LXXXIII. O Bom Marido no Canadá – Hash Browns, No Frills, No Name, Whole Foods and Squirrels

Obs. Parece um palavrão, mas é só o título dessa postagem!

IMG_3966Vamos lá…

Os primeiros dias no apê novo foram bem tranquilos.

Ir a pé para a escola era uma delícia, ainda mais porque todas as ruas de West End até Downtown são belíssimas e cada dia eu fazia um trajeto diferente, só para conhecer melhor a região.

IMG_3024No dia seguinte à mudança, 06 de janeiro de 2015, já tratamos de ir ao supermercado No Frills (cujos preços eram mais em conta) afim de comprarmos nossas comidinhas da semana. O Whole Foods era bem mais perto, ecológico e chiquetoso, mas experimente comparar um Extra a um Pão de Açúcar. O No Frills estaria mais para o Extra, claro.

Lilika só comprava no Whole Foods, ainda mais pela variedade de produtos integrais, naturebas e afins que ela curte.

Para ser sincera, se eu pudesse eu só comprava nele também, mas o máximo que eu fazia era passar lá de vez em quando para conhecer produtos novos, pois sempre rolavam degustações e demonstrações nos corredores.

Nourish_Almond_VanillaOutro dia ganhei um sachezinho de hidratante de amêndoa com baunilha que durou 2 semanas! Uma organic body lotion da marca Nourish. Ótimo para a pele ressecada por causa do frio.

Mas eu via mais vantagens ao comprar no No Frills. O pacotinho de salada lá custava menos de CAN$ 0.90 e já vinha prontinha para comer. Durava mais de uma semana na geladeira. Era só abrir a embalagem, colocar no prato e temperar!

Como o Bom Marido e eu estávamos comprando nossas comidinhas juntos, sempre comprávamos besteirinhas do tipo: batata frita President’s Choice, hash browns, cookies President’s Choice, a maldita Coca-Cola dele, peanut butter e afins. Tirando algumas marcas específicas, priorizávamos os produtos sem marca (No Name), pois ficavam um pouquinho mais em conta e a qualidade era boa também.

IMG_2304Ficávamos sempre de olho em ofertas e passávamos boa parte do tempo tentando calcular o custo x benefício dos produtos. Para mim era divertido, pois eu adoro fazer hora no supermercado, mesmo que eu não compre nada.

Eu sempre andava com minhas ecobags na mochila, assim não precisaríamos pagar pelas sacolas plásticas do supermercado e colaborávamos com o meio ambiente também!

Voltávamos com bastante peso na mochila e nas bags. Nosso apê era no 11º andar e eu sempre subia de escada, pois detesto elevador.

IMG_3026Uma coisa que comprávamos bastante lá pois o preço sempre estava bom eram os sacos de filé de peixe congelado. E todo dia a gente comia filé de peixe grelhado ou desfiado com molho branco à lá Thierry, arroz integral e salada (para mim) e Hash Brown (para o Thierry, que ficou viciado!)

Hash Brown é tipo um disco de batata ralada e misturada com mais outros ingredientes para dar liga. Uma iguaria bem interessante que pode ser frita ou assada. Fica macia por dentro e bem crocante por fora…

Hmmm… Uma delícia, mas eu só comia de vez em quando, já o Bom Marido era praticamente TODO DIA!

____

Fazendo as contas do quanto gastávamos em média no supermercado, lembro que nos 3 meses em que Lilika e eu alugamos o apê dos nossos amigos do Canadá Diário, eu sozinha gastava CAN$ 14.00 por semana, sendo que eu só fazia compras de 15 em 15 dias.

Com a chegada do Thierry, esse valor dobrou, afinal estávamos em dois e os gastos variavam em torno de CAN$ 30.00 e CAN$ 35.00 por semana.

Bom, por enquanto é isso.

Se eu lembrar de mais alguma informação relevante eu acrescento nas próximas postagens!

