CIX. Há 38 anos…

O casal que melhor representa este blog e consequentemente o livro Como Ser Um Bom Marido – Porque toda mulher tem o Príncipe Encantado (ou o Sapo) que merece! é um dos casais mais adorados da família!

É claro que sou muito suspeita para falar deles, mas como eu convivo de perto e acompanho a trajetória deste amor desde que nasci (inclusive sou feita do puro amor desses dois!), então eu tenho propriedade para dizer que este é o par mais fofo, mais unido e mais verdadeiro que eu conheço.

Posso citar vários outros casais que admiro e percebo que se respeitam de igual forma, mas hoje é dia de celebrar este que comemora 38 anos de união.

2013_12_07_LançamentoBM9Já os homenageei muito aqui, e faço questão de sempre homenagear, afinal eles servem de inspiração para parentes, amigos e até conhecidos que os vêm sempre unidos, tranquilos, sorridentes, prestativos e conselheiros.

Como será que eles conseguem?

O que passa na cabeça de um casal para que a harmonia permaneça dentro e fora de casa, afinal um casamento de 38 anos não duraria se fosse apenas uma fachada de sorrisinhos e “benzinho pra lá”, “meu amor pra cá” na frente dos outros, certo?

As respostas, talvez só eles mesmos possam dar (fica a dica para uma próxima postagem que pretendo fazer, com perguntas respondidas por eles), mas o que eu percebo que prevalece neste casamento é o respeito mútuo.

CapaLivro2KE muito carinho também, claro! E muito diálogo, que é um dos pontos que eu enfatizo no meu já citado livro Como Ser Um Bom Marido.

Nenhuma situação fica sem ser resolvida. Surgiu um problema? O diálogo ocorre.

Fora que, em todo relacionamento de sucesso, é preciso ter paciência e saber ceder. E isso eu observo bastante nos meus pais.

Acredito que muitos casais da atualidade deveriam se espelhar em relacionamentos assim, pois hoje estamos vivendo uma fase de muito individualismo, muito orgulho, muito medo de amar e muita impaciência para resolver os problemas do cotidiano.

Na hora da raiva, as pessoas jogam tudo para o alto, falam o que não devem, ofendem e depois se arrependem, mas as palavras machucam muito e nem sempre as feridas são fáceis de cicatrizar.

Eu ainda estou aprendendo! Mas preciso fazer um workshop detalhado com meus pais!

Eles estão de parabéns por serem quem são, do jeito que são, felizes, de boa, sem encherem o saco de ninguém e sempre ajudando a quem precisa!

Portanto, Mamãe e Papai:

Parabéns pelos 38 anos de amor, respeito, carinho, aprendizado, companheirismo, parceria, alegria, conquistas, generosidade, compreensão e muitas coisas boas que vocês cultivaram esse tempo todo!

Parabéns pelos 38 anos de casório!

Amo vocês! ❤

IMG_6394

XCII. Depoimento de um Bom Marido sobre sua Boa Esposa

DSC02409Hoje é dia 15 de julho de 2015.

Há exatos 37 anos, um jovem casal entrava no altar para dar início a uma vida repleta de paz, amor, felicidade, carinho, companheirismo e compreensão.

Acho muito linda a história de amor desses dois que se conheceram na Bahia quando ele foi ao casamento de seu irmão com a tia dela. Depois desse dia, começaram a trocar cartas, namorando dessa forma durante cerca de um ano.

Às vezes, ele viajava de São Paulo até à Bahia em um feriado prolongado, enfrentando uma longa e cansativa viagem de ônibus, só para chegar lá, conversar com o futuro sogro, dar um beijo em sua amada e depois voltar para São Paulo.

DSC01151Casaram-se na Bahia, mas foram viver em São Paulo, onde tiveram duas filhas.

Aproveitaram bem os 3 primeiros anos de casamento passeando bastante, viajando, fazendo planos para o futuro e se estabilizando para então começarem uma família.

A primeira filha chegou tranquilamente. 3 anos depois veio a segunda, não tão tranquila assim! Rs!

Até hoje dedicam suas vidas a elas, bem como a ajudar aos parentes e amigos que precisam.

Levam uma vida simples, sem frescuras e ostentações, mas recheada de amor, carinho, generosidade e esperança.

Um casal que todo mundo ama e admira. Um casal que está sempre junto na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, sempre firmes e fortes, com a bênção de Deus!

Um casal que tenho o maior orgulho de chamar de MEUS PAIS!

