XCIV. O Bom Marido no Canadá – Lighthouse Park; Trilha; A&W; Dollarama; Seabus; Lonsdale Quay Market; North Vancouver…

ComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryA sexta-feira do dia 16 de janeiro de 2015 começou muito bem para mim, pois logo cedo recebi uma mensagem de uma brasileira super legal que tinha visto a foto do meu livro em um grupo de brasucas em Vancouver, no Facebook. Ela passaria por Downtown naquela manhã e queria pegar o livro comigo.

Fui toda contente para a escola, conversei com o professor Rafael (que estava substituindo a Barbara por ela estar doente) e pedi para ele me deixar sair por alguns minutos durante a aula. Ele disse que não haveria problema, então lá fui eu entregar o livro para a Adriana Gonçalves, uma brasuca guerreira que mora, estuda e trabalha em Vancouver com muito orgulho.

IMG_3644aMaravilha! Adorei conhecer a Adriana e acabei descobrindo que ela trabalhava na Mogiana Coffee com um casal que havia comprado meu livro no evento Brazilfest Vancouver, no qual trabalhei como voluntária em setembro de 2014! (Postei sobre isso neste link AQUI!)

Após um delicioso bate-papo com a Adriana, voltei para a aula e assim que a mesma acabou, encontrei Meu Amado para irmos passear em North Vancouver e West Vancouver naquela fria sexta-feira.

Primeiro passamos no Dollarama para comprarmos uns chocolates e depois paramos no A&W para comermos um lanchinho antes de pegarmos o Seabus.

ComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryÉ tão gostoso passear de Seabus! A paisagem é linda, além da viagem ser super rápida e confortável.

ComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryChegando lá, entramos no Lonsdale Quay Market e tomamos um delicioso cappuccino enquanto estudávamos o mapa de onde nós iríamos.

ComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryPegamos o ônibus #239 até o shopping Park Royal e o #250 sentido Horseshoe Bay. Descemos no Lighthouse Park e percorremos uma trilha sinistra até o farol.

ComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryNa verdade só achamos sinistra pois quase nos perdemos, mas o bom de qualquer parque que visitamos em Vancouver, North Vancouver e West Vancouver é que sempre tem alguma placa ou alguma sinalização que leva a uma saída. É só prestar atenção e não querer explorar muita coisa quando já estiver escurecendo.

ComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryTiramos lindas fotos em uma paisagem para lá de romântica e, assim que começou a escurecer, saímos do Lighthouse Park e voltamos para a avenida principal para esperarmos pelo demorado ônibus.

ComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryComoSerUmBomMarido_Elaine_ThierryA essa altura já estávamos famintos, porém fomos salvos pelos chocolates que compramos no Dollarama. Aproveitamos para registrar que, para os próximos passeios deveríamos sempre levar água e lanche na mochila!

IMG_3669Bom, pelas fotos dá para perceber que este foi outro belíssimo passeio que fizemos em mais um dia das Aventuras do Bom Marido no Canadá. E eu devo ressaltar que foi belíssimo mesmo! Thierry que o diga!

Aliás, ele gostou tanto do norte e do noroeste de Vancouver que disse que moraria facilmente nesta região repleta de coisas interessantes para fazer. Por isso ele até já havia se programado para ir lá mais vezes durante nossa estadia no Canadá.

E assim o fizemos!

Obrigada pela visita e continue acompanhando esta maravilhosa viagem de Lua de Mel antecipada que fizemos!

Até a próxima aventura!

😉

ComoSerUmBomMarido_Elaine_Thierry

Anúncios

XCIII. O Bom Marido no Canadá – Stanley Park outra vez; Comidinhas; Preservativos Durex e afins

by_Thierry_ElaineUma das grandes vantagens de termos alugado um apê em West End, foi termos ficado bem próximos do Stanley Park, um dos lugares mais agradáveis de Vancouver para passear e realizar atividades físicas.

E como o parque é gigante, cada dia dava para explorar um pedacinho dele, sem enjoar das mesmas paisagens e dos mesmos trajetos.

by_Thierry_ElaineNa terça-feira do dia 13 de janeiro de 2015, o Bom Marido e eu inventamos de percorrer os cerca de 10km que contornam o parque, aproveitando que o clima estava ameno e o entardecer estava incrivelmente poético.

by_Thierry_Elaine

by_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_ElainePercorremos um trecho do Stanley Park e paramos no Brockton Point Interpretive Centre & Gifts (Totem Pole) para explorar os belíssimos totens e tirar umas fotinhos.

by_Thierry_ElaineComo sempre estava cheio de gente tirando fotos nos totens, incluindo uma família barulhenta de brasucas que estavam falando alto e de forma grosseira com suas crianças mimadas e birrentas.

Encontrar conterrâneos em outro país seria muito bom se os mesmos não agissem de forma tão arrogante, se achando os tais só por estarem viajando para fora do Brasil. (Não que todos sejam assim, mas confesso ter encontrado vários lá em Vancouver…)

by_Thierry_Elaineby_Thierry_ElaineEm compensação, rolei de rir com uma cena que aconteceu em seguida, quando resolvi ir ao toalete ali pertinho dos Totens. Encontrei uma senhora bem alegre e falante que estava procurando o banheiro feminino. Ela agradeceu quando informei a ela onde era e do nada ela resolveu contar sobre sua recente visita a Portugal quando ela se confundiu com a placa do banheiro. Ela disse que viu escrito no letreiro “Homem” e logo associou com a palavra “Women” (Mulheres, em Inglês) e entrou! Rimos bastante e eu até comentei com ela que eu falava Português também, mas do Brasil! Ela se despediu com um “Até logo” meio desajeitado, mas muito entusiasmado!

Bom, segui em direção ao meu Homem e continuamos nosso caminho em volta do Stanley Park. Até cruzamos com minha irmã que havia aproveitado o lindo dia para dar uma corridinha no Seawall. Quem me dera ter pique para correr também, mas sinceramente, não é a minha praia…

by_Thierry_ElainePrefiro andar, andar, andar, aproveitar a paisagem, não prejudicar minhas articulações e tirar muitas fotos poéticas durante o trajeto. E foi o que Mon Amour e eu fizemos.

Passeamos, conversamos, curtimos e fotografamos os belos lugares por onde íamos passando. Sem pressa. Tendo só o entardecer como nosso marcador de tempo.

by_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_ElaineLembrei do dia em que percorri esse trajeto de patins com minha irmã, logo no nosso primeiro mês de viagem, em agosto de 2014.

Lembrei também da primeira vez em que percorri esse trajeto de bike, quando estive em Vancouver, em julho de 2012.

Posso dizer que já contornei o Stanley Park pedalando, patinando e andando. Prometo que, se eu conseguir voltar para lá, tentarei realizar esse trajeto correndo!

by_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_ElaineAh, o Stanley Park! Tão lindo, tão interessante, tão aconchegante, seja no verão, seja no inverno. Um parque que fala conosco, como se dissesse exatamente o que estamos sentindo, independente da época do ano.

Quando já estava escurinho, Thierry e eu havíamos completado o circuito. Sentamos um pouco para observarmos a paisagem e seguimos de volta para o nosso apê.

by_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaineby_Thierry_ElaineChegando lá ele preparou nosso delicioso jantar: Peixe Empanado e um mix de Arroz Preto com Arroz Integral. Salada para mim e Hash Brown para ele!

by_Thierry_Elaine____

Quarta-feira, 14 de janeiro de 2015. Após a aula, voltei para o apartamento para ver o que o Thierry estava afim de fazer.