Continuem acompanhando as aventuras do Bom Marido no Canadá!

😉

Encerro a postagem com esse esquilinho fofo que ficava todo dia brincando em frente ao nosso prédio!

IMG_3019Uma graça!

Ver esquilinhos todo santo dia em Vancouver sempre animava meu dia!

– Squirrels! I miss you, guys!

IMG_3021

LXIX. O Bom Marido vai às compras!

carrinho-de-compras-3Sempre gosto de ir junto com o Bom Marido ao supermercado, para ajudá-lo a procurar os itens e, sempre que possível, colaborar na hora de passar no caixa.

(Mentira, eu gosto mesmo é de passear no mercado, ver gôndolas, embalagens, novidades, ofertas, curiosidades, ticar a listinha, sentir o cheirinho de supermercado, empurrar o carrinho alegremente pelos corredores e ser feliz, rs!!!)

Brincadeira!

Não sou a louca do supermercado, mas eu confesso que adoro passear pelos corredores, mesmo que eu não vá comprar coisa alguma!

Mas como eu estava dizendo, nem sempre consigo ir às compras junto com Meu Amado. Às vezes os itens fundamentais da vida dele (Coca-Cola, batata frita e açúcar) acabam e ele se vê obrigado a sair da toca sozinho para ir comprá-los.

Víciomaldito

Antes o trajeto era somente até o Carrefour mais próximo da casa dele. Mas como ele compra em grande quantidade para já deixar estocado e evitar sair de casa o máximo possível (lei do menor esforço!), a alternativa mais em conta passou a ser o Atacadista Roldão.

donabentaLá ele compra:

Coca-Cola (fardos e fardos!);

– Açúcar União (pacotão fechado);

– Carnes (quilos e quilos de frango e carne vermelha);

– Batatas congeladas para fritar (pacotões gigantes), preferência: McCain;

– Farinha de trigo Dona Benta (pacotão de 5 kg);

Wafer Bauducco– Biscoitos (Wafer Bauducco), Chocolate Bis, Doce Gibi ou Paçoquita e outras besteirinhas;

– Batata palha (tamanho família). Lá no Atacadão a única marca que presta e compensa pelo preço é a Lucky;

– Papel toalha (vários rolos). A marca mais em conta é a do próprio Roldão;

– Margarina Doriana sem sal (vários potes, afinal ele utiliza muito para cozinhar);

– Requeijão cremoso. Como é caro, ele só compra um ou dois copos. Preferência: Danubio;

doriana_cremosa_500g_sem_sal– Batata, tomate, cebola… Itens básicos da culinária do Bom Marido!

– Entre outras coisas que, geralmente, eu coloco na listinha de compras…

O Atacadista Roldão tem bons produtos com preços que até valem a pena, mas o problema é que a variedade de marcas não satisfaz as nossas exigências, nos obrigando a ir até o Carrefour comprar o que estiver faltando, como por exemplo o leite Batavo e o suquinho Clight.

Clight_Uva

nesfit_mel_amendoasDa última vez em que o Bom Marido foi ao Carrefour, ele foi sozinho e comprou algumas coisinhas pensando em mim também:

– Suco Clight nos meus sabores prediletos (Uva e Lima-Limão);

– Cereal Nesfit – Mel e Amêndoas (meu prediletíssimo!); e

Yakult.

A listinha sempre ajuda o Meu Amado a fazer as compras, mas só o fato dele se preocupar em comprar coisinhas que eu gosto e não fico sem, já mostra o carinho dele em me ver bem, feliz e satisfeita nos dias em que durmo lá na casa dele.

Um Bom Marido não se preocupa apenas com o próprio umbigo. Ele se preocupa com o bem estar da Boa Esposa também! E com certeza tem que ser recíproco!

😉

E vamos às compras!

#ficaadica

 

Sessão: Macho & Fogão (pte. 4)

Nossa! Faz tempo que não passo por aqui, hein?

