de Pastor Belga com alguma outra raça, deu muitas alegrias para o Meu Amado quando ele ainda morava com os pais, na chácara. Foi ele que escolheu aquela bolinha preta e peluda que corria e brincava todo dia com ele pelo gramado e era forte, robusta, atlética e cheia de vida.

Fox_4

Mas a velhice chega para todos, até para os animais. É por isso que temos que continuar cuidando muito bem deles, afinal, assim como nossos pais, os bichinhos também não merecem ser abandonados e esquecidos em um canto qualquer.

#ficaadica

Fox_1

Família!!!

É muito bom quando podemos contar com pessoas que nos amam incondicionalmente. Às vezes eu penso que, se algumas pessoas não fossem da família, elas jamais conheceriam nosso trabalho, nosso esforço, nossa luta e cada passo que nós damos para seguir em frente.

Já imaginou aquele primo que cresceu com você, mas não tem nada a ver com você, não gosta das mesmas coisas que você, não ouve as mesmas músicas que você, mas ele te adora só porque vocês são primos?

Imagine se vocês não fossem parentes. Talvez vocês jamais tivessem a chance de se conhecer, de apoiar os projetos um do outro e de frequentar as mesmas reuniões de família, os almoços de domingo e os aniversários.

É através dessa mistura de pessoas diferentes, com gostos, religiões e personalidades distintos que é formada uma família que se entende e se respeita.

Tenho o privilégio de ter duas famílias enormes, divertidas e barulhentas, tanto por parte de mãe como por parte de pai. Infelizmente eu não vejo os parentes maternos com frequência, pois a esmagadora maioria mora lá na Bahia. Praticamente cresci grudada na família do meu pai. Todos os finais de semana eram recheados de passeios, viagens e visitas aos parentes daqui de São Paulo.

O engraçado é que eu sou diferente dos meus parentes em vários aspectos, mas eu amo todos eles de forma que nem eu mesma entendo!

O que nós temos em comum é a alegria de viver, a vontade de fazer as coisas darem certo e a união que faz sempre com que estejamos dispostos a ajudar uns aos outros.

O que me levou a escrever sobre isso foi a repercussão que o projeto do livro “Como ser um Bom Marido” teve tanto aqui em São Paulo, quanto lá na Bahia. Muitos parentes quiseram apoiar. Alguns não puderam, outros não conseguiram, mas eu preciso agradecer aos que fizeram de tudo para participar desse momento tão importante em minha carreira: o lançamento do meu segundo livro!

E é por isso que eu resolvi separar aqui, uma lista só com os nomes dos parentes que apoiaram meu projeto lá no Catarse.

Portanto, em ordem alfabética, muito obrigada:

Anita_eu_Joseph– Anita Genyn (sogrinha amada!)

– Beth Caires (querida prima de segundo grau, por parte de mãe)

– Cleyde Caires (prima linda que mora lá na Bahia e no meu coração!)

– Daphine Barbosa (prima querida de segundo grau, por parte de pai, criada como se fosse de primeiro!)

– Deise Rodrigues (mais uma prima amada que mora lá na Bahia e no meu coração!)

– Edna Rodrigues (prima que eu amo muito, mas que agora está morando longe, no Sul!)

– Eliane Lilika (a primeiríssima em tudo na minha vida! Minha inspiração, minha protetora, minha “irmãe”!)

Lilika, Fê e Nani - só alegria!– Fernanda Avanzi (minha quase irmã gêmea! A gente vivia grudada, só aprontando e deixando nossas mães de cabelo em pé! Amo essa prima que faz questão de estar presente em todos os momentos importantes da minha vida!!!)

– Gil Caires (um primão que conheci há muitos anos lá na Bahia e que, mesmo com a distância, ele faz questão de acompanhar e apoiar o meu trabalho!)

– Joseph Durieux (sogrinho amado!)

– Liah Neves (prima linda, também de segundo grau, por parte de mãe. Um anjo de pessoa!)

– Lucia Caires (a melhor tia do mundooo! Minha maínha do coração! Tia de segundo grau, mas é como se fosse de primeiro, sempre presente em minha vida!!!)

– Lucky Strike Oliveira Durieux (meu bebê, haha! É sério, gente! O Lucky também apoiou o projeto! Coisa linda da mamãe! Miau!)

O casal mais lindo do mundo!– Luiz Candido de Oliveira (meu amado e idolatrado pai-lhaço, herói, protetor e amigo! Amo esse careca!)