Assim que cheguei ao prédio, encontrei um esquilinho cinza que eu via todo dia ali em frente ao prédio, brincando e caçando alguma coisinha para beliscar. Esquilinhos são bichinhos lindos, fofos, peludos, engraçadinhos, mas muito ariscos! Eu adoraria ter um de estimação, mas eles não parecem muito sociáveis, a menos que você os atraia com nozes, sementes e afins.

SquirrelA sem-noção aqui resolveu perseguir o coitado do esquilo, na intenção de fazer um videozinho qualquer para guardar de recordação! (Um dia eu posto o videozinho aqui, assim que eu decidir o que fazer com ele!)

No apê, Thierry preparou o nosso almoço: filé de peixe e ovo frito.

IMG_3632Quando ovo frito entra em ação, é sinal de que é preciso ir ao supermercado para reabastecer a despensa, certo? Não, não é verdade. No caso do Thierry, a ida ao supermercado ocorre mais pela ausência de Coca-Cola e guloseimas. O resto não importa tanto. Ah, e lá em Vancouber eram as Hash Browns também, afinal ele gostou tanto desse negócio que o comia quase todo dia!

Enfim, já que falamos em supermercado, naquela quarta-feira foi o que resolvemos fazer: comprinhas. Tínhamos que dar um rolê na farmácia de qualquer jeito e como era no mesmo complexo do supermercado, resolvemos aproveitar o ensejo.

Bom… A ida à farmácia foi por conta de um item muito útil que estávamos procurando. Aquele que quase todo casal precisa, sabe? Aquele lá que é bem constrangedor de pedir para um balconista de farmácia, entende? Aquele que é muito mais fácil quando fica pendurado em alguma gôndola e você só precisa pegar, misturar entre outras coisas que você vai comprar e passar no caixa, saca?

Pois é! E lá fomos nós comprar preservativos pela primeira vez em Vancouver.

Passamos por vários corredores da farmácia e não encontramos os pacotinhos clássicos de camisinhas. Na verdade nem sabíamos como eram as embalagens lá, pois nem em comerciais havíamos visto.

E roda daqui, rola dali e nada! Nos vimos na constrangedora missão de perguntar a algum funcionário onde ficavam as “condoms”.

durex_typesPois bem, no caixa havia uma funcionária (ou um funcionário?), juro que não sei dizer se era um homem com um jeito estranho ou uma mulher com aparência de homem. Não posso precisar nem pelo timbre vocal, igualmente confuso! Enfim, a pessoa em questão, ao se deparar com minha pergunta, não soube onde enfiar a cara! Não conseguiu disfarçar o sorrisinho e respondeu, meio encabulada, quase rindo, com olhar de surpresa e curiosidade que as camisinhas ficavam ali na parte da frente do terceiro corredor. Onde já havíamos passado umas três vezes sem notar…

E lá fomos nós adquirir uma caixinha de Durex (não a fita adesiva e muito menos o sobrenome do Thierry – Durieux).  Passamos no caixa (no qual o(a) atendente ainda estava com um risinho no canto da boca) e seguimos para o mercado No Frills onde fizemos nossas comprinhas básicas da semana, com direito a Hash Browns, batata frita President’s Choice, sorvete e um curioso item que o Thierry quis experimentar: romã!

IMG_3635É mole? O rei das guloseimas, das frituras e do refrigerante querendo comer fruta… Milagre!

Bom, milagre mesmo seria se ele tivesse gostado muito da romã. Apenas provou uns carocinhos após o jantar e nunca mais tocou no assunto.

E falando em jantar, comemos basicamente o mesmo do dia anterior, com o acréscimo da romã na sobremesa!

IMG_3634____

urbanfareQuinta-feira, 15 de janeiro de 2015. Mais um dia de pouca atividade. Eu, pelo menos, fui para a escola e na volta passei no meu mercado preferido, o Urban Fare, onde apenas entrei para ver as novidades, aproveitar as amostras e bater papo com gente que eu não conheço. É, eu gosto de fazer isso e confesso que é uma das melhores formas de praticar o Inglês: sendo gentil com estranhos e dando atenção quando eles puxam qualquer tipo de assunto!

Ah, o Canadá é realmente tão legal! Quero morar lá um dia.

::: Logo logo, quem sabe? :::

Bom, o dia de hoje não teve passeio com foto. Na verdade acredito que tenhamos só dado uma volta no bairro, lavado nossas roupas na lavanderia do prédio e ficado em casa assistindo à TV.

Family Feud e Mike & Molly eram nossos shows prediletos enquanto estivemos lá. Ótimo também para estar com o Inglês sempre em mente, de forma divertida.

Ah, não posso deixar de postar as fotos do nosso digníssimo jantar preparado por Mon Amour:

Omeletes do Bom Marido:

by_Thierry_Elaineby_Thierry_Elaine____

Bom, e assim foram os dias 13, 14 e 15 de janeiro de 2015.

Obrigada pela visita e continue acompanhando as aventuras do Bom Marido no Canadá!

Até a próxima!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 12)

Vamos a mais uma postagem de lamber os beiços: Sessão Macho & Fogão (pte. 12)

Mas antes, quem quiser relembrar mais postagens assim, só clicar AQUI!

____

Torta de Banana especialTorta de Banana Especial

Vamos começar com alguns experimentos MEUS (milagre!) na cozinha.

Uma receita fácil de fazer, deliciosa e que permite um toque de criatividade para acrescentar alguns ingredientes também.

É a famosa Torta de Banana que minha mãe sempre fez desde que eu me entendo por gente!

Super simples:

::: Como eu fiz:

Em uma tigela coloquei 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 1 xícara (chá) de açúcar + 1 xícara (chá) de açúcar mascavo (para dar uma corzinha e um sabor especial). Acrescentei 1 colher (sopa) de fermento, 2 xícaras (chá) de leite, 2 colheres (sopa) de margarina. Mexi tudo muito bem com uma colher de pau e tive a ideia de acrescentar mais 2 ingredientes para incrementar a receita: 1/2 xícara (chá) de amaranto em flocos e 1/2 xícara (chá) de aveia em flocos (opcional).

Depois foi só untar a forma, colocar toda a massa, distribuir 6 bananas cortadas na transversal, polvilhar com açúcar e canela e colocar para assar em forno preaquecido (180º) por uns 40 minutos. Dá para servir ainda quentinha!

O Bom Marido aprovou!!!

😉
____
Franguinho desfiado com Purê de batata doce Peito de Frango Desfiado com Purê de Batata-Doce

Mais um atrevimento meu na cozinha! Uhuuu!!!

Certo dia, o Bom Marido estava todo atarefado com os trabalhinhos dele e certamente não teria tempo e pique de fazer o almoço. Adiantei meu serviço na casa (vulgo faxina), encontrei os ingredientes que eu queria e resolvi aliviar o lado do Meu Amado e encarei o fogão.

Momento tenso. Eu + fogão = tragédia!

Mas como eu estava inspirada nesse dia, a gororoba até que saiu boa.

Vamos à receita?

::: Como eu fiz:

Peguei 2 batatas-doces médias, lavei, descasquei e coloquei para cozinhar na panela de pressão com água suficiente para cobrir as batatas. Enquanto isso preparei o frango do mesmo modo que mamãe me ensinou para fazer a torta de frango: clique AQUI e veja a receita completa!

Amassei as batatas, temperei com um pouco de sal, pimenta do reino e acrescentei meio copo de Requeijão Cremoso Danubio – Light.

(Gente! Não tem comparação. Requeijão bom mesmo, só o Danubio… Seja o tradicional, o light, o zero… Isso sim é requeijão de verdade! Pronto, opinei!)

Depois foi só colocar no prato, polvilhar um temperinho e servir para o Meu Amado, de surpresa! Hehehe!