– Parabéns, Luiz e Zélia! 37 anos de casório não é para qualquer casal, não! Continuem assim: se completando, se ajudando, sendo compreensivos, companheiros e carinhosos para sempre.

Muita paz, muita saúde, muita fartura e muito amor em suas vidas!

Obrigada por serem meu alicerce e me ensinarem tantos valores importantes que levo comigo para todo lugar.

Obrigada por serem o casal mais fofo e querido da família!!! AMO VOCÊS!!!

FELIZ 37 ANOS DE CASADOS!!! ❤ ❤ ❤

DSC02348____

E para completar essa postagem, segue um videozinho que gravei em fevereiro de 2012, quando estávamos comemorando o aniversário da minha irmã Eliane no restaurante México 70, em Guarulhos.

DSC02411Era para eu ter postado esse vídeo antes, mas achei que tivesse perdido esse registro em meio aos backups do meu computador problemático. Fora a minha total incapacidade e falta de paciência para editar vídeos!!! (Shame on me!)

Mas está aí: cru, tosco, divertido, bagunçado, mas com uma mensagem muito importante a ser transmitida: O MAIS PURO AMOR!!!

Espero que gostem! 😉

____

Ganhei uma charge! Uhuuu!!!

Eu já fui desenhada, vetorizada, caricaturada, ilustrada, pintada e rascunhada uma porção de vezes, mas esta é a primeira vez que alguém me homenageia assim em uma obra de arte, junto com o Charlie, meu segundo livro, que é meu xodozinho do momento!

E, apesar de eu estar TOTALMENTE sem tempo (e com problemas técnicos) para postar qualquer coisa em qualquer um dos blogs que eu administro (Elaine Oliveirarte, CIAVIP Cultural, Maple Leaf Sisters e este aqui), tive que dar um jeito de parar tudo e vir correndo aqui mostrar uma das homenagens mais bacanas que recebi nos últimos tempos.

Senhoras e senhores, eis a charge que meu amigo Felipe Cardoso, mais conhecido como o “Felipão da Vovó” (piada interna das primas Oliveira!) fez com todo carinho para mim:

ChargeNão sou tão bonita assim como no desenho, mas ele acertou na cara de bravinha, no “zóião” e na cinturinha fina! hahaha

– Amei, Felipão! Eu não esperava receber um presente tão especial assim!!! Sério! Ganhei o dia, a semana, o mês, o ano todo depois dessa. Super beijo e muito obrigada!

Fora a mensagem que ele me deixou no Face desejando boa sorte e dizendo que o Brasil não é Brasil sem mim!

Puxa, que honra!

Pode deixar que eu volto logo, gente!

Em Fevereiro estamos de volta: Charlie, eu e o Bom Marido mais querido do nosso país que, se Deus quiser, vem me buscar aqui em Vancouver!!!

Bom, gente… Por hoje é só.

Espero que tenham gostado desta rápida postagem.

::: Aos que sempre me perguntam: Charlie , minha irmã Lilly (Lilika) e eu estamos bem! De vez em quando eu posto algumas fotos dos nossos passeios e da trajetória do Charlie lá na página do face: www.facebook.com/comoserumbommarido.

Curtam e comentem lá, curtam e comentem aqui, compartilhem, alastrem, divulguem e, principalmente, adquiram o livro para dar uma força ao meu trabalho, valeu?

Brigadão mais uma vez e até a próxima, se Deus quiser!

😉

Bjs meus e do Charlie para todos vocês! ^^

Dia Internacional da Mulher

Em 8 de março de 2012 eu havia postado sobre o Dia Internacional de (quase toda) Mulher no meu outro blog, o Elaine Oliveirarte.

Minhas Rainhas!A ideia era mostrar que, apesar dos cromossomos “x” em comum, nem todas as mulheres da face da terra se comportam adequadamente a ponto de receberem os “parabéns” por este dia.

Assim como Dia das Mães ou dos Pais, sempre alguém dirá: “mas dia da mulher é todo dia”, “todo dia é dia das mães”, “dia dos pais é todo dia”.

Sim. Todo dia a mulher é mulher, a mãe é mãe e o pai é pai. Mas de certa forma é bom ter um dia para lembrar da importância dessas pessoas em nossas vidas.

Aniversário_99anosE o dia 8 de março é uma oportunidade de reconhecer a garra, a fibra, o esforço e a dedicação daquelas que sabem cumprir seu papel no mundo.

