CVIII. Depois da Dengue!

 

Uhu!!! We’re back!

Nossa… Após uma dengue que derrubou nós dois numa tacada só, além de outras coisinhas que aconteceram, eis que estamos de volta!!!

– E com guloseimas!

Yeah!

Bem… Conforme eu havia dito anteriormente, eu simplesmente abarrotei meu WordPress com fotos e mais fotos de 2011 para cá e acabou que eu estourei o limite de espaço, o que agora me impede de postar fotos diretamente aqui.

Eu até tentei apagar algumas, mas deu um trabalhão, pois muitas fotos se conectam aos textos, então seria um parto analisar uma por uma e ver quem roda e quem fica, mas enfim…

Graças ao Instagram, eu consigo linkar uma imagem que eu postei lá e jogar para cá, o que não fica esteticamente do meu agrado, pois junto com a imagem, vem o texto todo que eu postei lá no IG, incluindo as hashtags.

E tenho que falar uma coisa, eu adoro hashtags! kkk Preciso aprender a usá-las com moderação, mas confesso que eu me empolgo bastante.

Anyways, let’s move on!

Move on pra onde? Bem, se eu pudesse, todos sabem que seria para o Canadá, mas neste caso, vamos apenas seguir em frente, mudar de assunto e fim de papo!

Ok, onde eu parei? Ah, nas fotos.

Bem, sendo assim, aqui neste blog (até eu ter grana para transformá-lo em site) vou linkar sempre coisas do Insta, beleza?

E vamos começar com o pão de queijo pós dengue.

Ficar doente é um saco, mas tem lá suas utilidades (olha eu, sempre enxergando o lado positivo de tudo, pra variar!). E uma das utilidades de ficar dodói é poder destrinchar a internet atrás de coisas interessantes para assistir, mesmo com os olhos quase fechando de dor.

Em um desses dias de bode, eu vi um vídeo da Ana Maria Braga ensinando a fazer pão de queijo.

Eu nunca soube fazer pão de queijo na vida, aliás, nunca soube fazer nada na cozinha além de sanduba e miojo, mas faz um bom tempo que venho tentando adentrar nesse terreno perigoso da culinária. E não é que estou gostando?

Pois bem, peguei a receita de cabo a rabo e na primeira ida ao mercado, já tratei logo de providenciar os queijos certos e o tal do polvilho doce.

Vou te contar, hein? Vendo a Ana Maria fazer, parece tão fácil, cheia das assistentes ao lado, tudo prático, mas na real é bem difícil amassar toda aquela massa e fazer as bolotinhas.

Resumindo a história, fiz mais de 100 bolinhas, assei algumas e congelei o resto.

O diacho ficou uma belezinha, viu? Pelo menos o Bom Marido adorou! Até minha mãe levou uns para assar em casa e gostou bastante também!

Mas vale a pena, hein? Muito melhor que comprar pão de queijo congelado no mercado ou gastar um dinheirão tomando café na padoca. Pão de queijo feito em casa é o que há!

– Valeu, Ana Maria!

E a dengue? Bem… O Bom Marido ficou muito pior que eu. Sério. O coitadinho achou que fosse passar dessa pra melhor, e eu incrédula, achando que não era pra tanto. Se não fossem nossos pais terem vindo cuidar da gente, não haveria pão de queijo pra contar a história.

Falando nisso, deu uma fome… Vou lá no congelador pegar um pacotinho de pão de queijo que eu mesma fiz e assar para o lanche! 😉

Segue a receita para quem quiser tentar em casa:

Pão de Queijo Supimpa Que Eu Vi no Programa da Ana Maria:

Primeira parte:

  • 1 copo de óleo
  • 1 copo de água
  • 2 colheres (sopa) de sal

Junte tudo numa panela e deixe ferver.

Segunda parte:

  • 1 kg de polvilho doce
  • 4 a 6 ovos (depende da consistência da massa)
  • 250gr a 300gr de queijo minas padrão
  • 100gr de queijo ralado parmesão (ralado em ralo fino)

Coloque o polvilho em uma tigela bem grande e vá jogando a mistura da panela aos poucos. Isso é o que a Ana Maria chama de “escaldar” o polvilho.

Amasse bem e acrescente um ovo por vez, sempre amassando para ver se precisa colocar mais.

Assim que a massa estiver bem macia, acrescente os queijos e continue amassando até a ficar bem homogênea. Se ficar muito mole, coloque mais polvilho ou espere esfriar antes de fazer as bolinhas.

Com a ajuda de uma colher, faça bolinhas não muito pequenas e coloque em uma forma para assar ou congelar.

Tempo de forno: 30 a 35 minutos a 180º. Sempre é bom verificar se não escureceram demais, senão ficam duros.

Sirva com amor e café! ❤

____

Espero que tenham gostado!

😉

Anúncios

CV. Juntos somos mais fortes!

IMG_8815

Apesar do blog (e do livro) se chamar “Como Ser Um Bom Marido”, é inegável que a “Boa Esposa” também tenha que existir, senão não rola o equilíbrio.

Desde o lançamento do livro em 07 de dezembro de 2013, tenho percebido várias reações das pessoas com relação ao título e à capa do mesmo. Dentre estas reações, as mais bizarras foram as de algumas pessoas mais velhas que acham que eu não tenho vivência o suficiente para escrever sobre um relacionamento.

Recebi muitos elogios pelos meus textos, pelo meu empenho e pela ousadia de lançar um livro que trata de um tema tão complexo que é o casamento. Complexo, pois não é só dizer “sim” no altar e viver feliz para sempre. Tem todo um desenrolar de situações e comportamentos que vão desde o namoro e se prolongam até que a morte (ou o divórcio) marque o ponto final.

Mesmo não estando oficialmente casada eu sei disso!

Mas para alguns, colocar um sapo na capa de um livro e um título que fala em “Como Ser Um Bom Marido” é um absurdo. É uma ofensa. Quem sou eu para falar de Bom Marido? Por que não coloquei “Como Ser Uma Boa Esposa”? E por aí vai…

Esses questionamentos nunca foram um problema para que eu continuasse firme e forte na minha missão de mostrar ao mundo como um relacionamento pode sim durar nos dias de hoje.

Nunca propus que fosse perfeito. Nunca propus que fosse eterno. Só proponho que seja uma troca justa e verdadeira. Mais que uma parceria, uma equipe que joga junto, ganha ou perde JUNTO. E tenho dito!

____

E falando em jogar junto, o Meu Amado e eu começamos muito bem o ano nessa pegada.

A princípio, notei que não custava nada eu tentar me arriscar mais vezes no fogão ao invés de deixar essa função somente para ele.

Comecei com um macarrãozinho ao molho branco e legumes, depois um purê de batata-doce e gengibre e isso se estendeu pelos sucos que começamos a tomar desde que assistimos a alguns documentários sobre alimentação.

Nesse caso, nenhuma mudança é ou deve ser radical para que a situação se estabeleça. Dizem que uma pessoa leva cerca de 66 dias para se habituar a uma nova rotina. Pois bem, o Bom Marido e eu ainda estamos nos primeiríssimos passinhos de bebê para uma alimentação mais saudável. De pouquinho em pouquinho a gente chega lá.

Desde que começamos a namorar, acredito que ele tenha mudado (para melhor, digamos assim) muito mais que eu. Parou de fumar, reduziu o consumo de refrigerante, começou a se interessar por frutas, legumes e verduras, reduziu a ingestão de açúcar e até mesmo a carne vermelha, que ele tanto ama.

Talvez tenha mudado por minha causa. Talvez tenha mudado por questões de saúde (ou por causa dos preços no supermercado!!!). Que seja.

Em 5 anos muitas coisas acontecem na vida das pessoas. Influências, situações, pessoas que chegam, pessoas que se vão… Tudo isso serve para um amadurecimento e para uma mudança de comportamento. Tudo nos afeta de alguma forma, mesmo que a gente insista em dizer que nada nos abala. Abala sim. Em maior ou menor escala, mas abala!

Mas o bom de tudo é poder mudar (para melhor, sempre) em equipe, ainda que sejam  apenas dois membros. Um acompanhando as mudanças do outro. Mudando juntos, melhorando juntos, aprendendo juntos. Sem forçar, sem obrigar, sem encher o saco. Tudo de forma orgânica e harmônica. Certo?

____

Sendo assim, em ritmo de mudança e experimentação, segue um pouco mais do nosso desenrolar com a história dos sucos e afins:

::: Nada como almoçar um lanchinho leve como esse da primeira fotinho acima:

  • Pão caseiro com patê de atum, acompanhado de salsão e alho-poró!

::: À tarde, um suquinho diferente:

Receita do já citado site do Joe Cross (Reboot With Joe):

Ingredientes:

  • 3 tomates grandes
  • 3 talos de salsão
  • 2 cenouras
  • 1-2 pimentas frescas (opcional)

Preparo:

  • Lave bem todos os ingredientes
  • Se necessário, corte em pedaços menores para caber na centrífuga (Se fizer no liquidificador, assim como o Bom Marido e eu começamos fazendo, cortar e acrescentar água é sempre importante para conseguir bater tudo direitinho. Neste caso, é bom coar antes de tomar)
  • Processe tudo e sirva!

Substituições:

  • Tomates – rabanete, beterraba, repolho roxo
  • Salsão – abobrinha, pepino
  • Cenoura – batata-doce, beterraba
  • Pimenta – açafrão, pimenta seca

Tempo de preparo: 5 minutos

Rendimento: 1 porção (Como o Bom Marido e eu dividimos tudo o que fazemos, deu 300ml para cada um)

::: À noite, olha que delícia de jantar feito pelo Bom Marido, com a minha ajudinha!

Os Chips também fazem parte das receitas do site do Joe Cross! Acho que viramos fãs desse cara!