Que bom que ele gostou. Mas eu gostaria mesmo era de ter mais coragem de encarar o fogão e poder cozinhar mais vezes para o Meu Príncipe Encantado! ^^

____

Macarrão Dona Benta com molho de tomate, presunto e queijoMacarrão Tortelini Tricolor Dona Benta ao Molho Vermelho com Presunto e Queijo

Em se tratando de gororobas especiais, o Bom Marido é craque! Ele transforma um simples macarrão em uma verdadeira obra de arte!

Desta vez ele utilizou nosso predileto, o Tortelini Tricolor da Dona Benta e, ao invés de fazer o molho branco que ele está acostumado, ele resolveu fazer um vermelhinho especial.

Na cabeça dele, macarrão com molho vermelho só ficava bom se fosse à bolonhesa. Mas eu sempre disse a ele que, desde pequena estou acostumada a comer macarrão ao sugo e sempre gostei.

Mas eis que ele resolveu abrir espaço em seu coração para o molho vermelho. Mas ainda assim não foi só o molho: ele teve que dar um toque especial ao Salsaretti. Ele acrescentou fatias de presunto e queijo picados, temperos e voilá, ficou espetacularmente delicioso!
____
Strogonoff de FrangoStrogonoff de Frango com Arroz Integral

Olha ele aí outra vez!

Desta vez só postei a foto para mostrar o capricho, o carinho e, é claro, o vinho!

Ah, mas desta vez o Strogonoff ficou um pouquinho diferente, pois o Bom Marido estava sem seu ingrediente especial e secreto…

(Ah, secreto coisa nenhuma, vou contar: ele gosta de acrescentar ao molho aquela sopinha em pó da Vono, sabor champignon! Se não me engano ele coloca uns dois pacotinhos e fica muito bom!)

Só mesmo o Bom Marido para fazer Strogonoff para sua Boa Esposa em plena quinta-feira e com direito a uma boa taça de vinho tinto!

::: Dica: Vinho Gato Negro – Carmenere. Um vinho leve, frutado, de fácil degustação e que acompanha muito bem qualquer momento. E nós adoramos!

____
Bolo de Banana

Bolo de Banana com Aveia

Ai, gente! Que fofo! O Bom Marido quis retribuir as vezes em que fiz Torta de Banana (receita da Mamãe) para ele, então ele fez Bolo de Banana (receita da Sogrinha) para mim!

Que mimo!

Eis a receita da Sogrinha e com as bananas que nasceram no quintal da casa dela:

::: Como ele fez:

Ele bateu 1/2 xícara (chá) de margarina com 2/3 xícara (chá) de açúcar mascavo. Acrescentou 2 ovos, 1 xícara (chá) de banana amassada e bateu mais um pouco. Em seguida ele colocou 3/4 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 1/3 xícara (chá) de aveia, 1 pitada de sal, 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio e bateu tudo até ficar homogêneo.

Ele colocou a massa em uma forma untada e enfarinhada e fez uma espécie de farofa para a cobertura, usando 3/4 xícara (chá) de aveia, 1/3 xícara (chá) de açúcar mascavo e 2 colheres (sopa) de margarina. Foi só misturar tudo e polvilhar sobre a massa e levá-la para assar em forno preaquecido (170º) por cerca de 35 ou 40 minutos.

Assim que esfriou, nós devoramos!

Nham!
Torta de Banana com Aveia

____
Peixinho na conchinhaPeixe na Conchinha

Gente! Que receita incrível!

Mais uma obra de arte culinária que Meu Príncipe Encantado aprendeu a fazer com minha Sogrinha: É o Peixe na Conchinha!

Eu já havia provado essa iguaria quando a própria Sogrinha fez. Achei maravilhoso! E desta vez também estava uma delícia, afinal o Bom Marido aprendeu a fazer direitinho.

Vamos ao basicão da receita:

::: Como ele fez:

Ele grelhou e desfiou filézinhos de peixe (já temperados) e os colocou em um molho branco caseiro que ele fez. Depois ele espremeu um limão, misturou tudo, colocou na conchinha, polvilhou com farinha de rosca de levou para assar.

Só sei que foi assim!

Foi minha própria Sogrinha que deu essas conchinhas de presente para seu filhote. São tipo aquelas de plástico, usadas para as famosas Casquinhas de Siri. Sem dúvida, ficam um charme na hora de servir esse peixinho como entrada!

E para beber, olha o Gato Negro ali outra vez!

____

É sempre muito bom celebrar a vida, celebrar os momentos, celebrar o amor…

Independente de data ou ocasião especial, a comida sempre une as pessoas e marca épocas importantes em nossos corações.

O carinho de preparar algo especial para alguém ou até mesmo receber esse tipo de mimo reforça ainda mais os laços de amor, respeito, cuidado e união.

Vamos praticar?

😉
____

LXIII. Histórias Engraçadas Pte. 2

Que casal não tem suas pérolas para relembrar e rir com a família, os amigos ou até mesmo a sós?

Algumas coisas de HOJE, 11 de janeiro de 2014, me fizeram lembrar de algumas histórias engraçadas que contarei logo abaixo! (Pelo menos são engraçadas para Meu Amado, as pessoas que gostam da gente e eu)

E vocês? Já viveram alguma situação engraçada com a pessoa amada? Claro que sim, né? Então deixem um comentário aqui, por favor! Estou curiosa para ler suas histórias! 😉

____

– Pizzas no Suvaco!

Hoje, após ver uma matéria no programa da Angélica – Estrelas – onde a atriz Cleo Pires aparece pilotando uma Ferrari em Las Vegas, lembrei das vezes em que pilotei, não uma Ferrari, mas o trambolhento Passat Alemão do Bom Marido.

mulheraovolanteO universo inteiro sabe que eu sou uma péssima motorista, mas se tem uma coisa que eu gosto de pilotar é um carro velho, grande e pesado. E assim é a “Jabiraca” (apelido carinhoso que o Thierry deu para seu próprio possante, tadinho!).

E pilotar a Jabiraca sempre foi uma delícia, mas sozinha, claro. Porque toda vez que eu piloto e tem alguém no banco do passageiro, seja o Meu Amado, seja meu querido Papai, tenho a impressão de estar conduzindo um filme de terror (para os passageiros, claro!).

Quando olho para o lado lá está o sujeito todo tenso, com cara de pavor, pisando em pedais invisíveis e com aquelas famosas pizzas de suor nas axilas!

É sempre assim. Vai ver é por isso que o Bom Marido deixou a caranga no mecânico e não faz a menor questão de ir buscá-la ou ver se está pronta!

____

– Moço… Que que tu é?

Hoje, após ler uma postagem da Débora Shen (minha amiga com descendência Chinesa) a respeito de uma criança no shopping que a abordou em Inglês pensando que ela não fosse nascida aqui, lembrei do dia em que fui às compras com Meu Amado, tempos atrás, no Pão de Açúcar ao lado do Metrô Ana Rosa.

Fim de ano. Tarde da noite. O mercado fica aberto 24h e resolvemos ir bem tarde porque é mais sossegado.

Chegando ao caixa, colocamos nossas compras na esteira e, antes de perguntar qualquer coisa, a moça do caixa deu uma boa olhada nos 1,87m (DE ALTURA, antes que pensem besteira!) do Meu Amado e perguntou, em um sotaque de outro Estado, além de uma entonação e um volume nada adequados para aquele horário da madruga:

int– Moço… Que que tu é???????????

Meu Loirão ficou sem entender… E como ele é de poucas palavras e muita vergonha, eu respondi:

– Belga. Ele é de família Belga.

– Ah… Tá… – ela fingiu entender. Talvez esperasse que eu fosse dizer: “Alemão”, sei lá! Só sei que foi muito engraçada a cara de espanto e o jeito estridente com o qual ela perguntou aquilo.