Mais uma vez eu afirmo: nem todas as mulheres merecem, afinal aquelas que fazem mal aos animais, matam pais, filhos, esposos e semelhantes, acobertam crimes, traem seus parceiros e prejudicam outras pessoas de caso pensado, essas não são nem dignas de serem chamadas de “mulheres”.

A menos que se arrependa, se redima e pague pelos seus erros, mulher nenhuma merece uma rosa sequer hoje.

Lilika, Fê e Nani - só alegria!

Nem todas as pessoas são perfeitas. Muitas cometem erros, mas aprendem com eles. Outras aprendem mais depressa, dependendo da educação e da capacidade de observar e discernir as coisas ao redor. Mas todo mundo erra. Todo mundo se engana. Todo mundo julga e é julgado. O importante é viver de cabeça erguida, fazendo aquilo que a razão e o coração mandarem, deixando para trás um ótimo legado.

Falando em legado, no dia 28 de julho de 2013 eu fiz uma postagem sobre uma dessas incríveis mulheres que viveram uma vida simples, direita, mas muito feliz, apesar das dificuldades.

AnaAmélia_12filhos

Trata-se de uma mulher que foi um exemplo de vida para aqueles que a conheceram. Trata-se, Definitivamente de uma Boa Esposa.

E hoje, 8 de março de 2014, parabenizo as mulheres do meu convívio. Seja no trabalho, seja na família, seja nas amizades.

Mulheres que erram, aprendem, sofrem, batalham, trabalham, lavam, cozinham, passam, limpam, atuam, estudam, vendem, buscam melhorar sempre, aceitam críticas construtivas, sabem dar e ouvir conselhos, sonham, amam, vivem, esperam, ficam ansiosas, sofrem com a TPM, choram, riem, desenham, cantam, pintam, dançam, ensinam, cuidam, descansam, entendem, compreendem, ouvem, falam, receitam, examinam, arquitetam, escrevem, atendem, calculam, operam, assessoram, apresentam, viajam, arrumam, decoram, animam, coordenam, monitoram, agenciam, supervisionam, promovem, abraçam, acalmam, …

Thierry e Elaine - beijoka de ano novoEnfim, são tantas mulheres! Às vezes uma em várias, várias em uma! Mulheres multi. Mulheres mil e uma utilidades.

Mulheres como eu que, hoje cedo já lavei as roupas do meu noivo (meias e cuecas à mão!), limpei a areia do gato, lavei louça, varri a casa, limpei a cozinha, divulguei meu livro, fiz ginástica, tomei banho, estou aqui postando este texto e daqui a pouco vou sair para trabalhar em um evento. Sábado. Isso mesmo. Enquanto muitos descansam, recebem flores e parabéns, cá estou eu a preencher meu dia com coisas úteis e que me fazem bem (principalmente trabalhar!).

O prêmio do dia: um almoço delicioso feito pelo bom marido. Simples, mas bem caprichado: filé de frango ao creme de leite com queijo, arroz integral e batata palha.

– A fome foi tanta que nem deu tempo de tirar uma foto para postar aqui depois! Fica para a próxima!

Ah, mas sem perder muito o foco da postagem, desejo a todas as mulheres (as que eu considero merecedoras deste dia) um Feliz Dia Internacional da Mulher!

R4_buquê[marcadagua]Que neste dia e nos outros que o seguem, as mensagens e demonstrações não sejam só virtuais ou da boca para fora, mas sim nas atitudes das pessoas ao redor.

Não é só homem que deve elogiar, respeitar e lembrar a importância da mulher. Nós mulheres também temos esse dever. Acima de tudo, devemos nos valorizar e lutar, mesmo que sozinhas, pelos nossos sonhos e objetivos!

Um forte abraço,

Elaine “Thrash” Oliveira 

___

Dica para presentear a mulherada:

CapaLivro2K

Sim, apesar do título ser sobre o Bom Marido, o livro também fala da Boa Esposa! É bem divertido!

Clique AQUI e saiba ONDE COMPRAR!

Quem já leu, comenta aí, por favor!

Valeu!

😉

3 meses do livro “Como ser um Bom Marido”!!! (com vídeo!)

2013_12_07_LançamentoBM8Muito bem, pessoal!

É com muita alegria que venho lhes mostrar (quase) tudo de bom que aconteceu desde o dia 07 de dezembro de 2013, data do lançamento do meu segundo livro “Como ser um Bom Marido – Porque toda mulher tem o Príncipe Encantado (ou o Sapo) que merece!”