Ingredientes:

  • 2 Batatas-doces médias
  • 2 cenouras grandes
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 colher de chá de pimenta do reino
  • 1/4 colher de chá de pimenta
  • 1/2 colher de chá de sal marinho

Preparo:

  • Preaqueça o forno em 215º.
  • Descasque as batatas-doces e as cenouras.
  • Corte as batatas-doces ao meio, no sentido do comprimento e corte cada metade em quatro fatias iguais.
  • Para as cenouras, corte-as ao meio. Divida cada parte no sentido do comprimento e e corte cada pedaço em duas ou três fatias, quase do mesmo tamanho das batatas.
  • Coloque as batatas e as cenouras em uma tigela e salpique com o óleo, as pimentas e o sal.
  • Espalhe as batatas e as cenouras em uma assadeira forrada com papel manteiga.
  • Asse por 30 minutos até os pedaços ficarem tenros por dentro e levemente dourados por fora, com as pontas levemente crocantes.

Rendimento: 4 porções

____

E então, gostaram das receitinhas?

Espero que sim!

Obrigada pela visita e até à próxima!

😉

____

 

Fundo_blog

Sessão: Macho & Fogão (pte. 12)

Vamos a mais uma postagem de lamber os beiços: Sessão Macho & Fogão (pte. 12)

Mas antes, quem quiser relembrar mais postagens assim, só clicar AQUI!

____

Torta de Banana especialTorta de Banana Especial

Vamos começar com alguns experimentos MEUS (milagre!) na cozinha.

Uma receita fácil de fazer, deliciosa e que permite um toque de criatividade para acrescentar alguns ingredientes também.

É a famosa Torta de Banana que minha mãe sempre fez desde que eu me entendo por gente!

Super simples:

::: Como eu fiz:

Em uma tigela coloquei 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 1 xícara (chá) de açúcar + 1 xícara (chá) de açúcar mascavo (para dar uma corzinha e um sabor especial). Acrescentei 1 colher (sopa) de fermento, 2 xícaras (chá) de leite, 2 colheres (sopa) de margarina. Mexi tudo muito bem com uma colher de pau e tive a ideia de acrescentar mais 2 ingredientes para incrementar a receita: 1/2 xícara (chá) de amaranto em flocos e 1/2 xícara (chá) de aveia em flocos (opcional).

Depois foi só untar a forma, colocar toda a massa, distribuir 6 bananas cortadas na transversal, polvilhar com açúcar e canela e colocar para assar em forno preaquecido (180º) por uns 40 minutos. Dá para servir ainda quentinha!

O Bom Marido aprovou!!!

😉
____
Franguinho desfiado com Purê de batata doce Peito de Frango Desfiado com Purê de Batata-Doce

Mais um atrevimento meu na cozinha! Uhuuu!!!

Certo dia, o Bom Marido estava todo atarefado com os trabalhinhos dele e certamente não teria tempo e pique de fazer o almoço. Adiantei meu serviço na casa (vulgo faxina), encontrei os ingredientes que eu queria e resolvi aliviar o lado do Meu Amado e encarei o fogão.

Momento tenso. Eu + fogão = tragédia!

Mas como eu estava inspirada nesse dia, a gororoba até que saiu boa.

Vamos à receita?

::: Como eu fiz:

Peguei 2 batatas-doces médias, lavei, descasquei e coloquei para cozinhar na panela de pressão com água suficiente para cobrir as batatas. Enquanto isso preparei o frango do mesmo modo que mamãe me ensinou para fazer a torta de frango: clique AQUI e veja a receita completa!

Amassei as batatas, temperei com um pouco de sal, pimenta do reino e acrescentei meio copo de Requeijão Cremoso Danubio – Light.

(Gente! Não tem comparação. Requeijão bom mesmo, só o Danubio… Seja o tradicional, o light, o zero… Isso sim é requeijão de verdade! Pronto, opinei!)

Depois foi só colocar no prato, polvilhar um temperinho e servir para o Meu Amado, de surpresa! Hehehe!

Que bom que ele gostou. Mas eu gostaria mesmo era de ter mais coragem de encarar o fogão e poder cozinhar mais vezes para o Meu Príncipe Encantado! ^^

____

Macarrão Dona Benta com molho de tomate, presunto e queijoMacarrão Tortelini Tricolor Dona Benta ao Molho Vermelho com Presunto e Queijo

Em se tratando de gororobas especiais, o Bom Marido é craque! Ele transforma um simples macarrão em uma verdadeira obra de arte!

Desta vez ele utilizou nosso predileto, o Tortelini Tricolor da Dona Benta e, ao invés de fazer o molho branco que ele está acostumado, ele resolveu fazer um vermelhinho especial.

Na cabeça dele, macarrão com molho vermelho só ficava bom se fosse à bolonhesa. Mas eu sempre disse a ele que, desde pequena estou acostumada a comer macarrão ao sugo e sempre gostei.

Mas eis que ele resolveu abrir espaço em seu coração para o molho vermelho. Mas ainda assim não foi só o molho: ele teve que dar um toque especial ao Salsaretti. Ele acrescentou fatias de presunto e queijo picados, temperos e voilá, ficou espetacularmente delicioso!
____
Strogonoff de FrangoStrogonoff de Frango com Arroz Integral

Olha ele aí outra vez!

Desta vez só postei a foto para mostrar o capricho, o carinho e, é claro, o vinho!

Ah, mas desta vez o Strogonoff ficou um pouquinho diferente, pois o Bom Marido estava sem seu ingrediente especial e secreto…

(Ah, secreto coisa nenhuma, vou contar: ele gosta de acrescentar ao molho aquela sopinha em pó da Vono, sabor champignon! Se não me engano ele coloca uns dois pacotinhos e fica muito bom!)

Só mesmo o Bom Marido para fazer Strogonoff para sua Boa Esposa em plena quinta-feira e com direito a uma boa taça de vinho tinto!

::: Dica: Vinho Gato Negro – Carmenere. Um vinho leve, frutado, de fácil degustação e que acompanha muito bem qualquer momento. E nós adoramos!

____
Bolo de Banana

Bolo de Banana com Aveia

Ai, gente! Que fofo! O Bom Marido quis retribuir as vezes em que fiz Torta de Banana (receita da Mamãe) para ele, então ele fez Bolo de Banana (receita da Sogrinha) para mim!

Que mimo!

Eis a receita da Sogrinha e com as bananas que nasceram no quintal da casa dela:

::: Como ele fez:

Ele bateu 1/2 xícara (chá) de margarina com 2/3 xícara (chá) de açúcar mascavo. Acrescentou 2 ovos, 1 xícara (chá) de banana amassada e bateu mais um pouco. Em seguida ele colocou 3/4 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 1/3 xícara (chá) de aveia, 1 pitada de sal, 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio e bateu tudo até ficar homogêneo.

Ele colocou a massa em uma forma untada e enfarinhada e fez uma espécie de farofa para a cobertura, usando 3/4 xícara (chá) de aveia, 1/3 xícara (chá) de açúcar mascavo e 2 colheres (sopa) de margarina. Foi só misturar tudo e polvilhar sobre a massa e levá-la para assar em forno preaquecido (170º) por cerca de 35 ou 40 minutos.

Assim que esfriou, nós devoramos!

Nham!
Torta de Banana com Aveia

____
Peixinho na conchinhaPeixe na Conchinha

Gente! Que receita incrível!

Mais uma obra de arte culinária que Meu Príncipe Encantado aprendeu a fazer com minha Sogrinha: É o Peixe na Conchinha!

Eu já havia provado essa iguaria quando a própria Sogrinha fez. Achei maravilhoso! E desta vez também estava uma delícia, afinal o Bom Marido aprendeu a fazer direitinho.

Vamos ao basicão da receita:

::: Como ele fez:

Ele grelhou e desfiou filézinhos de peixe (já temperados) e os colocou em um molho branco caseiro que ele fez. Depois ele espremeu um limão, misturou tudo, colocou na conchinha, polvilhou com farinha de rosca de levou para assar.

Só sei que foi assim!

Foi minha própria Sogrinha que deu essas conchinhas de presente para seu filhote. São tipo aquelas de plástico, usadas para as famosas Casquinhas de Siri. Sem dúvida, ficam um charme na hora de servir esse peixinho como entrada!

E para beber, olha o Gato Negro ali outra vez!

____

É sempre muito bom celebrar a vida, celebrar os momentos, celebrar o amor…

Independente de data ou ocasião especial, a comida sempre une as pessoas e marca épocas importantes em nossos corações.

O carinho de preparar algo especial para alguém ou até mesmo receber esse tipo de mimo reforça ainda mais os laços de amor, respeito, cuidado e união.

Vamos praticar?

😉
____

Sessão: Macho & Fogão (pte. 11)

Nham! Sentiram saudades das gororobas do Bom Marido?

Eis que elas estão de volta, mas quem quiser relembrar as anteriores, eis os links:

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 10)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 9)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 8)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 7)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 6)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

____

Frango com creme, fritas e saladaFrango com Creme de Leite, Fritas e Salada

Sem segredo! Na mesma frigideira onde o frango foi grelhado na manteiga, é só retirar o frango, colocar o creme de leite, misturar bem, devolver o frango para a frigideira e pronto!

É claro que o Bom Marido conserta o tempero, ajusta aqui, ajusta ali até ficar ideal ao nosso paladar apimentado. Mas esse franguinho com creme é sempre uma pedida prática para o almoço ou o jantar.

As batatas fritas são de praxe. Já a salada com aceto balsâmico e pimenta do reino só eu que aprecio!

Mas cá para nós… Molhar a batatinha nesse molhinho é a melhor parte da refeição!

____

 Torta de frango da mamãeTorta de Frango da Mamãe

Agora é pra valer! Comecei a me interessar mais pelo fogão e, para surpreender o Bom Marido, resolvi tentar fazer, 100% sozinha, esta deliciosa Torta de Frango – receita da minha ilustre e maravilhosa mamãe.

Tudo bem que o liquidificador é meio fraquinho e não me ajudou muito, mas deu tudo certo. Ficou uma delícia.

Da próxima vez eu tento fazer de forma que a massa fique mais leve e aerada. Talvez eu deva bater a massa em partes, de pouquinho em pouquinho até dar certo…

E que a sogrinha não saiba, mas eu quase explodi o liquidificador que ela comprou com tanto carinho para seu filhote!

Heita!