Depois ela ainda teceu mais alguns comentários sobre o jeitão gringo do Meu Amado e enquanto ela, toda contente e falante, passava as compras no caixa, eu me perguntava: “Que pessoa mais feliz e animada em pleno fim de ano, trabalhando a essa hora da madruga! Como pode?”

Engraçado também foi ver a cara do Meu Amado que jamais esperava ser abordado dessa forma no supermercado!

____

– A prejereba que não coube na forma!

Ah, essas pescarias! Elas rendem boas histórias, boas lembranças e GRANDES peixes!

Em uma das vezes em que Meu Amado foi pescar com o amigo Edson e o meu querido Papai, o troféu do dia foi a imensa prejereba que o Bom Marido pescou. Imensa mesmo. Mas eu não me lembrava que o bicho era tão grande assim. Mas pelo menos coube no freezer e lá ficou por quatro meses até o dia em que tanto os meus pais quanto os dele pudessem estar presentes para um almoço de domingo.

Além de eu não ter me lembrado que o bicho era tão grande, eu também não me lembrava da existência dele no congelador. Pensei que a última prejereba que degustamos tinha sido aquela que o Thierry fez no aniversário da minha amada Mamãe, em abril do ano passado! Era grande e serviu muito bem 6 pessoas (e mais um gato fominha folgado!). Mas essa de agora, pasmem, é MAIOR ainda!!!

Prejereba grossa!A ideia era fazê-la assada. E, além dos nossos pais e do nosso gato fominha e folgado, o Bom Marido convidaria mais alguns amigos para saborear o peixe. Eu disse:

– Está doido? Você quer convidar 15 pessoas para apenas UM peixe??? Vai faltar! (eu achava que essa prejereba era do mesmo tamanho da outra!) E ele disse: – Vai dar sim.

Então tá!

Com medo de errar no tempero de tão gigantesco alimento, Thierry pediu para a melhor cozinheira do mundo temperá-lo: Mamãe.

E como (de acordo com a história anterior), Meu Amado ainda está sem seu possante, Papai teve que ir lá buscar o peixe para ser temperado aqui em casa. Detalhe: O bichão não coube inteiro no cooler e jamais caberia na forma, então tiveram que realizar uma pequena cirurgia no coitado:

Prejereba em duas partes!

Aí sim! Agora é só levar ao forno e se deliciar com esta maravilha!

Será que ficou bom? Isso nós iremos saber só amanhã! hehe

____

Onde está o gato?– Lucky não deixa o Thierry trabalhar sozinho!

Essa semana alguém me mostrou um vídeo de uns gatinhos que não deixam o dono trabalhar em paz em frente ao computador. É lógico que lembrei do Meu Amado e do nosso bebê, o Lucky!

Virou mania. O Thierry se senta em frente ao computador e o Lucky já pula em seu colo, pisoteando tudo (rs!) até encontrar a posição mais confortável para tirar um cochilo no colinho do papai!

Além das posições engraçadas, o nosso miau ainda usa a mão do Thierry ou o teclado como travesseiro! É muito fofo e folgado esse gato!

Isso sem falar na hipnose. Uma vez que o Lucky se senta e se ajeita no colo do Meu Amado, impossível ele se levantar para fazer qualquer outra coisa. Fica lá, como a gente brinca: “hipopotizado” pelo felino macio e ronronante.

– Miau!

____

Bom… Essas foram algumas das histórias engraçadas que aconteceram com a gente. Preciso lembrar de sempre registrar as coisas bizarras que acontecem em nosso cotidiano!

Espero que tenham gostado. E espero também que vocês compartilhem suas histórias aqui nos comentários, beleza?

Fico no aguardo! Hehe!

____

Um dos capítulos mais comentados do meu livro é o “Histórias Engraçadas” que lá consta, além da história do banho bizarro do Meu Amado, uma ilustração maravilhosa sobre esse banho, feita pelo genial cartunista Marcio Baraldi!

::: Querem saber qual é essa história e sua respectiva ilustração? Então adquiram o livro “Como ser um Bom Marido” que lá tem textos e ilustrações bem divertidas do já citado Marcio Baraldi!

::: Como comprar? É só entrar em contato comigo, aqui mesmo pelo blog ou através do e-mail: elaine_thrash@hotmail.com. Tem também a opção de comprar pelo PagSeguro.

Cliquem na imagem e confiram:

ComoserumBomMarido_PagSeguro

::: Quanto? 30 pratas + frete.

Molezinha, não é? Sem dúvida é um presente bem divertido também!

Aproveitem!

😉

Abraços e muito obrigada!

Sessão: Macho & Fogão (pte. 9)

Ufa!

Agora que as coisas estão um pouco mais tranquilas, resolvi tentar retomar as postagens da Sessão: Macho & Fogão, partindo agora para a 9ª parte, repleta de gororobas deliciosas preparadas pelo ilustre e magnânimo Bom Marido!

As anteriores estão listadas logo abaixo, vejam:

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 8)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 7)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 6)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

E lá vamos nós!!!

Filé de frango com molho de creme de leite, feijão e batatas felizes!Filé de Frango com Molho de Creme de Leite, Feijão e Batatas Felizes

Hmmm! Já começamos bem! A começar pelo filé de frango deliciosamente temperado com esse incrível molho de creme de leite, pimenta do reino, estragão e outras especiarias! O Bom Marido faz o molho aproveitando o fundinho da frigideira onde o frango foi frito, na manteiga!

Só as batatinhas felizes (que o Meu Amado faz no forno) já bastavam para acompanhar o franguinho, mas como ultimamente ele tem feito bastante feijão*, acabou colocando-o junto, neste prato.

* Meu Amado sabe que eu amo feijão e, por problemas de saúde, preciso comer muitos alimentos ricos em ferro, então ele tem feito de tudo para me agradar nesse sentido, seja fazendo feijão, lentilha e até mesmo fígado, conforme eu postei na Sessão: Macho & Fogão (pte. 7)!

____

Filé de Frango grelhado e Purê de Batata com Espinafre Filé de Frango Grelhado com Purê de Batata com Espinafre

Falando em alimentos ricos em ferro, o Bom Marido gostou tanto de fazer purê de batata com espinafre, que desta vez ele caprichou nesse ingrediente! Na verdade é a minha querida Sogrinha Anita que prepara o verdinho e deixa várias porções no congelador do Meu Amado. Pelo que eu sei, ela ferve o espinafre, bate tudo no liquidificador, refoga com alguns temperos e depois congela.

Meu Amado só tem o trabalho de fazer o purê de batatas, acrescentar o espinafre e mais alguns temperos, se necessário. Esse purê fica uma delícia com um filezinho de frango grelhado e temperado no capricho pelo Bom Marido!

Hmmm! É simples, mas delicioso, assim como todas as outras comidinhas que ele prepara para mim! ^^

____

Peixe assado na folha de bananeiraPeixe Assado na Folha de Bananeira

Situação: domingo em família

Almoço: churrasco

Ideia do Thierry: assar uns pedaços de peixe na folha de bananeira

Peixe: Espada

Agradecimento ao querido Sogrinho Joseph, por ter trazido uma gigantesca folha de bananeira só para o Meu Amado recortar uns pedacinhos e fazer as trouxinhas com os filés de espada dentro!

E não é que ficou bom? Ah! Peixe é sempre bom!

____

DSC05454 Frango Assado com Casquinha Crocante, Molho de Requeijão com Cebolinha e Arroz Preto

Eu nunca havia comido um frango assado desse jeito antes. Deliciosamente temperado e com uma casquinha crocante que dá água na boca só de lembrar. Acho que minha Sogrinha passou a receita secretamente para Meu Amado, pois o franguinho assado dela também fica crocantíssimo assim!