Muita coisa bacana aconteceu nestes 3 meses de vida do livro!

Além dos 116 apoiadores do projeto no Catarse, diversas outras pessoas me procuraram querendo comprar um exemplar autografado.

Fora isso, meus pais, minha mãe e minha irmã divulgaram e venderam o livro para um monte de gente que eu nem conheço! E o bom de tudo isso é receber o feedback dessas pessoas, dizendo que adoraram as dicas, os textos, a capa e todos os detalhes do meu trabalho!

Não há preço que pague esse reconhecimento!

Por isso eu fiz esta homenagem a todos os que apoiaram e adquiriram o livro de alguma forma.

Espero que gostem!

Em breve faço outro vídeo comemorativo e mais atualizado. Neste aqui ficaram faltando muitas fotos de apoiadores que não me enviaram as suas e dos que ainda não receberam seus exemplares. Fora algumas pessoas que já compraram o livro e muitas outras que ainda IRÃO COMPRAR muito em breve, se Deus quiser!!!

Livros_Correios_2013

Aguardem!

😉

____

ComoserumBomMarido_capa2Links relacionados a este post:

Agradecimentos (neste blog)

Agradecimentos (no blog Elaine Oliveirarte)

ELE NASCEU!!!

ONDE COMPRAR?

Catarse.me

Como ser um Bom Marido – Youtube

Livro: Como ser um Bom Marido

Press Release sobre o lançamento

No site do Bom Marido também!

LV. Definitivamente uma Boa Esposa

AnaAmélia_12filhos

07/04/2010 – Ana Amélia e seus 12 filhos.

Com seu Bom Marido ela teve doze filhos. Seriam quinze se os gêmeos do primeiro parto tivessem sobrevivido e um dos gêmeos do sexto parto também.

E é bem provável que outros filhos tivessem nascido se o seu Bom Marido não tivesse descansado quando a caçulinha ainda estava com um ano e meio de vida…

Aos 45 anos de idade, viúva e com doze filhos para cuidar, ela não quis saber de outro homem. Amou tanto o seu marido que, em respeito a ele, nunca pensou em estar em outros braços. Seus filhos lhe bastavam. Todo o amor de sua vida ela dedicou a eles, bem como a seus netos, bisnetos e tataranetos.

AnaAmélia_99anos

07/04/2013 – Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de 9 dos seus 11 filhos.

Chegou de mansinho aos 99 anos de idade. De repente até passou dos 100 e ninguém sabia, afinal não era difícil as crianças serem registradas dias, semanas, meses e até anos após o nascimento.

Prendada como ninguém, passou a infância e a adolescência aprendendo a ser uma Boa Esposa. Sua mãe lhe ensinou a bordar, tricotar, costurar, cozinhar, lavar, passar, limpar e cuidar da casa. Aprendeu depressa e com muito afinco.

Ainda jovem conheceu um viúvo que era uns bons anos mais velho que ela. Nunca imaginou que fosse se casar com ele, mas o amor não escolhe idade, não é verdade? E foi assim que, lá no interiorzão da Bahia, ela se casou com seu Bom Marido e fez de tudo por ele enquanto pode.

Visando melhorar de vida, seu Bom Marido saiu da Bahia rumo à São Paulo, mas não arriscou levar a Boa Esposa junto. Primeiro foi sozinho para se certificar de que tudo daria certo. Em seguida mandou dinheiro para que ela, a sogra e mais alguns parentes fossem também.

Aniversário_99anos

Carinho de bisa!

Migrando de fazenda em fazenda, trabalhando por um pedaço de terra e lutando para viverem bem, os dois foram construindo uma família unida e amorosa.

Passaram por poucas e boas juntos. Mas também foram muito felizes enquanto puderam.

30 e poucos anos de casamento. O suficiente para viverem intensamente uma vida cheia de amor, carinho e respeito.

Até seus últimos anos de vida, ela falava com muito orgulho do Bom Marido que Deus lhe deu e principalmente dos Bons Filhos que eles tiveram. Nem todos se recordam das feições do próprio pai, afinal eram muito novos para entender o que estava acontecendo. Mas todos se parecem entre si, com uma mistura de traços da Boa Mãe e do Bom Pai.

Dia 3 de Agosto de 2013 completa 1 mês que ela nos deixou. E completa 1 ano e 1 dia que seu segundo filho também nos deixou. Ela nunca havia perdido um filho depois de crescido. E foi justo aquele que, seguindo as ordens do pai, nunca se casou para poder se dedicar e cuidar da própria mãe.