– Maria Zélia Araujo Oliveira (minha amada e idolatrada rainha, mãe, amiga, protetora, conselheira, empresária, anjo da guarda! Meu tudo! Minha vida!!! Amo essa baixinha!)

– Maurício Pelarin (primão querido que, graças a Deus, entrou para a família para fazer a minha prima Rosana muito feliz!)

– Renata Caires (prima linda e amada, minha maninha do coração! Também vivíamos grudadas na infância! Mais uma prima de segundo grau, criada como se fosse de primeiro!)

– Rosana Pelarin (uma prima pra lá de especial que sempre faz questão de estar presente em todos os momentos importantes da minha vida!)

– Roseli Oliveira (outra prima super especial que está presente em minha vida desde antes de eu nascer!!!)

– Thiago Araujo (um primo lindo, incrível, especial e carinhoso que é um exemplo de educação, inteligência e generosidade na família! Pena que ele mora tão longe, mas acho que o fato de ter nascido e sido criado na Bahia é que o torna um menino tão especial e batalhador!)Selo TH

– Thierry Yves Leon Durieux (sem palavras. Meu amado, meu muso, a pessoa que eu mais amo nessa vida (depois dos meus pais e da minha irmã), um cara que me fez entender de verdade o que é o amor! Je t’aime beaucoup Mon Amour!!!)

Dia dos Namorados 2013Muito obrigada, pessoal!!! Amo muito vocês!

Valeu mesmo pela força!

😉

Para ver a lista completa de apoiadores, clique AQUI e AQUI.

Lucky amassado!

– Também te amo, mamãe! Mesmo você me amassando todo, sua Felícia!

LVIII. Ele merece a sogra que tem!

Há muito tempo eu comentei aqui sobre a tão temida personagem nas histórias dos relacionamentos: A Sogra.

Mamãe_Thierry_Anita

O Bom Marido ao lado de sua Boa Sogra e sua Boa Mãe.

Vale a pena voltar a esse assunto para falar não somente sobre a minha, mas também sobre a ilustre e magnânima sogra do Bom Marido, ou seja, a minha linda Mamãe! hehe!

Eu observo muitos namoros e casamentos por aí e acredito nunca ter visto uma relação sogra-genro tão carinhosa e verdadeira como a da minha Mãe com o meu Bom Marido.

Já namorei outros caras antes e, obviamente, minha mãe os tratou a pão de ló, como sempre. Mas com o Thierry ela vai além de tratar bem e fazê-lo se sentir parte da família.

Alguém já viu uma sogra que lava e passa com carinho as roupas do próprio genro, quando percebe que ele não vai ter tempo de fazê-lo sozinho?

Alguém já viu uma sogra que separa potes de feijão no congelador especialmente para o genro, só porque sabe que ele adora o feijãozinho que ela faz?

Alguém já viu uma sogra que compra roupas para o genro (do tamanho certinho e da cor que ele gosta), pois sabe que ele está precisando de mais peças no guarda-roupas?

Alguém já viu uma sogra que, quando vai à casa do genro, faz questão de limpar, arrumar, ajeitar, cozinhar e lavar?

Alguém já viu uma sogra que compra cobertores e lençóis para a casa do genro sem ninguém precisar pedir?

Alguém já viu uma sogra que cuida do genro como se fosse filho e não tem a menor implicância com ele e nenhuma crítica sequer a fazer?

Mamãe na cozinha do Bom Marido

A Boa Sogra do Bom Marido reinando na cozinha dele!

Claro que eu sou suspeita para falar da minha e, mas não posso negar que ela só faz isso tudo e muito mais pois ele merece!

É um genro dedicado, educado, cuidadoso, esforçado, tranquilo e que nunca dá trabalho para ninguém. É óbvio que minha mãe faz questão de tratá-lo bem. Ela faz isso sem ninguém pedir. Ela faz por amor e por reconhecer nele um cara de ouro que merece o melhor tratamento da face da Terra.

Sou testemunha ocular disso tudo!

Anita_eu_Joseph

Minha Boa Sogra e meu Bom Sogro após uma apresentação teatral minha.

E no meu caso eu também não tenho do que reclamar!

A super mãezona do Bom Marido, minha digníssima Sogrinha, também faz de tudo para me agradar. Se antes ela comprava coisas para a casa do filho dela pensando em alguma necessidade dele, agora ela pensa nas minhas também!