Sentiram saudades das receitinhas do Bom Marido?

Não se preocupem. As deliciosas gororobas estão de volta!

(Reparem que algumas receitas são bem parecidas e aí alguém pode perguntar: “Por que você não deu uma variada no cardápio?” E o motivo é porque eu costumo colocar as receitas na ordem em que elas realmente foram feitas pelo meu Bom Marido e fotografadas por mim, OK?)

Confiram:

Frango Assado com Arroz Preto e Batata FritaFrango Assado, Arroz Preto e Batatas Fritas

Tem como resistir a esse jantarzinho feito no capricho pelo meu amado Bom Marido? Claro que não, né? Ainda mais quando ele faz esse Arroz Preto maravilhoso que eu comeria todo dia se não fosse tão caro! É, Ruzene, estamos de olho nos preços, hein?

O segredo do Meu Amado para o Arroz Preto é que ele o prepara com manteiga e curry! Fica inigualável!

E esse franguinho, hein? Não tem segredo nenhum, é só não abusar do sal!

____

Peixe Frito com Arroz 7 Grãos e FeijãoPeixe Frito, Arroz 7 Grãos e Feijão da Mamãe

Já mencionei em outra postagem o quanto o Bom Marido adora pescar, lembram? Quem tem memória de peixe, leia AQUI, rs!

Esse peixinho frito foi daquele primeira pescaria em alto mar que ele fez com seu ilustre e sábio sogro, ou seja, meu pai, claro!

Para fritar um peixinho é bem simples: deixar marinando no temperinho (sal, limão, alho, pimenta do reino), dar uma passadinha na farinha e jogar na panela com óleo.

Traindo um pouco nosso Arroz Preto Ruzene, o Bom Marido resolveu fazer o Arroz 7 Grãos Ráris, que por sinal ele fez com manteiga também.

O feijão… Bom o feijão a gente “importa” diretamente da minha casa, afinal o Bom Marido pode ser um maravilhoso e criativo “chef”, mas nunca fará um feijãozinho tão perfeito igual ao da minha mãe.

Quando a gente vai para a minha casa, a gente tem que pegar no freezer pelo menos um potinho do maravilhoso feijão que só ela sabe fazer!

Dica: Mamãe reaproveita os potes de margarina vazios. Ela os lava muito bem e, depois de secos, ela os usa para armazenar várias porções de feijão no congelador.

____

Peixe Assado e Batatas FritasPeixe Assado e Batatas Fritas (e também um feijão diferente ali no cantinho!)

Falando em potinho de feijão, outro dia minha mãe fez um feijão que o Meu Amado experimentou lá na terrinha de mamãe (Bahia) e adorou: o famoso Feijão Catador.

Ele aparece ali no cantinho, dentro de um potinho de Doriana. Super prático! Foi só colocar o potinho direto no microondas e já era!

Enquanto isso, meu amado assou um dos maravilhosos peixinhos que ele pescou e depois fritou umas batatinhas para acompanhar.

Peixe é bom de qualquer jeito e a gente adora!

____

Peixe ao Molho de Legumes e Arroz 7 GrãosPeixe ao Molho de Legumes, Arroz 7 Grãos e Batatas Fritas

Peixe, peixe e mais peixe.

Ah se Meu Amado fosse pescar todo mês! A gente nem precisaria comer outra coisa nessa vida! Que delícia!

Primeiro que, se ele pudesse pescar todo mês, já seria o homem mais feliz e desestressado da face da Terra, e segundo que peixe é gostoso, o preparo é rápido, é saudável e dá pra comer até cru!

Esse aí da foto está acompanhado por uma gororoba de cenoura (provavelmente feita pela mãe ou pela avó do Bom Marido), Arroz 7 Grãos Ráris e as infalíveis Batatas Fritas.

São três coisas que o Bom Marido não vive sem: Coca-Cola, Café e Batata Frita! Antes tinha mais uma coisa, mas graças a Deus ele eliminou da vida dele: o cigarro.