Confira a receita:

::: Recheio: Cozinhe 1 peito de frango com 1 tablete de caldo de galinha. Desfie-o e reserve. Em uma panela média, coloque uma colher(sopa) de azeite e frite bem 1 cebola média picada. Acrescente o frango desfiado, 2 tomates médios picados, 1/2 pimentão picado e temperar à gosto com pimenta do reino, sal, colorífico, e um envelope de Sazon (opcional). Acrescente outros temperos, se quiser. Eu, por exemplo, coloquei pimenta calabresa e estragão também. Reserve o recheio.

::: Massa: No liquidificador coloque 3 ovos, 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 2 xícaras (chá) de leite, 1 xícara (chá) de óleo, 1 pacote (50g) de queijo ralado, 1/2 colher (sobremesa) de sal, 1 colher (sopa) de fermento químico + 1 pitada de bicarbonato de sódio e 1 caixinha de creme de leite. Bata tudo muito bem até ficar um mingau grosso, não muito mole.

::: Montagem: Coloque metade da massa em uma forma untada e enfarinhada. Coloque todo o recheio. Cubra com um pouco de requeijão cremoso (opcional) e cubra tudo com a outra metade da massa. Leve para assar em forno preaquecido (180º) e assar por aproximadamente 45 minutos.

Sirva quente ou fria!

____

Omelete à 4 mãosOmelete à Quatro Mãos

Sem piadinhas, nem trocadilhos. Eu ia comentar que fizemos essa omelete de quatro, mas isso não seria muito bem interpretado pelas pessoas! hehe

A verdade é que eu botei quebrei três ovos em uma tigela, dei uma leve batida e acrescentei cerca de uma xícara (chá) de tomate picado, duas colheres (sopa) de milho verde em conserva, duas a três fatias de presunto picado e levemente frito pelo Bom Marido, meio pacote de queijo ralado, pimenta do reino, pimenta calabresa, meia cebola picadinha, sal e estragão! Misturei tudo muito bem e passei a bola para meu amado fritar!

O certo seria a gente pegar uma frigideira, colocar um pouco de óleo ou manteiga e fritar. Mas como já havia uma frigideira onde ele havia acabado de fritar umas linguiças de frango, resolvemos cometer um crime e aproveitar aquele óleo que ficou no fundinho.

O resultado ficou interessante, mas da próxima vez vamos fritar em óleo novo mesmo!

____

Filé de Peixe com purê de batata e espinafreFilé de Peixe com Purê de Batata e Espinafre

Não existe nada mais prático do que um purê de batatas!

O que não deve ser prático de fazer é esse espinafre batido que minha sogrinha sempre traz para a casa do Meu Amado. Vira e mexe ele abre o congelador e encontra uns pacotinhos por lá!

Muito bom! Preciso aprender a fazer essa parada.

Só sei que o Bom Marido cozinha umas batatas, amassa, coloca o espinafre descongelado e mistura tudo linda e cremosamente!

Nham! O filezinho de peixe temperado com sal e pimenta do reino e grelhado na manteiga só vem para abrilhantar o prato!

____

Strogonoff de frango com arroz integral e batata palhaStrogonoff de Frango com Arroz Integral e Batata Palha

Sem dúvida esse prato já passou por aqui umas 4 ou 5 vezes, pois estamos na 11ª Sessão: Macho & Fogão e eu não canso de postar o Strogonoff do Bom Marido.

É que eu acho tão bonito! E fora isso é um dos pratos que ele gosta muito de fazer e um dos que ficam mais saborosos também. Então sempre que ele faz e eu tiro foto, eu posto aqui!

O diferencial deste prato não está em nenhum ingrediente do Strogonoff, nem no arroz integral, mas sim na batata palha que ele mesmo inventou de temperar.

A gente sempre comprava a Batata Palha Temperada Yoki no Carrefour. Mas como o Bom Marido passou a fazer as compras maiores somente no Atacadista Roldão, a batata palha mais em conta que tem lá é a Lucky (Torcida), que não é temperada.

Então ele mesmo coloca no pacotão: pimenta do reino, pimenta calabresa, estragão e mais algum tempero que estiver em mãos, sacode bem e, voilá! Batata Palha temperada em casa!!!

____

Pudim de Jack Daniel'sPudim de Jack Daniel’s

Certa vez fizemos outra uma deliciosa Torta de Jack Daniel’s (o Whisky predileto do Bom Marido), mas eis que nos deparamos com uma receita de Pudim de Jack Daniel’s e resolvemos experimentar.

Aproveitamos a visita dos nossos pais em um almoço de domingo e fizemos a sobremesa. Quando vimos, estávamos em 4 fazendo o pudim e loucos de ansiedade de vê-lo pronto.

Eu preparei a massa, Meu Amado ralou a casca do limão e providenciou o Whisky. Já minha mãe e minha sogrinha ficaram no fogão fazendo a calda! Que time, hein?

Só sei que o pudim saiu assim achatado e quadrado, pois descobrimos que NUNCA tivemos uma forma de pudim, portanto tivemos que improvisar com as duas forminhas de bolo inglês que, agora sim foram úteis para alguma coisa!

Todo mundo fazendo o pudim de Jack Daniel's!E não é que o pudim ficou uma delícia? Vejam a receita:

::: Ingredientes: 1 lata de leite condensado, a mesma medida de leite, 3 ovos, 200g de açúcar, 3 doses de Jack Daniel’s e 1 limão.

::: Modo de preparo: No liquidificador colocar o leite condensado, o leite, o whisky, os ovos e bater até ficar bem homogêneo. Ralar a casca do limão e acrescentar à mistura. Enquanto isso, preaqueça o forno a 180º e faça o caramelo do pudim: colocar o açúcar em uma panela (ou diretamente na forma de pudim) e deixar dissolver, sem mexer. Colocar a massa em cima do caramelo e assar o pudim em banho-maria por cerca de 40 minutos. Espete uma faca no pudim e, se sair seca, está pronta. Se não estiver, deixe por mais 5 ou 10 minutos. Antes de servir, coloque para gelar.

____

Macarrão colorido com frango e molho brancoMacarrão Colorido Vapt-Vupt

Fim de domingo… Aquela ligeira fome batendo… Mas nada que exigisse um jantar pesado, afinal o almoço de domingo é sempre tarde. Então vamos a um macarrãozinho delicioso e fácil de fazer.

Com um pacote de Tortelini Tricolor Dona Benta, um pacote de Molho de Pimenta Verde Knorr, uma caixinha de creme de leite, meio peito de frango desfiado e alguns temperos, o jantar está deliciosamente garantido!

Uma dica: umas boas gotas de Tabasco na hora de servir dão um toque especial ao jantar!

Nham!

____

Gostou?

Então fique à vontade para deixar comentários e sugestões gastronômicas para nós!

CSUBM_Capafinal_2013a____

Quer saber como adquirir um exemplar do livro Como ser um Bom Marido? Então clique AQUI!

Curta também a página do livro no Facebook: www.facebook.com/comoserumbommarido.

Até mais!

____

Sessão: Macho & Fogão (pte.10)

Eita que chegamos à 10ª parte da Sessão: Macho & Fogão, com as famosas e incrementadas iguarias preparadas pelo ilustre, talentoso e chef Bom Marido!

Quem quiser relembrar as anteriores, é só clicar nos links:

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 9)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 8)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 7)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 6)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

____

O ano foi 13, ímpar, mas vamos encerrar essa sequência com um número par, não é? Então sejam bem-vindos à 10ª postagem referente às gororobas do Bom Marido. E até 2014, com mais fotos suculentas e inspiradoras!

Obrigada por acompanharem todas as postagens até hoje! 😉

____

Peixe empanado e Arroz 3 grãosPeixe Empanado e Arroz 3 Grãos

Às vésperas de pescar com o Paizão e o Sogrão, o Bom Marido fez um jantarzinho para todos. Simples, mas muito saboroso.

O peixe que ele escolheu para empanar foi uma das espadas que ele trouxe das pescarias anteriores. O arroz 3 grãos é composto de arroz integral, arroz preto e arroz branco.

Por cima do peixe um molhinho da marca Heinz, sabor barbecue. Achei interessante, mas o Bom Marido, que possui o paladar um pouco mais exigente, prefere esse tipo de molho de outras marcas.

____

DSC05886Filé de Peixe Empanado com Fritas e Mostarda

Tem peixe no congelador? Tem. E batata para fritar? Sempre. Então, na hora da pressa o ideal é ter algo fácil e prático de preparar.

Dica simples: o Bom Marido já deixa os filés de peixe prontinhos no congelador. Assim que ele chega da pescaria ele já limpa os peixes, congela alguns inteiros e outros ele retira toda a pele e a espinha, corta em filezinhos, armazena-os em saquinhos (geralmente de dois em dois) e os coloca no congelador.

Filé de peixe empanado com fritasQuando vai preparar a refeição, ele descongela um saquinho de filé, tempera com sal e pimenta do reino, passa na farinha e frita na margarina, de preferência sem sal.

Fish and Fries. Uma combinação perfeita que aceita mostarda, maionese, catchup, Tabasco e o que mais você quiser acrescentar!

____

Filé de frango com arroz pretoFilé de Frango Grelhado com Molho de Requeijão e Arroz Preto Ruzene

Só para relembrar! Filé de frango grelhado todo mundo já conhece. O Arroz Preto Ruzene feito com margarina e curry também. E o famoso molho de requeijão com cebolinha, nem se fala!

Mas já que na iguaria anterior eu postei uma dica, para esta aqui vou postar também: Para economizar, o Bom Marido compra vários quilos de peito de frango no açougue. Chegando em casa ele desossa os peitos de frango, corta-os em filés e os armazena em saquinhos (também de dois em dois) e os congela.

Ao preparar, basta descongelar um saquinho, temperar à gosto e fritar em um pouco de margarina.

E, claro, o molhinho de requeijão com cebolinha dá um toque mais do que especial!

____

Banana com Nutella Banana com Nutella

Mais uma dica rápida. Desta vez, trata-se de uma sobremesa.

Basta ter alguma fruta macia e um pote de Nutella! Neste caso a fruta escolhida foi a banana, que combina com tudo!