E para acompanhar, o incrível e indiscutível Arroz Preto (da marca que a gente prefere: Ruzene) que o Bom Marido faz com manteiga e curry! E além disso, tem também aquele famoso molhinho de requeijão e cebolinha que eu adoro, em cima do franguinho. Supimpa!

____

Batata Assada com Molho de Requeijão, Batata Palha e Arroz PretoBatata Assada com Molho de Requeijão, Batata Palha e Arroz Preto

Quem se lembra da deliciosa Batata Assada que eu já postei várias vezes aqui? Pois bem! O Bom Marido, sempre que possível, faz essa maravilhosa batata para mim. O molho de requeijão com cebolinha não pode faltar. E a batata palha por cima também não!

A variação está no acompanhamento (e de vez em quando na combinação de temperos do molho, ora mais apimentado, ora mais suave). Desta vez o Arroz Preto Ruzene, feito com manteiga e curry foi o acompanhamento escolhido pelo Meu Amado para este prato. Divino!

____

Macarrão Parafuso Colorido com Molho Branco, Pimenta e PresuntoMacarrão Parafuso Colorido com Molho Branco, Pimenta e Presunto

Até o Lucky se impressionou!

Macarrão Parafuso Colorido. Adoro! O Meu Amado sempre faz com molho branco ou com aquele molho apimentado da Knorr que a vovó dele traz da Espanha.

Para o molho, Meu Amado fritou o presunto na manteiga e depois acrescentou creme de leite, pimenta e estragão. Depois foi só acrescentar ao macarrão e, pra variar, levar para a gente na cama, em uma bandeja.

E toda vez que ele faz isso, o Lucky já pula desesperado em cima da cama querendo participar do banquete também. Tadinho! Fica só lambendo os bigodes!

____

Lentilha, Filé de Frango e Batatas FritasLentilha, Filé de Frango e Batatas Fritas

Se tem batata, não tem arroz. Essa é a lógica do Meu Amado. Por isso ele faz filé de frango com lentilha e batata frita sem se preocupar se vai combinar ou não!

Para o brasileiro isso pode parecer estranho, mas até que fica bom. Eu acho incomum, afinal na minha casa sempre que tem feijão ou lentilha, o arroz está junto, nem que seja uma só colheradinha para dizer que está ali acompanhando firme e forte o amigo feijão (ou a amiga lentilha)!

E falando em lentilha, depois que minha preciosa Mamãe passou a receita e as dicas, o Bom Marido resolveu fazê-la com frequência. E ele está se aprimorando cada vez mais. Prova de que sem prática não se chega à perfeição! hehe!

____

Filé de frango com molho de requeijão, cebolinha e pimenta, batatas fritas, brócolis e cenoura!Filé de Frango com Molho de Requeijão, Cebolinha e Pimenta, Batatas Fritas, Brócolis e Cenoura

Nem dá para ver o filé de frango ali soterrado embaixo dos brócolis e do molho de requeijão! Mas ele está ali! Filé de frango grelhado, coberto com molho de requeijão temperado com cebolinha e pimenta! Hmmm.

Para acompanhar, batatas fritas, brócolis e cenoura refogados. E para arrematar, pimenta Tabasco em cima de tudo isso que o Bom Marido preparou! Ops, mas a cenoura e o brócolis foi a querida Sogrinha que fez e deixou no congelador do Meu Amado. Pena que ele não é fã de legumes assim. Mas eu sou! E eu comi tudo e adorei! 😉

Nham!

____

Bom, esta foi a 9ª parte do apanhado de gororobas que o Bom Marido preparou com tanto carinho para mim!

Espero que tenham gostado!

E aguardem as próximas!

😉

LVIII. Ele merece a sogra que tem!

Há muito tempo eu comentei aqui sobre a tão temida personagem nas histórias dos relacionamentos: A Sogra.

Mamãe_Thierry_Anita

O Bom Marido ao lado de sua Boa Sogra e sua Boa Mãe.

Vale a pena voltar a esse assunto para falar não somente sobre a minha, mas também sobre a ilustre e magnânima sogra do Bom Marido, ou seja, a minha linda Mamãe! hehe!

Eu observo muitos namoros e casamentos por aí e acredito nunca ter visto uma relação sogra-genro tão carinhosa e verdadeira como a da minha Mãe com o meu Bom Marido.

Já namorei outros caras antes e, obviamente, minha mãe os tratou a pão de ló, como sempre. Mas com o Thierry ela vai além de tratar bem e fazê-lo se sentir parte da família.

Alguém já viu uma sogra que lava e passa com carinho as roupas do próprio genro, quando percebe que ele não vai ter tempo de fazê-lo sozinho?

Alguém já viu uma sogra que separa potes de feijão no congelador especialmente para o genro, só porque sabe que ele adora o feijãozinho que ela faz?

Alguém já viu uma sogra que compra roupas para o genro (do tamanho certinho e da cor que ele gosta), pois sabe que ele está precisando de mais peças no guarda-roupas?

Alguém já viu uma sogra que, quando vai à casa do genro, faz questão de limpar, arrumar, ajeitar, cozinhar e lavar?

Alguém já viu uma sogra que compra cobertores e lençóis para a casa do genro sem ninguém precisar pedir?

Alguém já viu uma sogra que cuida do genro como se fosse filho e não tem a menor implicância com ele e nenhuma crítica sequer a fazer?

Mamãe na cozinha do Bom Marido

A Boa Sogra do Bom Marido reinando na cozinha dele!

Claro que eu sou suspeita para falar da minha e, mas não posso negar que ela só faz isso tudo e muito mais pois ele merece!

É um genro dedicado, educado, cuidadoso, esforçado, tranquilo e que nunca dá trabalho para ninguém. É óbvio que minha mãe faz questão de tratá-lo bem. Ela faz isso sem ninguém pedir. Ela faz por amor e por reconhecer nele um cara de ouro que merece o melhor tratamento da face da Terra.

Sou testemunha ocular disso tudo!

Anita_eu_Joseph

Minha Boa Sogra e meu Bom Sogro após uma apresentação teatral minha.

E no meu caso eu também não tenho do que reclamar!

A super mãezona do Bom Marido, minha digníssima Sogrinha, também faz de tudo para me agradar. Se antes ela comprava coisas para a casa do filho dela pensando em alguma necessidade dele, agora ela pensa nas minhas também!

Ela sabe que eu praticamente moro mais na casa dele do que na minha, portanto sempre que ela vai até lá levar alguma coisa, ela se preocupa se eu também vou gostar ou não!

Acho muito bonito esse amor que ela tem por mim. E é recíproco!

Se esta é a sogra que eu mereço, sinal de que estou sendo uma Boa Esposa (e uma Boa Nora também!)

Ainda bem.

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 6)

E vocês pensam que a comilança acabou?

Claro que não!

Vamos à mais uma sessão das gororobas do Bom Marido!

Querem relembrar as anteriores? Então acessem:

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

____

E agora vamos às iguarias:

Macarrão Integral com Molho EspecialMacarrão Integral com Molho Especial

Além do arroz integral, descobri que também sou louca por macarrão integral. E esse espagueti integral que o Meu Amado preparou com muito carinho merece uma salva de palmas!

Ah, o molho? Bom, como de costume, o Mr. Gororoba resolveu fazer uma mistura de Molho de Pimenta Verde Knorr (aquele pacotinho que a vó dele traz sempre da Espanha, rs) com molho branco (da marca Masterfoods), peito de frango desfiado e mais pimenta (do reino, branca, calabresa…).

Dá até para confundir com uma daquelas massas maravilhosas servidas nos restaurantes da rede Spoleto! Nham!