Uma vitória ele ter parado de fumar!!! Agora ele só precisava consumir menos Coca-Cola e comer mais verduras, saladas e cereais. Mas aí também já é querer demais.

____

Peixe ensopado, Arroz Preto e Batatas FritasPeixe Ensopado (à lá Mamãe), Arroz Preto e… pra variar, Batatas Fritas!

Era uma ocasião muito especial, afinal meus pais passaram o dia conosco na casa do Meu Amado e minha mãe aproveitou para ensinar a ele como fazer o incrível peixe ensopado que todo mundo come rezando!

Já postei a receita aqui antes, portanto quem quiser saber como é feita, por favor, clique AQUI.

Foi a primeira vez que meus pais experimentaram o Arroz Preto feito pelo Meu Príncipe Encantado. E eles adoraram!

Claro que o Bom Marido tem que fazer suas batatinhas fritas, com a desculpa de que molhar a batata no caldinho do peixe fica uma coisa extremamente divina!

E ele tem razão!

____

Peixe Ensopado, Arroz Preto, Rodelas de Batata e SaladaPeixe Ensopado, Arroz Preto, Rodelas de Batata e… Salada?

A receita do Peixe é a mesma da anterior. O Arroz Preto vocês estão cansados de ver por aqui.

O diferencial é a Batata que, desta vez, o Bom Marido fez em rodelas, na frigideira e a Salada, que é algo muito difícil de ser encontrado na casa do Meu Amado.

De vez em quando ele até come uma folhinha ou outra, mas tem que estar sem tempero algum. Só um tiquinho de sal e um limãozinho espremido de leve.

Menos mal. Pelo menos assim ele come!

Eu adoro salada. Quando Meu Príncipe vai ao supermercado comprar os fardos de Coca-Cola e renovar o estoque de pó de café, ele sempre lembra de comprar uma saladinha, pois sabe que eu gosto e preciso comer.

____

Bom, por enquanto é só!

Acumulei muitas gororobas para postar e agora vou ter que fazer a parte 5, a parte 6 e assim por diante…

Espero que esse post sirva de inspiração para os leitores que por aqui passam!

Bom apetite a todos!

😉

Sessão: Macho & Fogão (pte. 2)

(Vocês se lembram da primeira sessão de receitas que eu exibi há alguns posts atrás? É só clicar AQUI!)

Atendendo a pedidos dos leitores ávidos pelas receitinhas do meu amado Thierry, eis que Agora, Já e neste exato momento disponibilizo as suculentas imagens dos jantares que costumo receber folgadamente na cama. Ai! Como eu sou metida!

Podem lamber os beiços e correr para a cozinha, pois com um pouquinho de inspiração e criatividade, qualquer gororoba fica uma delícia quando feita com carinho e boa vontade! 😉

Guardem essa dica!

E vamos às delícias:

talharim verde com molho branco e ervilhas

Talharim Verde com Ervilhas e Molho Apimentado

Eis um exemplo de que, com um pouco de criatividade dá para inventar um prato simples, diferente e saboroso.

O Bom Marido fez esse macarrão bem tarde da noite, em uma ocasião onde não havia tempo para descongelar um filé de frango ou de peixe, e então o mais prático seria fazer um Talharim Verde (Thierry só compra o da marca Carrefour). E não tinha nada para colocar no dito cujo, a não ser uma latinha de ervilhas que estava abandonada na despensa e um molho da Knorr que a vovó do Thierry sempre traz da Espanha para ele. Na verdade é um molho apimentado para ser consumido com carnes, mas eu não vejo a menor graça nesse molho a não ser no macarrão!

Nunca vi esse produto aqui no Brasil, mas deve ter algum semelhante e que combine com o paladar nacional. Uma substituição bacana seria fazer um molho branco básico e temperar com pimentinhas a gosto! 😉

Mas não é que essa gororoba ficou supimpa? E olha que eu nem gosto de ervilhas, hein!