Aniversário_99anos

Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de parentes e amigos.

Ela não aguentou perder seu Bom Filho e companheiro. Mas qual mãe aguentaria? Aliás, ela já havia aguentado muita coisa nessa vida. E perder um filho após 76 anos de convivência foi muito para o coraçãozinho dela.

A Boa Mãe foi ficando cada vez mais triste e acabou por adoecer até ficar bem fraquinha e se despedir desse mundo que ela conheceu muito bem.

Certamente já deve ter se reencontrado com seu filho, sua irmã, alguns netos, seus pais e com seu Bom Marido também, é claro. E os demais que aqui restaram (filhos, genros, netos, bisnetos, tataranetos) sentem muito a sua falta, mas entendem que já era hora daquela guerreira descansar.

E que ela esteja em um maravilhoso lugar!

Descanse em paz, Ana Amélia. Descanse em paz, minha amada Vovó.

Vó Ana e eu *.*

Beijinho na Vovó! *.*

Natal2012_VóAna

O último Natal da Vó Ana. 2012.

Aniversário_99anos

Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de alguns dos seus netos.

Aniversário_99anos

Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de alguns dos seus bisnetos.

Aniversário_99anos

Vovó e eu.

R.I.P.

Ana Amélia Oliveira

✰ 07/04/1914

† 03/07/2013

_______________________________________________________________________________________________

E para encerrar, venho anunciar que, após o lançamento do livro “Como ser um Bom Marido”, um dos próximos livros que pretendo fazer será um apanhado de histórias em homenagem à essa guerreira que nos deixou recentemente aos 99 anos: nossa amada Ana Amélia Oliveira.

Catarse_logoEnquanto o livro da Vovó não fica pronto, peço por gentileza que os leitores desse blog acessem o link do projeto do meu atual livro e, se possível, apoiem o mesmo.

É bem simples e divertido apoiar um projeto no Catarse.

Querem saber como?

Então acessem: www.catarse.me/pt/comoserumbommarido e façam a diferença lá também!

Muito obrigada!

_______________________________________________________________________________________________

XLVII. Eu Redescobri o Amor!!!

Cat'n Wine

Isso mesmo! Eu redescobri o amor!

Acham estranho eu dizer isso assim do nada?

Calma que eu explico!

Este é o título de um poema que escrevi esses dias em homenagem ao meu Príncipe Encantado: Thierry Durieux.

Vejam só o que um Bom Marido foi capaz de fazer na mente e no coração de uma geminiana elétrica, arteira e perturbada como esta que vos escreve!

Ai ai… Tem coisas que só o amor, mesmo tempos depois sendo redescoberto, explica!

Vamos à “obra”  (rs)

.

Thierry et moiEu redescobri o amor

.

Eu redescobri o amor

no azul daquele olhar

sempre doce, sempre tímido

sempre azul a me encantar

.

Eu redescobri a paz

ao ouvir aquela voz

bem tranquila a acalmar

esse meu jeito feroz

Thierry et moi

.

Eu redescobri o conforto

no calor daquele abraço

carinhoso e envolvente

me enrola feito um laço

.

Eu redescobri a vida

ao ouvir meu coração.

Ele disse pra eu esquecer

toda e qualquer decepção.

.

Eu redescobri o amor

no aperto da saudade

Deux ans de "mariage"Quando a gente sente falta

a gente ama de verdade

.

Eu redescobri quem sou

ao saber que sou amada

basta estar naqueles braços

não preciso de mais nada

.

E. Thrash – 14 de Janeiro de 2013. Ao meu amado Thierry Durieux.

____

Bom, por hoje é só.

Espero que tenham gostado!

Até a próxima

😉

Le baiser

O poema Eu Redescobri o Amor também está no meu Recanto das Letras!

Quem ainda não conhece, dá uma passadinha lá!

Ficarei extremamente grata!

^^

Romanticando – Uma Homenagem ao Wando

Interrompemos a postagem normal de assuntos relacionados ao Bom Marido, para falar exclusivamente do Bom Romântico, sim aquele que nos deixou em 08 de Fevereiro de 2012.