____

Cebolas empanadas - Dia dos Namorados 2013 Cebolas Empanadas

Essa maravilha já apareceu por aqui quando eu fiz a postagem do Dia dos Namorados, mas segue a receita novamente para que todos possam aprender:

Pegue a maior cebola que encontrar, descasque e corte fora a tampa e a raiz. Depois corte a cebola em 18 ou 32 pedaços como se estivesse cortando uma pizza, mas sem chegar até o fim da base da cebola. O ideal é deixar uns 2 centímetros de base. Coloque a cebola na geladeira por cerca de 2 horas, retire e abra-a cuidadosamente para soltar os gomos.

Empane a cebola com uma mistura de meio quilo de farinha de rosca, pimentas à gosto, sal e tomilho (o Bom Marido coloca curry também). Deixe cair bastante farinha entre os gomos da cebola. Retire o excesso e mergulhe a cebola de cabeça para baixo em uma mistura feita com 1 litro de leite e 2 ovos.

Polvilhe com o restante da mistura de farinha, tire o excesso e frite o cebolão de cabeça para baixo por 2 minutos em uma panela onde seja possível que o óleo cubra toda a cebola. Com uma espumadeira, gire a cebola e frite-a, agora de cabeça para cima, também por 2 minutos. Frite novamente a cebola de cabeça para baixo por mais 2 minutos e retire da panela, deixando-a escorrer em um prato com papel toalha.

Para servir, basta tirar o miolo com uma faca e colocar um potinho com o molho de sua preferência. Pode ser uma mistura de maionese com alho amassado, molho rosé ou qualquer outro que você inventar!

____

Pastelzinho de Frango e Anéis de Cebola Pastelzinho de Frango e Anéis de Cebola

Muito fácil e muito prático de fazer!

Seguinte, vá ao supermercado (sério!) e compre uma embalagem de Rap 10 da Pullman (nós gostamos da versão integral, mas pode ser qualquer uma)!

Faça um recheio de frango desfiado com champignon e os temperos de sua preferência e reserve.

Recheie seu Rap 10 formando um pastel meia lua. Para fechar a massa, pincele a beirada com clara de ovo. Leve ao forno até a massa ficar dourada e depois é só servir com batatas fritas ou anéis de cebola, como o Bom Marido fez!

Meu Amado adorou a experiência de fazer cebolas empanadas, então ele resolveu usar o mesmo procedimento, porém com a cebola em formato de anéis. Ficou bem mais divertido, mais crocante e mais fácil para comer!

Experimentem!

____

Tortinha de Presunto e Queijo com Molho de TomateTortinha de Presunto e Queijo com Molho de Tomate

Vejam só mais uma ideia para fazer com o Rap 10 da Pullman!

O Bom Marido fez um molho de tomate bem acebolado, passou no Rap 10, colocou bastante queijo e presunto, fechou e levou ao forno até derreter o queijo.

Outro dia eu tentei colocar o Rap 10 naquela sanduicheira de fazer misto quente e não é que ficou bom também?

Até quem não é um magnífico chef como o Meu Amado consegue se virar na cozinha com um produto desse!

É Rap 10 mesmo! E o sabor é supimpa!

____

Tortellini Colorido Gratinado Tortelini Tricolor Gratinado

Ma che bello!

Amore Mio fez um delicioso macarrão gratinado no dia em que minha irmã veio jantar conosco!

Ele cozinhou um pacote de Macarrão Tortelini Tricolor Dona Benta e fez um molho branco misturado ao Molho de Pimenta Verde Knorr (aquele que só tem na Espanha, rs) e temperou com pouco sal e pimentas à gosto. Para ficar mais cremoso ele adicionou queijo parmesão ralado.

Depois ele misturou o macarrão com o molho, colocou em um refratário grande e levou ao forno para gratinar.

Nem preciso dizer que minha irmã e eu adoramos esse jantar especial preparado pelo Meu Príncipe Encantado, não é?

É uma ótima sugestão para esse friozinho, principalmente se for acompanhado de um bom vinho!

____

Bolo de Chocolate com Creme de MaracujáE agora vem um momento exclusivo e inimaginável na face da terra:

As Experiências Gastronômicas de Elaine Oliveira!

Isso mesmo! Euzinha encarando a cozinha!

E querem saber se deu certo?

Sim!!! Deu certo!

Ainda que o Bom Marido tenha me dado uma mãozinha, eu fiz tudo praticamente sozinha. Vamos ver?

____

Bolo de Chocolate com Creme de Maracujá

Pequei essa incrível receita no site M de Mulher, afinal eu precisava fazer um bolo bem caprichado para uma ocasião para lá de especial: o aniversário da minha Mamãe!

Aniversário da Mamãe. Bolo feito por mim! ^^Foi a primeiríssima vez em que eu fiz um bolo de aniversário em toda a minha vida. E eu só fiz porque era para ela, afinal Mamãe faz tudo por mim e desde que engatei um romance firme com o Bom Marido, ela tem feito muitas coisas para ele também, hehe! Por isso ela mais do que merece esse carinho.

E graças ao M de Mulher eu fiz esse bolo incrível que todo mundo adorou!

O problema é que estou sendo intimada a fazer um bolo novamente, mas acho que vou testar outras receitas primeiro, hein? Que tal?

____

Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate

Receitinha básica da mamãe, principalmente a cobertura, que NÃO deve ir ao fogo como vejo muitas pessoas fazendo. Os ingredientes devem ser misturados e derramados em cima do bolo ainda quente!

Bem fácil de fazer (se até eu consegui!), vejam a receita do Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate:

Bolo de Cenoura com Cobertura de Chocolate::: Massa: 3 cenouras picadas, 4 ovos, 1 xícara (chá) de óleo, 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 2 xícaras (chá) de açúcar e 2 colheres (sopa) de fermento. No liquidificador bata as cenouras, os ovos e o óleo. Em uma tigela misture a farinha, o açúcar e o fermento. Junte a mistura do liquidificador à mistura da tigela e misture bem. Coloque em forma untada e leve pra assar.

::: Cobertura: 10 colheres (sopa) rasas de açúcar, 2 colheres (sopa) de achocolatado Nescau (vai por mim, com Toddy não fica bom!), 2 colheres (sopa) de leite e 2 colheres (sopa) de manteiga. Misture tudo muito bem. Faça furos no bolo com um garfo e coloque a cobertura em cima do bolo ainda quente.

O meu não ficou 100% igual ao da mamãe porque eu deveria ter caprichado mais nos furos do bolo. Mamãe costuma espetar o garfo e alargar o furo movendo o garfo para frente e para trás. Eu só espetei o bolo sem alargar os furos, por isso a cobertura não penetrou tanto. E isso me deixou bem chateada. Da próxima vez eu já sei que o segredo é o tamanho do buraco, ora essa!

Quem comeu disse que estava uma delícia, mas eu ainda assim prefiro o da minha mãe, não tem jeito!

____

Torta Deliciosa de FrangoTorta Deliciosa de Frango

Mais uma receitinha supimpa que eu peguei da Mamãe. Motivo? Bom, das últimas vezes em que o Meu Amado foi pescar em alto mar com meu Papai, ele teve a chance de experimentar a deliciosa torta de frango que Mamãe sempre faz para o maridão levar na pescaria. É prática, é completa, é gostosa e evita que o pescador perca tempo montando lanche com as mãos sujas de sardinha!

O Bom Marido havia pedido a receita da torta, mas eu achei bacana eu mesma fazer para ele, em um gesto de carinho e agradecimento por tudo o que ele faz por mim.

E ele gostou? Adorou!

Mal vejo a hora de fazer outra torta dessa, mas é preciso um item fundamental que (pasmem!) nós ainda não temos aqui na casa de Mon Amour: um LIQUIDIFICADOR!!! Porque bater massa de torta com um mixer até que funciona, mas não é muito eficaz e acaba sobrecarregando o aparelho. Saiu até fumaça, coitado!