____

O dia em que papai jantou na casa do Thierry

O dia em que meu pai provou a comidinha do Thierry!

Tarde da noite e eu precisando voltar para minha residência original e eis que meu querido e sempre super-herói Papai foi até à casa do Thierry me buscar.

Pelo horário e pelo aperto da fome, o Bom Marido (então Bom Genro) resolveu preparar um ranguinho vapt-vupt para o Sogrão. E eis que essa foi a primeira vez em que meu carequinha amado saboreou o tempero especial do Thierry.

Não foi nada grandioso! Apenas um filezinho de frango (muitíssimo bem temperado) com batatas fritas. Mas só o capricho e o carinho com que esse jantarzinho foi feito, já valeu o sorrisão aí da foto!

E o Thierry, pra variar, sempre com seu sorrisinho tímido e enigmático! rs

____

Frango Gratinado com Batatas FritasFrango Gratinado com Batatas Fritas

Com base em uma receita que o Thierry viu na internet, ele resolveu fazer esse frango gratinado aí da foto! Na verdade ele não tinha metade dos ingredientes que a receita pedia, mas ele inventou umas coisas loucas, jogou no forno e o resultado ficou surpreendente!

Tudo é uma questão de tempero! Ele usa pouco sal, mas abusa da pimenta do reino, da pimenta branca e usa tomilho até dizer chega!).

Para o molho, certamente ele usou creme de leite, mais alguns temperos, azeite, misturou tudo, derramou em cima do frango e colocou no forno até ficar… gratinado, ora essa!

Nem preciso dizer o quanto isso aí ficou delicioso, hein?

Dica: mergulhar a batatinha frita nesse molhinho cremoso é inevitavelmente maravilhoso!!!

____

Reaproveitando os restos!

Arroz! Feijão! Frangoso e Champignon!

Daria até uma musiquinha, mas na verdade é uma deliciosa mistureba que acabou virando nosso jantar!

Em primeiro lugar, o arroz (integral, pra variar) já estava pronto, mas o Thierry tem lá suas aversões com relação ao que fica de um dia para outro na geladeira, mas eu o convenci de que o grude ainda prestava. Faz parte da minha campanha “Não ao desperdício!” (Mas falarei disso em outro momento… rs)

Azeite Verdenso OlitáliaEm segundo lugar, o feijão veio da minha casa, pois há tempos eu não comia o feijãozinho precioso da minha Mamãe e ela, toda carinhosa, abriu o congelador e pegou um pote para levarmos para a casa do Thierry! Por mais que o meu Príncipe Encantado cozinhe maravilhosamente bem, ele sabe que NUNCA fará um feijão tão incrível como o da minha Mamãezinha linda!

E para abrilhantar o jantar, Thierry grelhou filezinhos de frango no Azeite Olitalia Verdenso e, no caldinho da frigideira, ele misturou uns champignons e deu uma espécie de refogada. Depois nós mandamos tudo goela abaixo tomando Schweppes Citrus! Ahhh! Foi um jantar mistureba econômico bem suculento!

____

peixe, arroz, batatasPeixe Assado com Arroz Preto e Batata Frita

Finalmente o tão falado “Arroz Preto” que eu tanto amo e que pelo visto só existem duas pessoas no universo que já o comeram: Thierry e eu. É sério! Quando falo desse incrível Arroz Preto Ruzene NINGUÉM conhece! Que absurdo! Vocês não sabem o que estão perdendo!

Bom, na foto vemos um peixe inteiro (de repente foi até um dos que ele pescou quando foi ao Pesqueiro com meus tios e meu Papai!). O peixe foi assado junto a um caldo que o Thierry fez. Temperos básicos, tabletinho de caldo de galinha, cebola, pimentão e etc… Depois de assado foi só acrescentar um pouco de creme de leite e…

Voilá!

Ficou quase igual ao que a vovó dele sempre faz!