O Bom Marido gosta de comer banana com mel e aveia, ou mel e Neston, ou só a banana com açúcar mascavo.

Super prático e nutritivo!

____

Sopa de cerefólio e torradinhasSopa de Cerefólio e Torradinhas de Pão Caseiro

Mãe é mãe, não é? E no meu caso eu posso dizer também: Sogra é sogra!

Sempre que possível, minha sogrinha prepara alguns tipos de sopa, congela em potinhos de margarina e leva para a casa do seu filhote, o Bom Marido, para ele consumir sempre que bater aquela leve fominha à noite.

O tal do cerefólio ou cerefolho (cerfeuil) é uma erva encontrada na Europa parecida (fisicamente) com a salsa. Tem um sabor bem suave e pode ser usada em sopas, molhos e cremes. É um ingrediente indispensável na culinária francesa.

Essa sopinha que a sogrinha fez merece um capítulo especial, com direito a dicas e a receita propriamente dita (isto se ela quiser revelar o segredo!) e fica uma delícia com as torradinhas de pão caseiro que o Bom Marido faz!

Supimpa!

____

Panquecas Panquecas Americanas e Maple Syrup

Perdemos a receita das panquecas que fizemos da outra vez com base na receita do Edu Guedes, mas graças à internet encontramos outra receita (até mais prática) e mandamos bala!

Ops, digo… O Bom Marido mandou bala, pois da vez que tentei fazer panquecas na casa de Mon Amour foi uma tremenda tragédia, mas ainda bem que ele entrou em ação e salvou as panquecas! Relembre esse fato clicando AQUI.

O Maple Syrup ainda é aquele que eu trouxe do Canadá. Snif! Quero voltar para lá… Não só pelo maple syrup , mas também por todas as outras coisas maravilhosas que existem lá! rs

Mas voltando às panquecas, nada melhor do que servi-las com um delicioso e indispensável café. E pronto! O lanche está garantido!

Obs.: Quem não tem Maple Syrup pode comer as panquecas com mel, xarope de glicose, sorvete, chocolate, chantilly ou outro creme à gosto! O divertido mesmo é comer panquecas!!! \o/

____

Arroz, feijão e filé de peixeArroz, Feijão, Filé de Peixe e Filé Miau, Ops!

Uma semana antes do lançamento do livro “Como ser um Bom Marido”, fui até o Mercado Municipal com meu Papai e meu Amado. Fui ver uns quitutes, umas amêndoas e uns petiscos para servir no lançamento. Nem comemos nada por lá, pois estava lotado, estávamos com pressa e ainda tínhamos que passar no Roldão Atacadista, para comprarmos mais umas coisinhas, em especial os refrigerantes para o dia do lançamento.

Filé Miau!Chegando à casa do Bom Marido, ele fez um arrozinho básico, descongelou um potinho de feijão e fez, rapidamente, uns filezinhos empanados de peixe. Uma delícia! Meu pai até tomou uma cachacinha para acompanhar! 😉

E olha só, até o Lucky quis participar do almoço com a gente!

Um fofo, né? *.*

____

Chocolate Goldkenn - Jack Daniel'sChocolate Goldkenn – Jack Daniel’s

Passear pelo Mercado Municipal tem lá suas vantagens!

A gente encontra coisas que não costuma encontrar nem nos empórios da vida.

No mesmo dia em que fui lá com meu Papai e meu Príncipe Encantado, resolvi presenteá-los com umas cervejas diferentes. No mesmo lugar onde comprei as tais cervejas, comprei uma barrinha de chocolate Goldkenn em uma versão curiosa: Jack Daniel’s.

Jack Daniel’s é o whisky predileto do Bom Marido. Por isso fiz questão de comprar esse mimo para ele.

Testado e aprovado! 😉

____

Café da manhã na camaCafé da Manhã na Cama

Está mais do que comprovado. Café da manhã na cama anima qualquer pessoa a ter um dia mais disposto e feliz.

Sempre é o Meu Amado quem me traz as refeições na cama, mas de vez em quando eu faço questão de preparar o café para ele.

E nem precisa ter muita coisa. Um pão, um bolo (no caso um pedação de panetone), umas torradas, um cereal, um café, uma fruta… Dá para incrementar a bandeja com duas ou três iguarias que o casal gosta de comer e… voilá! É só saborear e encarar o dia com muito amor e alegria! ^^

____

Tralharim ao molho branco com friosTalharim ao Molho Branco com Presunto

Taí uma combinação perfeita: massa e vinho.

É chique, é fácil de fazer, é saboroso e (quase) todo mundo gosta.

Eu adoro!

E o Bom Marido preparou um talharim ao molho branco com presunto (que ele dá uma leve fritada antes de acrescentar ao creme de leite), temperos à gosto e um toque de orégano por cima, para enfeitar.

O vinho que abrimos para acompanhar essa massa foi o Santa Helena – Carmenere, que eu comprei de presente para o Meu Amado há alguns meses.

Uma delícia esse vinho. Com certeza nós recomendamos!

____

Espaguete integral com molho brancoEspaguete Integral com Molho Branco

Sabe o molho branco da receita anterior? Pois então! Sobrou bastante e, como a gente faz de tudo para não desperdiçar alimentos, o que eu acho muito feio, vindo de algumas pessoas, então resolvemos reaproveitá-lo para mais uma refeição, desta vez o jantar de comemoração aos nossos 3 anos de namoro (29/12/2013).

Eu adoro macarrão integral. E esse espaguete combinou muito bem com o molho branco com presunto e especiarias.

E sabe o vinho? Então! Também sobrou e resolvemos finalizar a garrafa, brindando os nossos 3 anos juntos!

E que sejamos muito felizes e possamos comemorar muitos outros aniversários de namoro/casório. E claro, com mais guloseimas apetitosas para eu continuar postando por aqui!

E até a próxima!

😉

____

Já viu o livro “Como ser um Bom Marido”? Não? Então veja:

ComoserumBomMarido_PagSeguro

Sessão: Macho & Fogão (pte. 9)

Ufa!

Agora que as coisas estão um pouco mais tranquilas, resolvi tentar retomar as postagens da Sessão: Macho & Fogão, partindo agora para a 9ª parte, repleta de gororobas deliciosas preparadas pelo ilustre e magnânimo Bom Marido!

As anteriores estão listadas logo abaixo, vejam:

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 8)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 7)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 6)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

E lá vamos nós!!!

Filé de frango com molho de creme de leite, feijão e batatas felizes!Filé de Frango com Molho de Creme de Leite, Feijão e Batatas Felizes

Hmmm! Já começamos bem! A começar pelo filé de frango deliciosamente temperado com esse incrível molho de creme de leite, pimenta do reino, estragão e outras especiarias! O Bom Marido faz o molho aproveitando o fundinho da frigideira onde o frango foi frito, na manteiga!

Só as batatinhas felizes (que o Meu Amado faz no forno) já bastavam para acompanhar o franguinho, mas como ultimamente ele tem feito bastante feijão*, acabou colocando-o junto, neste prato.

* Meu Amado sabe que eu amo feijão e, por problemas de saúde, preciso comer muitos alimentos ricos em ferro, então ele tem feito de tudo para me agradar nesse sentido, seja fazendo feijão, lentilha e até mesmo fígado, conforme eu postei na Sessão: Macho & Fogão (pte. 7)!

____

Filé de Frango grelhado e Purê de Batata com Espinafre Filé de Frango Grelhado com Purê de Batata com Espinafre

Falando em alimentos ricos em ferro, o Bom Marido gostou tanto de fazer purê de batata com espinafre, que desta vez ele caprichou nesse ingrediente! Na verdade é a minha querida Sogrinha Anita que prepara o verdinho e deixa várias porções no congelador do Meu Amado. Pelo que eu sei, ela ferve o espinafre, bate tudo no liquidificador, refoga com alguns temperos e depois congela.

Meu Amado só tem o trabalho de fazer o purê de batatas, acrescentar o espinafre e mais alguns temperos, se necessário. Esse purê fica uma delícia com um filezinho de frango grelhado e temperado no capricho pelo Bom Marido!

Hmmm! É simples, mas delicioso, assim como todas as outras comidinhas que ele prepara para mim! ^^

____

Peixe assado na folha de bananeiraPeixe Assado na Folha de Bananeira

Situação: domingo em família

Almoço: churrasco

Ideia do Thierry: assar uns pedaços de peixe na folha de bananeira

Peixe: Espada

Agradecimento ao querido Sogrinho Joseph, por ter trazido uma gigantesca folha de bananeira só para o Meu Amado recortar uns pedacinhos e fazer as trouxinhas com os filés de espada dentro!

E não é que ficou bom? Ah! Peixe é sempre bom!

____

DSC05454 Frango Assado com Casquinha Crocante, Molho de Requeijão com Cebolinha e Arroz Preto

Eu nunca havia comido um frango assado desse jeito antes. Deliciosamente temperado e com uma casquinha crocante que dá água na boca só de lembrar. Acho que minha Sogrinha passou a receita secretamente para Meu Amado, pois o franguinho assado dela também fica crocantíssimo assim!

E para acompanhar, o incrível e indiscutível Arroz Preto (da marca que a gente prefere: Ruzene) que o Bom Marido faz com manteiga e curry! E além disso, tem também aquele famoso molhinho de requeijão e cebolinha que eu adoro, em cima do franguinho. Supimpa!

____

Batata Assada com Molho de Requeijão, Batata Palha e Arroz PretoBatata Assada com Molho de Requeijão, Batata Palha e Arroz Preto

Quem se lembra da deliciosa Batata Assada que eu já postei várias vezes aqui? Pois bem! O Bom Marido, sempre que possível, faz essa maravilhosa batata para mim. O molho de requeijão com cebolinha não pode faltar. E a batata palha por cima também não!

A variação está no acompanhamento (e de vez em quando na combinação de temperos do molho, ora mais apimentado, ora mais suave). Desta vez o Arroz Preto Ruzene, feito com manteiga e curry foi o acompanhamento escolhido pelo Meu Amado para este prato. Divino!

____

Macarrão Parafuso Colorido com Molho Branco, Pimenta e PresuntoMacarrão Parafuso Colorido com Molho Branco, Pimenta e Presunto

Até o Lucky se impressionou!