“Você é luzWando
É raio estrela e luar
Manhã de sol
Meu iaiá, meu ioiô
Você é “sim”
E nunca meu “não”
Quando tô louca
Te beijo na boca
Te amo no chão…”

(Wando – Fogo e Paixão)

Chamam de brega os excessivamente românticos, todos aqueles que sequer entendem a verdadeira Essência  do amor. A Todo Instante nos deparamos com algum Amor secreto que se torna forte, real, um Pecado Tentador. Isso porque dizem que Amor gostoso é bicho perigoso, mas quando a gente ama demais uma pessoa, a gente não liga e só tem uma coisa a dizer para o nosso amor: Ninguém vai tirar você de mim.

Que Nossa Senhora das Fêmeas me proteja, mas eu não quero ser A Próxima Vítima de um Amor Filho da Puta!!! Ai De Mim, mas às vezes eu rezo para que Deus te Proteja de Mim, que deixe Cada Um Na Sua, Cada um por si.

Longe de mim ser A Cumplice desse Coração Bandido! Não vou deixar Evidências de que fui eu que dei a Mordida na Maçã, deixando você com Água na boca. Mas entenda que O que passou, passou! Vida nova, rumo novo…

Mas quem disse que eu consigo encarar essa Vida louca, pensando que Aquele Amor Que Faz Gostoso Me Deixou? E não me venha dizer que você estava Atolado de Amor, pois Foi você quem quis assim. Agora corra lá para debaixo da saia da Gazela da sua mãe e nem ouse derramar Duas Lágrimas de crocodilo, porque o sentimento Sempre será verdadeiro somente quando você cair na real e dizer do fundo do coração: Estou Apaixonado.

É triste admitir, mas Eu Acho Que Estou Perdendo Você. Bons eram os tempos em que você dizia que eu era sua Menina Dos Olhos, seu Anjo da Manhã, sua Princesa, sua Jóia de Amor… Gostava quando você me chamava de Gostosa e dizia que meu beijo tinha Gosto de Maçã… Olha, juro que Eu Podia Ter Caído Fora, mas esse Amor vira lata não me deixa esquecer nossas noites dormindo juntinhos, feito Dois caracóis… E Depois da cama a gente sempre ía para o sofá, para o chão, em um louco Ritual nem um pouco Obsceno, rs! E você me chamando secretamente de Safada, mesmo eu sendo assim tão Moça de família, tão certinha…

Ai ai… Como diria o Rei: “São tantas Emoções“… Nosso amor era uma Coisa Cristalina, Cantada por nós aos quatro cantos! Ah, Se Você Soubesse o quanto sinto sua falta! Bate forte aqui no meu peito esse Velho Batuqueiro – o coração – que não me cansa de dizer que O Perigo é Ficar sem Você.

Ei Amigo, eu sei que você precisa de um tempo para aproveitar Essa tal liberdade. Por isso Vá, Mas Volte! E quando voltar, Deixa eu te amar mais uma vez. Vem me Agasalhar nesse inverno frio que faz dentro do meu coração. E eu digo: Chora Coração! Oh, pobre Coração Cigano que agora quer descansar de vez Na Sombra de Uma Árvore. Porque pra mim uma coisa ficou bem Clara: Você é A Paz Que Nasceu Pra Mim.

Venha, Me cace me ache, Me ligue a cobrar, eu não importo! O importante é que você venha! Eu Já Tirei a Sua Roupa uma porção de vezes… E O Que Que Eu Vou Dizer Para O Meu Corpo se eu não puder mais me aninhar Nas Curvas do Teu Corpo definido? Venha logo, Tá Faltando um Abraço! Venha rápido e tire a minha Meia De Seda que você tanto gosta! Deixa eu te mostrar o Meu borogodó! De Tentação à Cantada, descobri que você é Minha Religião! Não vivo sem você! Vamos relembrar nossa história onde eu sou A Menina E O Poeta é você. Sempre tão galante a me chamar de Senhorita, Senhorita

Não posso contar para as Minhas Amigas que você Tá Me Tratando Mal. Nem a Moça do subúrbio e nem a Nega De Obaluaê podem saber, senão elas contam para todo mundo e o que Toda Mulher menos precisa em uma hora dessas é passar por esse tipo de humilhação.

E quanto a você, Zeca Poeta De Guerra, Se Quiser Chorar Por Mim fique à vontade, afinal Viver é Rolar o Sentimento. E por mais que você tenha me feito sofrer, pelo menos você foi intenso, avassalador, verdadeiro. E agora pra mim O Importante É Ser Fevereiro, mês que vai ficar marcado no coração de muitos românticos verdadeiros… Afinal é o mês do Adeus ao nosso UI-Wando Paixãowando

Wando

1945 – 2012

Descanse em paz, Wando.

Coração Bandido