E as batatinhas fritas aparecem só para dar um charme e serem deliciosamente mergulhadas no molho do peixe! Nham!

____

peixe e arroz preto ruzene

Peixe Assado e Arroz Preto

E olha o Arroz Preto Ruzene aí outra vez.

Gente! Procurem esse arroz! É bárbaro! Tudo bem que é meio carinho, mas vale a pena experimentar um delicioso alimento rico em proteínas, ferro e vitaminas. Para quem não sabe, esse arroz possui altos índices de antocianina e antioxidantes que previnem o envelhecimento das células, protegendo as artérias e combatendo o desenvolvimento de câncer e problemas cardíacos.

Arroz Preto RuzeneAlém disso, o arroz preto tem um maior teor de fibras (comparado ao arroz integral), garantindo que nosso intestino funcione melhor e nosso organismo absorva adequadamente a glicose e o colesterol, colaborando na prevenção de diabetes e impedindo o acúmulo de gordura nas artérias.

Viram só quantos benefícios? E além de tudo, acreditem, é de-li-ci-o-so!

____

Bom, gente! Estes foram os jantares recentes que eu consegui fotografar. Assim que meu Papai amado devolver minha câmera (sim, a câmera que meu Bom Marido me deu de presente de Natal), eu voltarei a fotografar as deliciosas comidinhas que eu tenho a sorte de degustar quase todo dia!

Espero que vocês tenham ficado com água na boca!

Até breve!

😉

XIX. Pra que jantar fora?

A idéia de sair para um lugar diferente, bonito, aconchegante e chiquetoso parece tão tentadora

Mas ultimamente nada tem sido mais tentador do que ficar em casa, no conforto de uma cama de casal macia e um cobertor aveludado. Ainda mais quando, acompanhada de tudo isso, está o meu amado Príncipe Encantado e seus incríveis jantares especiais!

Vou ser bem sincera. Quando estamos aqui na casa dele não temos a menor vontade de colocar a cara sequer na janela para olhar o mundo. E que mundo, hein? Ele está cada dia mais perigoso, mais caro, mais barulhento e assustador, então é melhor ficar em casa mesmo.

Aqui temos tudo o que precisamos para curtir nossa vida a dois: casa espaçosa, diversos filmes e seriados para assistir, um gato lindo e fofo que não dá a menor voltade de deixar sozinho aqui nessa casa e a indiscutível habilidade culinária do meu amado.

Amigos? Os que se importam, vem de longe nos visitar, assim como nossos pais!

E pra que gastar tempo, dinheiro, gasolina e paciência indo jantar fora, quando a gente pode aproveitar muito mais ficando em casa mesmo?

Claro que isso não vale para todos os casais, afinal tem gente que não aguenta ficar um final de semana sem ir para a balada, encher a cara, socializar, frequentar festas e se reunir em grupos. É a necessidade de cada um!

Há casais que não se veem com frequência e quando o fazem é em uma espécie de ritual mais ou menos assim: Sexta – balada até de manhazinha; Sábado – cinema-jantar-motel; Domingo – almoço em família e depois TV ou filminho…

salmão batatasDe vez em quando fazer uma dessas coisas até que é bacana, mas quando o casal está sem grana para sair e sem idéias do que fazer em casa, um jantarzinho na cama, um vinhozinho e uma noite de conversas agradáveis pode ser a solução.

Meu amado e eu somos um casal caseiro, então preferimos sempre ser criativos no aconchego do lar dele mesmo! Pra variar, ele sempre me mimando!

E quem resiste a esses mimos, não é verdade?

___

Salmão Frito com Batatas Fritas

Esses dias Thierry fez um delicioso tijolão de salmão frito para o jantar. Eu nunca tinha comido nada igual! Incrivelmente perfeito!

E para acompanhar, ainda fez umas batatinhas fritas. Detalhe para duas coisas que amamos colocar na comida: Mostarda French’s Spicy Brown e Tabasco!!!