Mas vamos à receita da Torta Deliciosa de Frango:

Torta Deliciosa de Frango::: Recheio: 1 peito de frango cozido em 2 tabletes de caldo de galinha e desfiado, 1 cebola picada, 2 dentes de alho amassados, 4 tomates sem pele, 3 colheres (sopa) de óleo, pimenta e sal à gosto, ½ copo de leite, 2 colheres (sopa) de farinha de trigo, 2 colheres (sopa) de salsa picada, ½ pimentão picado (opcional) e 10 azeitonas sem caroço picadas (opcional). Refogue o frango com todos os temperos por 15 min. O molho deve estar ralo. Dissolva a farinha de trigo no leite e misture rapidamente ao recheio. Reserve e utilize depois de frio.

::: Massa: 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 3 ovos, 2 copos de leite, 50g de queijo ralado, ½ colher (sobremesa) de sal, 1 xícara (chá) de óleo, 1 colher (sopa) de fermento em pó e farinha de rosca para polvilhar. Bata todos os ingredientes no liquidificador, exceto a farinha de rosca, (se necessário acrescente um pouco mais de leite) até a massa virar um mingau grosso. Unte uma assadeira de alumínio retangular (número 3) com óleo. Espalhe metade da massa, salpique o recheio com o auxílio das mãos sem misturar à massa. Cubra com o restante da massa sem deixar nenhum ponto descoberto. Polvilhe com farinha de rosca e leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos ou até dourar. Temperatura: 175 graus. Corte em cubos e sirva ainda quente.

::: Dica 1: espalhe requeijão por cima do recheio, antes de cobrir com a segunda parte da massa. Fica incrível!

::: Dica 2: tudo bem que a torta é de frango, mas você pode substituí-lo por carne moída, atum, camarão… Basta usar a criatividade! 😉

____

Bom, essas foram as iguarias mais recentes que o Bom Marido e Eu fizemos!

Espero que tenham gostado!

E aguardem uma novidade bem bacana aqui no Como Ser Um Bom Marido!

Ai que ansiedade!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 5)

Dando sequência a mais uma postagem de gororobas preparadas pelo Bom Marido, eis algumas das mais recentes!

Não se lembra das anteriores?

Então clique nos links:

::: Sessão Macho & Fogão (pte. 4)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 3)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

::: Sessão: Macho & Fogão (pte. 1)

Agora vamos ao que interessa:

Torradas, Paté e Vinho do PortoTorradinhas com Paté de Smoked Salmon e Vinho do Porto.

O Bom Marido e eu não dispensamos um bom vinho, de vez em quando.

SeaChangeCanadáRecentemente, lembramos que havia restado uma latinha de paté que eu trouxe do Canadá. Um delicioso paté de Salmão Defumado da marca SeaChange.

Mon Amour havia guardado uma garrafa de Vinho do Porto Dom José – Ruby, da Real Companhia Velha e então, sem nenhum motivo em especial, decidimos degustar essas iguarias chiquetosas com as simples Torradas Integrais Bauducco!

____

Peixe Ensopado com Arroz e Fritas Peixe Ensopado com Arroz e Fritas

E olha o peixe ensopado aí outra vez!

Para quem não se lembra, a receita está no link: XLIX. “Tá nervoso? Vai pescar!” e quem ensinou o Bom Marido a preparar essa suculenta iguaria foi a minha querida e prendada Mamãe!

Além da receitinha do peixe ensopado, o Bom Marido ainda quer aprender a fazer um feijão igualzinho ao da minha mãe! Mas isso é um desafio para qualquer mortal, afinal ninguém faz uma comidinha tão mágica igual à dela.

As iguarias que o Meu Namorido prepara são ótimas, claro, mas quando o assunto é feijão, só minha mãe faz do jeito que eu gosto!

Mudando de assunto, alguém consegue enxergar um intruso guloso, curioso e comilão na foto ao lado? rsrs!

____

Prejereba Assada com Purê de BatatasPrejereba Assada com Purê de Batata

Falando em peixe, mãe e etc, Thierry e eu resolvemos fazer um delicioso peixe assado justamente na semana em que minha linda mamãe completou 53 aninhos!

Dissemos a ela que o Thierry queria finalmente assar a gigantesca Prejereba que ele havia pescado e convidamos os pais dele e os meus para um belíssimo almoço no Sábado, dia 27 de Abril.

Mamãe até ajudou Meu Amado a assar o peixão que ele havia temperado no dia anterior seguindo todas as orientações dela.

Além da Prejereba assada, degustamos também umas boas postas de Baiacu frito que minha mãe já trouxe temperado, além do acompanhamento do peixe: purê de batatas feito pelo mestre das batatas, o Bom Marido!

Bolo de Chocolate com Recheio de MaracujáPara surpresa de Mamãe, após o almoço colocamos na mesa um belíssimo bolo de Chocolate com Recheio de Maracujá que, pasmem, eu mesma que fiz!

Pois é. Resolvi botar literalmente a mão na massa.

Eu só fiz esse bolo por que foi para alguém muito especial: Minha Mamãe. Mas em breve eu conto detalhes dessa e de outras aventuras culinárias de minha parte. Aguardem!

Só sei que todo mundo adorou o bolo e minha mãe ficou muito contente com a surpresa. Ela não esperava que fôssemos comemorar o aniversário dela e muito menos que eu tivesse a coragem de fazer-lhe um bolo!

“Te amo, Mãe!”

____

Café com Chantilly e... Neston?Café com Chantilly e… Neston?

O Bom Marido adora inventar umas gororobas estranhas.

Certo dia eu perguntei a ele se já havia comido (ou tomado) Neston. Ele disse que não se lembrava. Aí eu fiquei doida! Disse que ele não teve infância, afinal todo mundo já comeu Neston (seja na fruta, seja no mingau, seja batido no leite) alguma vez na vida. Impossível ele não se lembrar disso!

Resolvemos comprar Neston para ele experimentar. Ele adorou e resolveu então coloca-lo em tudo o que via pela frente. No pão, na fruta, no sorvete, no leite, na sobremesa e até no café.

O resultado foi essa invenção aí ao lado: café com chantilly e Neston. Pode uma coisa dessas? rsrs

____

Omelete no Capricho! Omelete de Peito de Peru

Enquanto eu mexia os ovos com um garfo (do jeito que sempre vi Mamãe fazendo!), Meu Amado dava uma leve fritada em algumas fatias de peito de peru e mussarela picadas.

Acrescentamos cheiro verde, tomilho, pimenta calabresa e sal aos ovos, mexemos mais um pouco, colocamos o peito de peru e o queijo e enfrentamos a parte mais chata do procedimento: fritar tudo isso!

Temos aquela panelinha dupla, própria para omelete, que é só encaixar uma na outra e pronto, mas mesmo assim é difícil fazer omelete sem quebrar ou grudar. Ainda precisamos aprender os segredos ideais com minha mãe…

Mas fora isso, ficou supimpa. Como podem reparar ali na foto, tem até uma pimentinha Tabasco para incrementar! hehe

____

Batata Russa com Filé de FrangoBatata Russa com Filé de Frango

Alguém já viu rolando por aí uma foto de uma tal Batata Russa cuja receita é bem complicadinha de entender? Pois é… Minha irmã mostrou essa foto para Meu Amado e eu e  então nós dois resolvemos testar por aqui…

A princípio parece simples. É só pegar uma batata com casca e tudo, fazer uns cortes sem chegar ao fim da batata e rechear intercaladamente com pedaços de manteiga e pedaços de queijo (à sua escolha, mas a receita original sugere parmesão). Por cima da batata jogue pimenta, sal e alho à gosto. Leve ao forno pré-aquecido por cerca de 1 hora.