Macarrão Parafuso Colorido. Adoro! O Meu Amado sempre faz com molho branco ou com aquele molho apimentado da Knorr que a vovó dele traz da Espanha.

Para o molho, Meu Amado fritou o presunto na manteiga e depois acrescentou creme de leite, pimenta e estragão. Depois foi só acrescentar ao macarrão e, pra variar, levar para a gente na cama, em uma bandeja.

E toda vez que ele faz isso, o Lucky já pula desesperado em cima da cama querendo participar do banquete também. Tadinho! Fica só lambendo os bigodes!

____

Lentilha, Filé de Frango e Batatas FritasLentilha, Filé de Frango e Batatas Fritas

Se tem batata, não tem arroz. Essa é a lógica do Meu Amado. Por isso ele faz filé de frango com lentilha e batata frita sem se preocupar se vai combinar ou não!

Para o brasileiro isso pode parecer estranho, mas até que fica bom. Eu acho incomum, afinal na minha casa sempre que tem feijão ou lentilha, o arroz está junto, nem que seja uma só colheradinha para dizer que está ali acompanhando firme e forte o amigo feijão (ou a amiga lentilha)!

E falando em lentilha, depois que minha preciosa Mamãe passou a receita e as dicas, o Bom Marido resolveu fazê-la com frequência. E ele está se aprimorando cada vez mais. Prova de que sem prática não se chega à perfeição! hehe!

____

Filé de frango com molho de requeijão, cebolinha e pimenta, batatas fritas, brócolis e cenoura!Filé de Frango com Molho de Requeijão, Cebolinha e Pimenta, Batatas Fritas, Brócolis e Cenoura

Nem dá para ver o filé de frango ali soterrado embaixo dos brócolis e do molho de requeijão! Mas ele está ali! Filé de frango grelhado, coberto com molho de requeijão temperado com cebolinha e pimenta! Hmmm.

Para acompanhar, batatas fritas, brócolis e cenoura refogados. E para arrematar, pimenta Tabasco em cima de tudo isso que o Bom Marido preparou! Ops, mas a cenoura e o brócolis foi a querida Sogrinha que fez e deixou no congelador do Meu Amado. Pena que ele não é fã de legumes assim. Mas eu sou! E eu comi tudo e adorei! 😉

Nham!

____

Bom, esta foi a 9ª parte do apanhado de gororobas que o Bom Marido preparou com tanto carinho para mim!

Espero que tenham gostado!

E aguardem as próximas!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 6)

E vocês pensam que a comilança acabou?

Claro que não!

Vamos à mais uma sessão das gororobas do Bom Marido!

Querem relembrar as anteriores? Então acessem:

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

____

E agora vamos às iguarias:

Macarrão Integral com Molho EspecialMacarrão Integral com Molho Especial

Além do arroz integral, descobri que também sou louca por macarrão integral. E esse espagueti integral que o Meu Amado preparou com muito carinho merece uma salva de palmas!

Ah, o molho? Bom, como de costume, o Mr. Gororoba resolveu fazer uma mistura de Molho de Pimenta Verde Knorr (aquele pacotinho que a vó dele traz sempre da Espanha, rs) com molho branco (da marca Masterfoods), peito de frango desfiado e mais pimenta (do reino, branca, calabresa…).

Dá até para confundir com uma daquelas massas maravilhosas servidas nos restaurantes da rede Spoleto! Nham!

____

Cebolas empanadas - Dia dos Namorados 2013 Cebolas Empanadas

Essa maravilha já apareceu por aqui quando eu fiz a postagem do Dia dos Namorados, mas segue a receita novamente para que todos possam aprender:

Pegue a maior cebola que encontrar, descasque e corte fora a tampa e a raiz. Depois corte a cebola em 18 ou 32 pedaços como se estivesse cortando uma pizza, mas sem chegar até o fim da base da cebola. O ideal é deixar uns 2 centímetros de base. Coloque a cebola na geladeira por cerca de 2 horas, retire e abra-a cuidadosamente para soltar os gomos.

Empane a cebola com uma mistura de meio quilo de farinha de rosca, pimentas à gosto, sal e tomilho (o Bom Marido coloca curry também). Deixe cair bastante farinha entre os gomos da cebola. Retire o excesso e mergulhe a cebola de cabeça para baixo em uma mistura feita com 1 litro de leite e 2 ovos.

Polvilhe com o restante da mistura de farinha, tire o excesso e frite o cebolão de cabeça para baixo por 2 minutos em uma panela onde seja possível que o óleo cubra toda a cebola. Com uma espumadeira, gire a cebola e frite-a, agora de cabeça para cima, também por 2 minutos. Frite novamente a cebola de cabeça para baixo por mais 2 minutos e retire da panela, deixando-a escorrer em um prato com papel toalha.

Para servir, basta tirar o miolo com uma faca e colocar um potinho com o molho de sua preferência. Pode ser uma mistura de maionese com alho amassado, molho rosé ou qualquer outro que você inventar!

____

Pastelzinho de Frango e Anéis de Cebola Pastelzinho de Frango e Anéis de Cebola

Muito fácil e muito prático de fazer!

Seguinte, vá ao supermercado (sério!) e compre uma embalagem de Rap 10 da Pullman (nós gostamos da versão integral, mas pode ser qualquer uma)!

Faça um recheio de frango desfiado com champignon e os temperos de sua preferência e reserve.

Recheie seu Rap 10 formando um pastel meia lua. Para fechar a massa, pincele a beirada com clara de ovo. Leve ao forno até a massa ficar dourada e depois é só servir com batatas fritas ou anéis de cebola, como o Bom Marido fez!

Meu Amado adorou a experiência de fazer cebolas empanadas, então ele resolveu usar o mesmo procedimento, porém com a cebola em formato de anéis. Ficou bem mais divertido, mais crocante e mais fácil para comer!

Experimentem!

____

Tortinha de Presunto e Queijo com Molho de TomateTortinha de Presunto e Queijo com Molho de Tomate

Vejam só mais uma ideia para fazer com o Rap 10 da Pullman!

O Bom Marido fez um molho de tomate bem acebolado, passou no Rap 10, colocou bastante queijo e presunto, fechou e levou ao forno até derreter o queijo.

Outro dia eu tentei colocar o Rap 10 naquela sanduicheira de fazer misto quente e não é que ficou bom também?

Até quem não é um magnífico chef como o Meu Amado consegue se virar na cozinha com um produto desse!

É Rap 10 mesmo! E o sabor é supimpa!

____

Tortellini Colorido Gratinado Tortelini Tricolor Gratinado

Ma che bello!

Amore Mio fez um delicioso macarrão gratinado no dia em que minha irmã veio jantar conosco!

Ele cozinhou um pacote de Macarrão Tortelini Tricolor Dona Benta e fez um molho branco misturado ao Molho de Pimenta Verde Knorr (aquele que só tem na Espanha, rs) e temperou com pouco sal e pimentas à gosto. Para ficar mais cremoso ele adicionou queijo parmesão ralado.

Depois ele misturou o macarrão com o molho, colocou em um refratário grande e levou ao forno para gratinar.

Nem preciso dizer que minha irmã e eu adoramos esse jantar especial preparado pelo Meu Príncipe Encantado, não é?

É uma ótima sugestão para esse friozinho, principalmente se for acompanhado de um bom vinho!

____

Bolo de Chocolate com Creme de MaracujáE agora vem um momento exclusivo e inimaginável na face da terra:

As Experiências Gastronômicas de Elaine Oliveira!

Isso mesmo! Euzinha encarando a cozinha!

E querem saber se deu certo?

Sim!!! Deu certo!

Ainda que o Bom Marido tenha me dado uma mãozinha, eu fiz tudo praticamente sozinha. Vamos ver?

____

Bolo de Chocolate com Creme de Maracujá

Pequei essa incrível receita no site M de Mulher, afinal eu precisava fazer um bolo bem caprichado para uma ocasião para lá de especial: o aniversário da minha Mamãe!

Aniversário da Mamãe. Bolo feito por mim! ^^Foi a primeiríssima vez em que eu fiz um bolo de aniversário em toda a minha vida. E eu só fiz porque era para ela, afinal Mamãe faz tudo por mim e desde que engatei um romance firme com o Bom Marido, ela tem feito muitas coisas para ele também, hehe! Por isso ela mais do que merece esse carinho.

E graças ao M de Mulher eu fiz esse bolo incrível que todo mundo adorou!

O problema é que estou sendo intimada a fazer um bolo novamente, mas acho que vou testar outras receitas primeiro, hein? Que tal?

____

Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate

Receitinha básica da mamãe, principalmente a cobertura, que NÃO deve ir ao fogo como vejo muitas pessoas fazendo. Os ingredientes devem ser misturados e derramados em cima do bolo ainda quente!

Bem fácil de fazer (se até eu consegui!), vejam a receita do Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate:

Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate::: Massa: 3 cenouras picadas, 4 ovos, 1 xícara (chá) de óleo, 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 2 xícaras (chá) de açúcar e 2 colheres (sopa) de fermento. No liquidificador bata as cenouras, os ovos e o óleo. Em uma tigela misture a farinha, o açúcar e o fermento. Junte a mistura do liquidificador à mistura da tigela e misture bem. Coloque em forma untada e leve pra assar.

::: Cobertura: 10 colheres (sopa) rasas de açúcar, 2 colheres (sopa) de achocolatado Nescau (vai por mim, com Toddy não fica bom!), 2 colheres (sopa) de leite e 2 colheres (sopa) de manteiga. Misture tudo muito bem. Faça furos no bolo com um garfo e coloque a cobertura em cima do bolo ainda quente.

O meu não ficou 100% igual ao da mamãe porque eu deveria ter caprichado mais nos furos do bolo. Mamãe costuma espetar o garfo e alargar o furo movendo o garfo para frente e para trás. Eu só espetei o bolo sem alargar os furos, por isso a cobertura não penetrou tanto. E isso me deixou bem chateada. Da próxima vez eu já sei que o segredo é o tamanho do buraco, ora essa!