O Chá Verde com Laranja e Gengibre da Feel Good é paixão só minha, afinal Thierry só bebe Coca-Cola e Schweppes Citrus! rs

___

sushiPaixão por Comida Japonesa

Ainda que digam que o sushi que a gente come aqui no Brasil é bem diferente do sushi que é feito no Japão, o que importa é que Comida Japonesa é uma delícia e isso não se discute.

São pouquíssimas as pessoas que conheço que não apreciam essa culinária, mas para minha sorte, meu amado adora (eu que o apresentei a esse maravilhoso mundo!) e, sempre que estamos com vontade, pedimos umas delícias orientais para o jantar.

Um lugar que sempre capricha no nosso delivery aqui na região da Saúde é o Onishi Sushi. O atendimento é muito eficiente e a entrega é rápida. Sem falar que é tudo muito caprichado e generoso (sempre encontramos uns sushizinhos a mais e até mesmo diferentes entre os que pedimos!)

Reparem na foto do nosso último pedido: Uma tigelinha de Missoshiru, uma tigelinha com 5 sushis fritos (brinde pela compra ter ultrapassado R$ 50,00), 8 Niguiris de Salmão, 8 Uramakkis (sushis enrolados ao contrário) e mais uns sushizinhos diferentes de brinde: 1 de kani, 1 de manga, 1 de salmão com maionese e 1 tipo “califórnia”. Na outra bandejinha temos nossos 8 Dragonmakkis (de camarão e cream cheese! Uma delícia!!!) e mais uns sushizinhos de brinde: 1 de kani, 1 de manga e 1 niguiri de pele de salmão.

Sem palavras! É a terceira vez que pedimos sushi nesse lugar e não temos nada do que reclamar, muito pelo contrário. Esperamos que continue sempre assim, afinal vale muito a pena para nós!

Infelizmente eles ainda estão sem site, mas a gente conseguiu ver o menu através do RestauranteWeb ou então do site Jardim da Saúde.

O telefone de lá é: 11 5068-0493

___

Frango ao Curry – Receita Especial da Sogrinha Anita!

Estou proibida de divulgar os segredos dessa estupenda receita que já é a quarta ou quinta vez que o Thierry faz para mim… Ele aprendeu com a mãe dele e, sinceramente, a cada vez que ele faz, eu acho mais gostoso ainda!

Na ocasião, ele fez arroz integral para acompanhar. Ficou perfeito! 😉

Vejam e babem nas fotos:

Frango ao Curry

by Thierry Durieux

Frango ao Curry com Arroz Integral

___

E atendendo a pedidos, vai uma dica de uma receita bem simples, mas bem simples mesmo, mas que deixou todo mundo, que viu a foto, com água na boca:

Batata Assada com Requeijão e Pimenta (uma variação da Batata Assada com Molho de Requeijão que eu postei em Sessão: Macho & Fogão)

batataPrestem atenção e vejam como é simples:

Basta colocar 4 ou 6 batatas em uma assadeira untada com Doriana. É bom passar um pouco da margarina em cima da batatas também! Assar por mais ou menos uns 40 minutos ou 1 hora… até ficarem macias (é só espetar com um garfo ou palito para verificar).

Com as batatas assadas com casca e tudo, é só colocar no prato, cortar ao meio, colocar um salzinho, se quiser, e colocar uma generosa colher de Requeijão Cremoso Danúbio nas metades da batata e polvilhar com temperinhos a gosto. No caso, nós colocamos Ervas Finas Kitano e Pimenta Calabresa Kitano. Ficou de lamber os beiços! rs

E para acompanhar, duas coisas que nós gostamos bastante e que nunca podem faltar na casa do Thierry: Doritos Queijo Nacho e Schweppes Citrus!

___

Viram só? Não é tão difícil se divertir em casa, principalmente quando envolve culinária no meio!

Obrigada pela deliciosa visita!

😉