Retirar do forno, jogar um creme branco por cima (pode ser requeijão com cebolinha picada ou creme de leite, mas a receita original sugere o famoso Sour Cream*), polvilhar com queijo ralado e levar ao forno por mais uns 15 minutinhos.

Depois é só servir com carne ou um belíssimo filé de frango e voilá! Eis um criativo jantar!

____

Frango Assado com Salada Mista e Sour CreamAos curiosos de plantão, eis a receita do Sour Cream que fizemos em casa:

*Sour Cream

Misture 1 lata de creme de leite sem soro com 1 copo de iogurte natural, suco de 1 limão e meio e 2 colheres de leite. Depois dissolva meio envelope de gelatina sem sabor em um pouco de água quente e mexa bem até esfriar. Adicione a gelatina ao creme, mexendo bastante e acrescente sal e pimenta do reino à gosto. Deixe na geladeira por, no mínimo, meia hora antes de usar.

Dicas de consumo: além de colocar na tal batata russa, é possível usar o sour cream na salada, no lanche ou em cima de alguma carne.

Na foto acima, temos um crocantíssimo Frango Assado com Salada Mista e Sour Cream.

Simples, mas incrívelmente espetacular!

____

Bom, esta foi a 5ª parte da Sessão Macho & Fogão, estrelada pelo meu ilustre e magnânimo Bom Marido.

Espero que vocês tenham gostado das dicas!

Comentem aí se vocês tiverem dúvidas, elogios, sugestões ou reclamações, rs

Farei de tudo para atender a todos com muito carinho!

E bom apetite!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

Nossa! Faz tempo que não passo por aqui, hein?

Sentiram saudades das receitinhas do Bom Marido?

Não se preocupem. As deliciosas gororobas estão de volta!

(Reparem que algumas receitas são bem parecidas e aí alguém pode perguntar: “Por que você não deu uma variada no cardápio?” E o motivo é porque eu costumo colocar as receitas na ordem em que elas realmente foram feitas pelo meu Bom Marido e fotografadas por mim, OK?)

Confiram:

Frango Assado com Arroz Preto e Batata FritaFrango Assado, Arroz Preto e Batatas Fritas

Tem como resistir a esse jantarzinho feito no capricho pelo meu amado Bom Marido? Claro que não, né? Ainda mais quando ele faz esse Arroz Preto maravilhoso que eu comeria todo dia se não fosse tão caro! É, Ruzene, estamos de olho nos preços, hein?

O segredo do Meu Amado para o Arroz Preto é que ele o prepara com manteiga e curry! Fica inigualável!

E esse franguinho, hein? Não tem segredo nenhum, é só não abusar do sal!

____

Peixe Frito com Arroz 7 Grãos e FeijãoPeixe Frito, Arroz 7 Grãos e Feijão da Mamãe

Já mencionei em outra postagem o quanto o Bom Marido adora pescar, lembram? Quem tem memória de peixe, leia AQUI, rs!

Esse peixinho frito foi daquele primeira pescaria em alto mar que ele fez com seu ilustre e sábio sogro, ou seja, meu pai, claro!

Para fritar um peixinho é bem simples: deixar marinando no temperinho (sal, limão, alho, pimenta do reino), dar uma passadinha na farinha e jogar na panela com óleo.

Traindo um pouco nosso Arroz Preto Ruzene, o Bom Marido resolveu fazer o Arroz 7 Grãos Ráris, que por sinal ele fez com manteiga também.

O feijão… Bom o feijão a gente “importa” diretamente da minha casa, afinal o Bom Marido pode ser um maravilhoso e criativo “chef”, mas nunca fará um feijãozinho tão perfeito igual ao da minha mãe.

Quando a gente vai para a minha casa, a gente tem que pegar no freezer pelo menos um potinho do maravilhoso feijão que só ela sabe fazer!

Dica: Mamãe reaproveita os potes de margarina vazios. Ela os lava muito bem e, depois de secos, ela os usa para armazenar várias porções de feijão no congelador.

____

Peixe Assado e Batatas FritasPeixe Assado e Batatas Fritas (e também um feijão diferente ali no cantinho!)

Falando em potinho de feijão, outro dia minha mãe fez um feijão que o Meu Amado experimentou lá na terrinha de mamãe (Bahia) e adorou: o famoso Feijão Catador.

Ele aparece ali no cantinho, dentro de um potinho de Doriana. Super prático! Foi só colocar o potinho direto no microondas e já era!

Enquanto isso, meu amado assou um dos maravilhosos peixinhos que ele pescou e depois fritou umas batatinhas para acompanhar.

Peixe é bom de qualquer jeito e a gente adora!

____

Peixe ao Molho de Legumes e Arroz 7 GrãosPeixe ao Molho de Legumes, Arroz 7 Grãos e Batatas Fritas

Peixe, peixe e mais peixe.

Ah se Meu Amado fosse pescar todo mês! A gente nem precisaria comer outra coisa nessa vida! Que delícia!

Primeiro que, se ele pudesse pescar todo mês, já seria o homem mais feliz e desestressado da face da Terra, e segundo que peixe é gostoso, o preparo é rápido, é saudável e dá pra comer até cru!

Esse aí da foto está acompanhado por uma gororoba de cenoura (provavelmente feita pela mãe ou pela avó do Bom Marido), Arroz 7 Grãos Ráris e as infalíveis Batatas Fritas.

São três coisas que o Bom Marido não vive sem: Coca-Cola, Café e Batata Frita! Antes tinha mais uma coisa, mas graças a Deus ele eliminou da vida dele: o cigarro.

Uma vitória ele ter parado de fumar!!! Agora ele só precisava consumir menos Coca-Cola e comer mais verduras, saladas e cereais. Mas aí também já é querer demais.

____

Peixe ensopado, Arroz Preto e Batatas FritasPeixe Ensopado (à lá Mamãe), Arroz Preto e… pra variar, Batatas Fritas!

Era uma ocasião muito especial, afinal meus pais passaram o dia conosco na casa do Meu Amado e minha mãe aproveitou para ensinar a ele como fazer o incrível peixe ensopado que todo mundo come rezando!

Já postei a receita aqui antes, portanto quem quiser saber como é feita, por favor, clique AQUI.

Foi a primeira vez que meus pais experimentaram o Arroz Preto feito pelo Meu Príncipe Encantado. E eles adoraram!

Claro que o Bom Marido tem que fazer suas batatinhas fritas, com a desculpa de que molhar a batata no caldinho do peixe fica uma coisa extremamente divina!

E ele tem razão!

____

Peixe Ensopado, Arroz Preto, Rodelas de Batata e SaladaPeixe Ensopado, Arroz Preto, Rodelas de Batata e… Salada?

A receita do Peixe é a mesma da anterior. O Arroz Preto vocês estão cansados de ver por aqui.

O diferencial é a Batata que, desta vez, o Bom Marido fez em rodelas, na frigideira e a Salada, que é algo muito difícil de ser encontrado na casa do Meu Amado.

De vez em quando ele até come uma folhinha ou outra, mas tem que estar sem tempero algum. Só um tiquinho de sal e um limãozinho espremido de leve.

Menos mal. Pelo menos assim ele come!

Eu adoro salada. Quando Meu Príncipe vai ao supermercado comprar os fardos de Coca-Cola e renovar o estoque de pó de café, ele sempre lembra de comprar uma saladinha, pois sabe que eu gosto e preciso comer.

____

Bom, por enquanto é só!

Acumulei muitas gororobas para postar e agora vou ter que fazer a parte 5, a parte 6 e assim por diante…

Espero que esse post sirva de inspiração para os leitores que por aqui passam!

Bom apetite a todos!

😉