Quem comeu disse que estava uma delícia, mas eu ainda assim prefiro o da minha mãe, não tem jeito!

____

Torta Deliciosa de FrangoTorta Deliciosa de Frango

Mais uma receitinha supimpa que eu peguei da Mamãe. Motivo? Bom, das últimas vezes em que o Meu Amado foi pescar em alto mar com meu Papai, ele teve a chance de experimentar a deliciosa torta de frango que Mamãe sempre faz para o maridão levar na pescaria. É prática, é completa, é gostosa e evita que o pescador perca tempo montando lanche com as mãos sujas de sardinha!

O Bom Marido havia pedido a receita da torta, mas eu achei bacana eu mesma fazer para ele, em um gesto de carinho e agradecimento por tudo o que ele faz por mim.

E ele gostou? Adorou!

Mal vejo a hora de fazer outra torta dessa, mas é preciso um item fundamental que (pasmem!) nós ainda não temos aqui na casa de Mon Amour: um LIQUIDIFICADOR!!! Porque bater massa de torta com um mixer até que funciona, mas não é muito eficaz e acaba sobrecarregando o aparelho. Saiu até fumaça, coitado!

Mas vamos à receita da Torta Deliciosa de Frango:

Torta Deliciosa de Frango::: Recheio: 1 peito de frango cozido em 2 tabletes de caldo de galinha e desfiado, 1 cebola picada, 2 dentes de alho amassados, 4 tomates sem pele, 3 colheres (sopa) de óleo, pimenta e sal à gosto, ½ copo de leite, 2 colheres (sopa) de farinha de trigo, 2 colheres (sopa) de salsa picada, ½ pimentão picado (opcional) e 10 azeitonas sem caroço picadas (opcional). Refogue o frango com todos os temperos por 15 min. O molho deve estar ralo. Dissolva a farinha de trigo no leite e misture rapidamente ao recheio. Reserve e utilize depois de frio.

::: Massa: 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 3 ovos, 2 copos de leite, 50g de queijo ralado, ½ colher (sobremesa) de sal, 1 xícara (chá) de óleo, 1 colher (sopa) de fermento em pó e farinha de rosca para polvilhar. Bata todos os ingredientes no liquidificador, exceto a farinha de rosca, (se necessário acrescente um pouco mais de leite) até a massa virar um mingau grosso. Unte uma assadeira de alumínio retangular (número 3) com óleo. Espalhe metade da massa, salpique o recheio com o auxílio das mãos sem misturar à massa. Cubra com o restante da massa sem deixar nenhum ponto descoberto. Polvilhe com farinha de rosca e leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos ou até dourar. Temperatura: 175 graus. Corte em cubos e sirva ainda quente.

::: Dica 1: espalhe requeijão por cima do recheio, antes de cobrir com a segunda parte da massa. Fica incrível!

::: Dica 2: tudo bem que a torta é de frango, mas você pode substituí-lo por carne moída, atum, camarão… Basta usar a criatividade! 😉

____

Bom, essas foram as iguarias mais recentes que o Bom Marido e Eu fizemos!

Espero que tenham gostado!

E aguardem uma novidade bem bacana aqui no Como Ser Um Bom Marido!

Ai que ansiedade!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

Dando sequência a mais uma postagem de gororobas preparadas pelo Bom Marido, eis algumas das mais recentes!

Não se lembra das anteriores?

Então clique nos links:

::: Sessão Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

Agora vamos ao que interessa:

Torradas, Paté e Vinho do PortoTorradinhas com Paté de Smoked Salmon e Vinho do Porto.

O Bom Marido e eu não dispensamos um bom vinho, de vez em quando.

SeaChangeCanadáRecentemente, lembramos que havia restado uma latinha de paté que eu trouxe do Canadá. Um delicioso paté de Salmão Defumado da marca SeaChange.

Mon Amour havia guardado uma garrafa de Vinho do Porto Dom José – Ruby, da Real Companhia Velha e então, sem nenhum motivo em especial, decidimos degustar essas iguarias chiquetosas com as simples Torradas Integrais Bauducco!

____

Peixe Ensopado com Arroz e Fritas Peixe Ensopado com Arroz e Fritas

E olha o peixe ensopado aí outra vez!

Para quem não se lembra, a receita está no link: XLIX. “Tá nervoso? Vai pescar!” e quem ensinou o Bom Marido a preparar essa suculenta iguaria foi a minha querida e prendada Mamãe!

Além da receitinha do peixe ensopado, o Bom Marido ainda quer aprender a fazer um feijão igualzinho ao da minha mãe! Mas isso é um desafio para qualquer mortal, afinal ninguém faz uma comidinha tão mágica igual à dela.

As iguarias que o Meu Namorido prepara são ótimas, claro, mas quando o assunto é feijão, só minha mãe faz do jeito que eu gosto!

Mudando de assunto, alguém consegue enxergar um intruso guloso, curioso e comilão na foto ao lado? rsrs!

____

Prejereba Assada com Purê de BatatasPrejereba Assada com Purê de Batata

Falando em peixe, mãe e etc, Thierry e eu resolvemos fazer um delicioso peixe assado justamente na semana em que minha linda mamãe completou 53 aninhos!

Dissemos a ela que o Thierry queria finalmente assar a gigantesca Prejereba que ele havia pescado e convidamos os pais dele e os meus para um belíssimo almoço no Sábado, dia 27 de Abril.

Mamãe até ajudou Meu Amado a assar o peixão que ele havia temperado no dia anterior seguindo todas as orientações dela.

Além da Prejereba assada, degustamos também umas boas postas de Baiacu frito que minha mãe já trouxe temperado, além do acompanhamento do peixe: purê de batatas feito pelo mestre das batatas, o Bom Marido!

Bolo de Chocolate com Recheio de MaracujáPara surpresa de Mamãe, após o almoço colocamos na mesa um belíssimo bolo de Chocolate com Recheio de Maracujá que, pasmem, eu mesma que fiz!

Pois é. Resolvi botar literalmente a mão na massa.

Eu só fiz esse bolo por que foi para alguém muito especial: Minha Mamãe. Mas em breve eu conto detalhes dessa e de outras aventuras culinárias de minha parte. Aguardem!

Só sei que todo mundo adorou o bolo e minha mãe ficou muito contente com a surpresa. Ela não esperava que fôssemos comemorar o aniversário dela e muito menos que eu tivesse a coragem de fazer-lhe um bolo!

“Te amo, Mãe!”

____

Café com Chantilly e... Neston?Café com Chantilly e… Neston?

O Bom Marido adora inventar umas gororobas estranhas.

Certo dia eu perguntei a ele se já havia comido (ou tomado) Neston. Ele disse que não se lembrava. Aí eu fiquei doida! Disse que ele não teve infância, afinal todo mundo já comeu Neston (seja na fruta, seja no mingau, seja batido no leite) alguma vez na vida. Impossível ele não se lembrar disso!

Resolvemos comprar Neston para ele experimentar. Ele adorou e resolveu então coloca-lo em tudo o que via pela frente. No pão, na fruta, no sorvete, no leite, na sobremesa e até no café.

O resultado foi essa invenção aí ao lado: café com chantilly e Neston. Pode uma coisa dessas? rsrs

____

Omelete no Capricho! Omelete de Peito de Peru

Enquanto eu mexia os ovos com um garfo (do jeito que sempre vi Mamãe fazendo!), Meu Amado dava uma leve fritada em algumas fatias de peito de peru e mussarela picadas.

Acrescentamos cheiro verde, tomilho, pimenta calabresa e sal aos ovos, mexemos mais um pouco, colocamos o peito de peru e o queijo e enfrentamos a parte mais chata do procedimento: fritar tudo isso!

Temos aquela panelinha dupla, própria para omelete, que é só encaixar uma na outra e pronto, mas mesmo assim é difícil fazer omelete sem quebrar ou grudar. Ainda precisamos aprender os segredos ideais com minha mãe…

Mas fora isso, ficou supimpa. Como podem reparar ali na foto, tem até uma pimentinha Tabasco para incrementar! hehe

____

Batata Russa com Filé de FrangoBatata Russa com Filé de Frango

Alguém já viu rolando por aí uma foto de uma tal Batata Russa cuja receita é bem complicadinha de entender? Pois é… Minha irmã mostrou essa foto para Meu Amado e eu e  então nós dois resolvemos testar por aqui…

A princípio parece simples. É só pegar uma batata com casca e tudo, fazer uns cortes sem chegar ao fim da batata e rechear intercaladamente com pedaços de manteiga e pedaços de queijo (à sua escolha, mas a receita original sugere parmesão). Por cima da batata jogue pimenta, sal e alho à gosto. Leve ao forno pré-aquecido por cerca de 1 hora.

Retirar do forno, jogar um creme branco por cima (pode ser requeijão com cebolinha picada ou creme de leite, mas a receita original sugere o famoso Sour Cream*), polvilhar com queijo ralado e levar ao forno por mais uns 15 minutinhos.

Depois é só servir com carne ou um belíssimo filé de frango e voilá! Eis um criativo jantar!

____

Frango Assado com Salada Mista e Sour CreamAos curiosos de plantão, eis a receita do Sour Cream que fizemos em casa:

*Sour Cream

Misture 1 lata de creme de leite sem soro com 1 copo de iogurte natural, suco de 1 limão e meio e 2 colheres de leite. Depois dissolva meio envelope de gelatina sem sabor em um pouco de água quente e mexa bem até esfriar. Adicione a gelatina ao creme, mexendo bastante e acrescente sal e pimenta do reino à gosto. Deixe na geladeira por, no mínimo, meia hora antes de usar.

Dicas de consumo: além de colocar na tal batata russa, é possível usar o sour cream na salada, no lanche ou em cima de alguma carne.

Na foto acima, temos um crocantíssimo Frango Assado com Salada Mista e Sour Cream.

Simples, mas incrívelmente espetacular!

____

Bom, esta foi a 5ª parte da Sessão Macho & Fogão, estrelada pelo meu ilustre e magnânimo Bom Marido.

Espero que vocês tenham gostado das dicas!

Comentem aí se vocês tiverem dúvidas, elogios, sugestões ou reclamações, rs

Farei de tudo para atender a todos com muito carinho!