Ela sabe que eu praticamente moro mais na casa dele do que na minha, portanto sempre que ela vai até lá levar alguma coisa, ela se preocupa se eu também vou gostar ou não!

Acho muito bonito esse amor que ela tem por mim. E é recíproco!

Se esta é a sogra que eu mereço, sinal de que estou sendo uma Boa Esposa (e uma Boa Nora também!)

Ainda bem.

😉

XLIX. “Tá nervoso? Vai pescar!”

Pescaria em alto mar (Bertioga)

O Bom Marido pode e deve fazer aquilo que gosta. E uma das coisas que ele gosta bastante de fazer é: pescar!

Ele já havia pescado em diversos lugares, mas nunca em alto mar, que era um dos seus sonhos.

Foram dias e dias de ansiedade, noites sem dormir e várias idas à loja de pesca em busca das tralhas perfeitas.

Combinou com dois amigos e mais um cara muito especial, o pai da Boa Esposa (sim, esta que vos escreve), de alugarem um barco e passarem um dia inteiro pescando.

Pescador Luiz - o sogro do Bom Marido Pescador Giulianno - amigo do Bom Marido Pescador Edson - amigo do Bom MaridoPescador Thierry - O Bom Marido

O Bom Marido sabia dos perigos e da possibilidade de passar mal no barco, mas não desistiu.

Luiz, o pescador!Fora o barqueiro, o único ali com mais experiência de pesca em alto mar era o Sogrão do Bom Marido que, além de ter pescado bastante, ainda cuidou para que ele não desanimasse na primeira vomitada…

Graças a Deus foi um dia bacana, tranquilo e proveitoso. Os pescadores voltaram com a caixa de isopor repleta de peixes e com uma vontade imensa de repetir a dose!

Resultado da pescaria!É uma felicidade que, só quem gosta de pescar entende, afinal, quando a gente faz aquilo que ama, tudo fica melhor em nossa vida, não é verdade?

O pescador e seu troféu!O Bom Marido, por exemplo, voltou da pescaria completamente renovado! Agora só lhe resta aprender receitinhas novas para fazer com o tanto de peixe que ele colocou lá no congelador!

Falando nisso, segue uma bem bacana, gentilmente cedida por outra pessoa incrível e maravilhosa na vida do Bom Marido: a Sogrinha linda dele! hehe

*** Delicioso Peixe Ensopado da Mamãe ***

Primeiro passo: Limpe os peixes por dentro, retirando toda aquela parte sangrenta. É bacana também dar uma boa raspada por fora e depois cortar os peixes em postas.

Delicioso Peixe Ensopado da Mamãe (Dourado)Em uma bacia grande, coloque (a gosto) alho amassado, pimenta do reino, orégano, sal, um (ou meio, vai da preferência!) limão espremido e misture bem. Em seguida, mergulhe as postas de peixe nessa mistura e deixe marinando por algumas horas.

Agora é só preparar o refogado (para aproximadamente 1 quilo e meio de peixe):

Em uma panela grande, frite 3 pedaços médios de bacon em um pouco de óleo. Acrescente uma cebola picada em pedaços não muito pequenos e deixe fritando. Enquanto isso, pique 2 tomates sem pele, meio pimentão (verde ou vermelho), coloque na panela e misture bem.

*** Dica 1: Se o refogado secar, acrescente um pouco de azeite.

Arroz, feijão e bicuda ensopada!Para dar uma corzinha, coloque uma colher de sobremesa de colorau (colorífico), depois acrescente 10 azeitonas inteiras, um pouco de sal (se necessário), um pacotinho de tempero Sazon, duas folhinhas de louro, cheiro verde picadinho e um pouco de água.

Organize as postas de peixe na panela, juntamente com o tempero que restou na bacia e deixe ferver, virando delicadamente as postas, de vez em quando.

Em cerca de 10 minutos, ou menos, o peixe está pronto!

*** Dica 2: Essa receita pode ser feita com vários tipos de peixe, como por exemplo: Dourado, Bicuda, Cação e Espada e até mesmo o Bacalhau!

Bicuda Tubarão Dourado Resultado da pescaria!

Nem preciso dizer que o Bom Marido amou o resultado, não é?

Pescadores jantando!

Peixe é um alimento tão delicioso e saudável, mas precisa ser muito bem feito para ser devidamente apreciado!

E tomara que o Bom Marido traga muito mais peixes na próxima vez!

😉

Thierry no barco.

____