E bom apetite!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

Nossa! Faz tempo que não passo por aqui, hein?

Sentiram saudades das receitinhas do Bom Marido?

Não se preocupem. As deliciosas gororobas estão de volta!

(Reparem que algumas receitas são bem parecidas e aí alguém pode perguntar: “Por que você não deu uma variada no cardápio?” E o motivo é porque eu costumo colocar as receitas na ordem em que elas realmente foram feitas pelo meu Bom Marido e fotografadas por mim, OK?)

Confiram:

Frango Assado com Arroz Preto e Batata FritaFrango Assado, Arroz Preto e Batatas Fritas

Tem como resistir a esse jantarzinho feito no capricho pelo meu amado Bom Marido? Claro que não, né? Ainda mais quando ele faz esse Arroz Preto maravilhoso que eu comeria todo dia se não fosse tão caro! É, Ruzene, estamos de olho nos preços, hein?

O segredo do Meu Amado para o Arroz Preto é que ele o prepara com manteiga e curry! Fica inigualável!

E esse franguinho, hein? Não tem segredo nenhum, é só não abusar do sal!

____

Peixe Frito com Arroz 7 Grãos e FeijãoPeixe Frito, Arroz 7 Grãos e Feijão da Mamãe

Já mencionei em outra postagem o quanto o Bom Marido adora pescar, lembram? Quem tem memória de peixe, leia AQUI, rs!

Esse peixinho frito foi daquele primeira pescaria em alto mar que ele fez com seu ilustre e sábio sogro, ou seja, meu pai, claro!

Para fritar um peixinho é bem simples: deixar marinando no temperinho (sal, limão, alho, pimenta do reino), dar uma passadinha na farinha e jogar na panela com óleo.

Traindo um pouco nosso Arroz Preto Ruzene, o Bom Marido resolveu fazer o Arroz 7 Grãos Ráris, que por sinal ele fez com manteiga também.

O feijão… Bom o feijão a gente “importa” diretamente da minha casa, afinal o Bom Marido pode ser um maravilhoso e criativo “chef”, mas nunca fará um feijãozinho tão perfeito igual ao da minha mãe.

Quando a gente vai para a minha casa, a gente tem que pegar no freezer pelo menos um potinho do maravilhoso feijão que só ela sabe fazer!

Dica: Mamãe reaproveita os potes de margarina vazios. Ela os lava muito bem e, depois de secos, ela os usa para armazenar várias porções de feijão no congelador.

____

Peixe Assado e Batatas FritasPeixe Assado e Batatas Fritas (e também um feijão diferente ali no cantinho!)

Falando em potinho de feijão, outro dia minha mãe fez um feijão que o Meu Amado experimentou lá na terrinha de mamãe (Bahia) e adorou: o famoso Feijão Catador.

Ele aparece ali no cantinho, dentro de um potinho de Doriana. Super prático! Foi só colocar o potinho direto no microondas e já era!

Enquanto isso, meu amado assou um dos maravilhosos peixinhos que ele pescou e depois fritou umas batatinhas para acompanhar.

Peixe é bom de qualquer jeito e a gente adora!

____

Peixe ao Molho de Legumes e Arroz 7 GrãosPeixe ao Molho de Legumes, Arroz 7 Grãos e Batatas Fritas

Peixe, peixe e mais peixe.

Ah se Meu Amado fosse pescar todo mês! A gente nem precisaria comer outra coisa nessa vida! Que delícia!

Primeiro que, se ele pudesse pescar todo mês, já seria o homem mais feliz e desestressado da face da Terra, e segundo que peixe é gostoso, o preparo é rápido, é saudável e dá pra comer até cru!

Esse aí da foto está acompanhado por uma gororoba de cenoura (provavelmente feita pela mãe ou pela avó do Bom Marido), Arroz 7 Grãos Ráris e as infalíveis Batatas Fritas.

São três coisas que o Bom Marido não vive sem: Coca-Cola, Café e Batata Frita! Antes tinha mais uma coisa, mas graças a Deus ele eliminou da vida dele: o cigarro.

Uma vitória ele ter parado de fumar!!! Agora ele só precisava consumir menos Coca-Cola e comer mais verduras, saladas e cereais. Mas aí também já é querer demais.

____

Peixe ensopado, Arroz Preto e Batatas FritasPeixe Ensopado (à lá Mamãe), Arroz Preto e… pra variar, Batatas Fritas!

Era uma ocasião muito especial, afinal meus pais passaram o dia conosco na casa do Meu Amado e minha mãe aproveitou para ensinar a ele como fazer o incrível peixe ensopado que todo mundo come rezando!

Já postei a receita aqui antes, portanto quem quiser saber como é feita, por favor, clique AQUI.

Foi a primeira vez que meus pais experimentaram o Arroz Preto feito pelo Meu Príncipe Encantado. E eles adoraram!

Claro que o Bom Marido tem que fazer suas batatinhas fritas, com a desculpa de que molhar a batata no caldinho do peixe fica uma coisa extremamente divina!

E ele tem razão!

____

Peixe Ensopado, Arroz Preto, Rodelas de Batata e SaladaPeixe Ensopado, Arroz Preto, Rodelas de Batata e… Salada?

A receita do Peixe é a mesma da anterior. O Arroz Preto vocês estão cansados de ver por aqui.

O diferencial é a Batata que, desta vez, o Bom Marido fez em rodelas, na frigideira e a Salada, que é algo muito difícil de ser encontrado na casa do Meu Amado.

De vez em quando ele até come uma folhinha ou outra, mas tem que estar sem tempero algum. Só um tiquinho de sal e um limãozinho espremido de leve.

Menos mal. Pelo menos assim ele come!

Eu adoro salada. Quando Meu Príncipe vai ao supermercado comprar os fardos de Coca-Cola e renovar o estoque de pó de café, ele sempre lembra de comprar uma saladinha, pois sabe que eu gosto e preciso comer.

____

Bom, por enquanto é só!

Acumulei muitas gororobas para postar e agora vou ter que fazer a parte 5, a parte 6 e assim por diante…

Espero que esse post sirva de inspiração para os leitores que por aqui passam!

Bom apetite a todos!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

Torradas com Patés SeaChange Savouries Canada

Chegou o momento que todos esperavam!

Decidi reunir mais umas imagens das maravilhas gastronômicas que o Bom Marido (e eu) aprontamos ultimamente!

Deliciem-se!

Para começar, vamos falar do Arroz Sete Grãos Ráris.

Certa vez, o Bom Marido e eu fomos às compras e ficamos decepcionados por não termos encontrado o nosso querido, amado e já muito falado aqui Arroz Preto Ruzene. Resolvemos então experimentar o Arroz Sete Grãos da marca Ráris, afinal nos pareceu muito interessante uma embalagem conter Arroz Integral, Arroz Selvagem, Aveia Integral, Trigo Integral, Centeio, Cevada e, ufa, Triticale.

Eu adoro esse tipo de alimento repleto de fibras, que acaba sendo mais saudável e nutritivo. E, na minha opinião, é muito mais saboroso também.

Então, nos pratos a seguir, tanto o arroz preto quanto o arroz sete grãos aparecem bastante (percebam pelas imagens), assim como a indiscutível e sempre presente Batata Palha Temperada Yoki!

E falando nisso, olha ela aí nesse belíssimo prato que o Meu Amado preparou após eu ter voltado de uma longa turnê de apresentações teatrais. Ele fez um estupendo:

Strogonoff de Frango com Arroz Sete Grãoe e Batata PalhaStrogonoff de Frango com Arroz Sete Grãos e Batata Palha!

O Bom Marido é um verdadeiro especialista em Strogonoff de Frango. Ele usa bastante pimenta, bastante cebola e não abre mão de uma boa porção de champignons também!

O arroz ele faz do modo tradicional. Ele ferve a água com um tabletinho de caldo Knorr e prepara o arroz, acrescentando cebola e outros temperos.

E a batata palha sempre dá aquele charme ao Strogonoff, não é verdade? Ainda mais sendo temperada! (este é um dos itens que não podem faltar na dispensa!)

____

Frango na Cerveja com Batata e Arroz Preto

Deu para perceber que o Meu Mestre Cuca virou um tremendo craque em frango por minha causa, certo?

Às vezes eu falo para ele: “Faça carne vermelha para você que eu como só o arroz preto! Não tem problema! Não precisa se preocupar somente comigo”. Diz ele que, quando não estou presente, ele come outras coisas que eu não gosto, afinal ele adora carne vermelha e eu não. Então tá!

Frango com Batata ao Molho de Cerveja e Arroz PretoMas enfim, certo dia ele inventou de fazer um tal frango na cerveja. E não é que o diacho ficou bom?

Provavelmente ele deve ter feito o frango cozido normalmente e ter acrescentado batatas, cerveja e alguma outra coisa que não sei bem dizer o que é.

(Me aguardem… Thierry prometeu que um dia irá me explicar o passo a passo de cada gororoba que ele faz, assim eu posso postar as fotos dos pratos com a receita certinha!) 😉

Bom, o frango “bêbado” ele serviu com o incrível e inigualável Arroz Preto Ruzene que ele prepara com margarina e curry. Perfeito.

E como de vez em quando a gente gosta de apreciar um vinhozinho, resolvemos degustar este Jacob’s Creek que eu comprei no Duty Free do Aeroporto Internacional de Guarulhos.  Promoção: Leve 4, pague 3!

Até que é bom esse vinho australiano. Na ocasião, provamos um Shiraz Cabernet. E até combinou com o nosso grude!

____

O Quase Trágico Dia das Panquecas!

Não é segredo para ninguém que eu sou uma perfeita negação na cozinha, certo?

Um dia inventei de fazer panquecas americanas (iguais às que eu tinha comido quando estive em Vancouver) e fui em busca de uma receita na internet.

Panqueca Americana com Maple SyrupA idéia era impressionar o Bom Marido com uma iguaria simples, doce e deliciosa. Ele nunca tinha comido panquecas assim e pensei que ele adoraria experimentar.

Lá estava eu com o notebook na cozinha, tentando seguir uma receita simples e fácil de fazer. Vi uma bem interessante lá no site do Hoje em Dia, receitinha do famoso Edu Guedes. Peguei os ingredientes, segui o modo de preparo e… me embananei com o leite e acabei deixando-o passar de “morno”, que seria o ideal, para “fervendo”, que fez com que a massa da minha panqueca virasse uma bolota intragável…

Depois eu me dei conta de que seria mais fácil ter assistido ao videzinho da receita que constava ali no site, ao invés de apenas tentar seguir o que estava escrito… Ai, que burra!

Na verdade eu estava tão ansiosa em fazer as panquecas para o Meu Príncipe que eu nem quis perder tempo assistindo ao vídeo.

A essa altura o Meu Amado já tinha percebido que aquilo ali não daria certo e então resolvemos fazer as panquecas juntos. Assistimos ao tal vídeo da receita e colocamos a mão na massa! Eu auxiliando e ele preparando.

Panqueca Americana com Maple Syrup (2)Foi divertido! As panquecas ficaram perfeitas!

E para acompanhar, eu havia trazido um lindo vidro de maple syrup (xarope de bordo) do Canadá e estava aguardando uma oportunidade para o Meu Amado degustá-lo.

Para quem não conhece, o maple syrup é um xarope proveniente da seiva da planta maple (que no Brasil se chama bordo). É como se fosse um melado, mas muito mais suave e saboroso.

Mas quem não tem o maple syrup, pode incrementar as panquecas com mel, xarope de glicose, frutas picadas, creme de leite, chocolate derretido e o que mais a imaginação quiser!

O Bom Marido curtiu a idéia e tomara que, da próxima vez eu consiga fazer sozinha e surpreendê-lo de verdade!

____

“Salpicão” de Frango com Arroz Sete Grãos e Batata Palha

"Salpicão" de Frango com Arroz Sete Grãos e Batata PalhaPodem reparar que a palavra salpicão está entre aspas, afinal não se trata exatamente de um salpicão, mas sim de uma gororoba bem parecida.

Frango desfiado + maionese + alguns temperos + outros ingredientes que eu nem me recordo mais = experiências culinárias bem sucedidas!

Geralmente vai maçã, milho, azeitona e outras coisas no salpicão tradicional. Nesse aí não. Obra do nosso Mestre Cuca!

Ah, o arroz sete grãos ele fez um pouquinho diferente desta vez. Ele colocou curry, que combina perfeitamente. Fora a corzinha que dá ao arroz, não é? Adoro curry!

E, claro, batata palha para finalizar! Voilá!

____

Thierry preparando o jantar para minha irmã e eu!O Dia Em Que Minha Irmã Foi Jantar Conosco!

Cansada de ver tantas fotos de pratos deliciosos que eu posto no Facebook e aqui no blog, minha irmã, já com as lombrigas dando saltos mortais em sua barriga, fez questão de ir pessoalmente até à casa do Meu Amado para experimentar uma das maravilhosas receitas dele:

Batatão Recheado com Frango, Arroz Preto e Batata Palha

Finalmente minha irmã conseguiu um final de semana livre para nos visitar e matar a vontade de comer a comidinha deliciosa do Thierry.

Batatão recheado com Frango e acompanhado de Arroz Preto e Batata PalhaEle decidiu fazer para ela o suculento batatão recheado, que é tipo um purê de batata recheado com uma mistura de frango desfiado com creme de leite, queijo, cebola, temperos especiais e etc. Depois de montar o batatão, meu Mestre Cuca polvilha farinha de rosca e leva ao forno, até dourar.

Para acompanhar , o incrível e maravilhoso arroz preto que o Thierry faz com manteiga e curry. O sabor é indescritível!

E dá-lhe batata palha no batatão também!

Nem preciso dizer que minha irmã lambeu os beiços após provar essa receita, não é?

Só sei que nos empanturramos no jantar e ainda assim sobrou batatão para o almoço do dia seguinte!

Elaine, Eliane e Thierry jantando.

____

Batata Assada, Molho de Requeijão e Batata Palha.

Nem sempre o Bom Marido está com pique de encarar o fogão, principalmente após ter ficado o dia inteiro trabalhando em frente ao computador e resolvendo outras coisas. Eu até entendo. Dá um desânimo ficar muitas horas trabalhando, sentir fome e ainda ter que preparar algo para comer.

Batata Assada com Requeijão e Batata PalhaPor isso, a sugestão para esses momentos que exigem algo fácil de preparar é a batata assada com molho de requeijão, que eu adoro!

Simples! Basta lavar algumas batatas, colocar em uma assadeira e levar para assar por uns 30 minutos. Enquanto isso, vamos ao molho: colocar meio copo de requeijão em uma tigela em banho-maria, acrescentar pimenta calabresa, alguns outros temperos a gosto (se tiver cebolinha fica melhor ainda) e pronto.

Agora é só cortar as batatas ao meio, colocar o molho e polvilhar com batata palha. É uma receita simples de fazer, porém incrívelmente deliciosa. Eu como a batata com casca e tudo, mas há quem coma só a parte de dentro, deixando a casquinha de lado!

Esta será a próxima delícia que Meu Amado fará quando minha irmã for jantar conosco novamente, afinal a gente sabe que ela está babando de vontade de experimentar!

____

Pausa nas receitas para uma deliciosa dica de presente para quem é apaixonado por chocolate: os belíssimos Chocolates Marghi, feitos com a mais refinada técnica da culinária européia!

Chocolates MarghiQuando o Bom Marido gosta de alguma marca e/ou produto, ele gosta pra valer!

Um belo dia, Thierry e eu estávamos indo para a casa dos pais dele e, no caminho, ele fez questão de me levar à fábrica de Chocolates Marghi, cujos bombons ele já havia me dado uma vez, no início do nosso namoro.

Passamos por lá tanto para eu conhecer quanto para ele comprar uns bombons de presente para seus pais, uns amigos e, claro, para nós!

Chocolates MarghiA variedade de sabores é incrível. Isso sem falar na higiene e no ótimo atendimento.

Dá vontade de comprar a loja inteira, tanto para degustar, quanto para presentar quem a gente gosta. Eu adorei o bombom de Champagne Noir e o de Cointreau!

Tudo bem que eu trouxe magníficos chocolates para meu amado quando viajei para o Canadá, mas esses da Chocolates Marghi também não ficam atrás.

Espero que meu amado me leve para mais um passeio chocólatra desses, pois valeu muito a pena, sem falar que foi muito carinhoso da parte dele me presentar com algo tão delicado e refinado assim!

Adorei!

____

Chocolates MarghiA Chocolates Marghi fica na:

Rua Nossa Senhora do Outeiro, nº 537

Interlagos – São Paulo – SP – Brasil

Cep: 04807-010

Fone:  (11) 5666-0877

Fone/Fax:  (11) 5666-1120

E-mail: atendimento@chocolatesmarghi.com.br

____

Voltando às gororobas do Bom Marido, eis uma que ele nunca tinha feito e que eu achei extremamente deliciosa:

Macarrão Farfalle Colorido Gratinado

Macarrão Colorido Farfalle GratinadoNão faço idéia de como se prepara isso, mas eu acredito que o Meu Amado fez o macarrão normalmente, com molho branco, presunto e queijo, colocou em uma travessa, provavelmente cobriu com molho e queijo ralado e levou para gratinar no forno.

Achei uma delícia! Primeiro porque eu adoro o macarrão que Meu Príncipe Encantado faz e depois porque realmente ficou genial essa idéia de gratinar o macarrão gravatinha colorido!

Criativo e saboroso!

____

A útima gororoba do dia foi uma verdadeira gororoba meeeeesmo!

Senhoras e senhores, eu lhes apresento o:

Frango ao Molho de Creme de Leite com Arroz Sete Grãos e Lentilha Que Restou do Reveillon!!!

Frango com Creme de Leite, Arroz Sete Grãos e LentilhaBom, eu havia insistido para mamãe fazer lentilha na casa do Thierry para comermos na noite do Reveillon e ela fez. Fez um baita panelão que, graças Deus, sobrou bastante para comermos nos dias seguintes.

Aproveitando a lentilha que já estava pronta, Thierry só fez o arroz sete grãos, o frango e o molho.

Para o frango ele derreteu na frigideira um tablete de caldo Knorr com manteiga e um pouco de água. Ele grelhou o frango nesse caldo, separou o frango e, no caldo que ficou na frigideira, ele colocou creme de leite e misturou até ficar bonito!

Depois foi só esquentar a lentilha, colocar tudo no prato e degustar essa mistureba interessante!

E viva a criatividade do Meu Mestre Cuca!

____

Café da manhã na cama, afinal o Bom Marido merece!E para encerrar esse post suculento, vai uma dica para quem, assim como eu, é uma negação no preparo de alimentos.

Já que o Bom Marido sempre prepara comidinhas especiais para mim, e ainda faz questão de levar em uma bandeja para degustarmos na cama, eis que, de vez em quando, eu gosto de levar o café da manhã na cama para ele também.

É muito bom ver o sorriso dele logo cedo, todo agradecido pelo mimo recebido!

E é um mimo muito bom ganhar café da manhã na cama, não é?

Praticamente todo dia ele faz isso por mim, então, para quebrar a rotina, eu faço isso por ele também!

O bom é que eu o habituei a comer cereal de manhã (peguei esse costume enquanto estive no Canadá…), assim ele não fica só no café puro com biscoitos.

Eu procuro colocar várias coisas na bandeja para ver se Meu Amado come um pouco melhor. Queijo, pão, bolo, requeijão, fruta, ovo, cereal, leite, café, chocotone… O que tiver de gostoso na cozinha eu coloco, mas geralmente só tem café, leite, cereal e queijo. Mas está ótimo!

O importante é vê-lo tomando café da manhã direitinho, ainda que seja lá pelo meio-dia…

____

E assim termina a Parte 3 da Sessão: Macho & Fogão!Fondue de queijo na cama. E com vinho!

Espero que tenham gostado!

E quem não leu as outras partes, eis os links:

Sessão: Macho & Fogão

Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

Divirtam-se e deliciem-se!

😉

____