LX. Chuva de Arroz!

Calma calma, pessoal!

Thierry e eu ainda não nos casamos e não fomos agraciados com a famosa chuva de arroz na saída da igreja!

O motivo do post de hoje é uma novidade muito bacana que aconteceu esses dias com relação a esse blog e o arroz.

No caso trata-se do ARROZ PRETO RUZENE, aquele que eu vivo postando aqui entre as maravilhosas receitas do Bom Marido!

Recebi um email do Departamento Administrativo do Arroz Preto Ruzene elogiando o blog e demonstrando o interesse deles em divulgá-lo tanto na página do Facebook quanto no site do arroz!

Vejam que bacana:

ArrozPretoRuzene_siteArrozPretoRuzene_blogAgradecimentos ao pessoal do Arroz Preto Ruzene, em especial à Cristiane Oliveira, do Departamento Administrativo.

Agradecimentos também ao Meu Amado, afinal é ele quem faz esse maravilhoso arroz para mim, pois sabe que eu adoro! hehe

____

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Arroz Preto RuzeneVocê sabia que o Arroz Preto Ruzene é um alimento rico em proteínas, ferro e vitaminas? Ele possui altos índices de antocianina e antioxidantes que previnem o envelhecimento das células, protegendo as artérias e combatendo o desenvolvimento de câncer e problemas cardíacos.

E mais! O Arroz Preto Ruzene tem um maior teor de fibras (comparado ao arroz integral), garantindo que nosso intestino funcione melhor e nosso organismo absorva adequadamente a glicose e o colesterol, colaborando na prevenção de diabetes e impedindo o acúmulo de gordura nas artérias.

Vale a pena experimentar esse produto delicioso.

O Bom Marido e eu adoramos!

😉

LVIII. Ele merece a sogra que tem!

Há muito tempo eu comentei aqui sobre a tão temida personagem nas histórias dos relacionamentos: A Sogra.

Mamãe_Thierry_Anita

O Bom Marido ao lado de sua Boa Sogra e sua Boa Mãe.

Vale a pena voltar a esse assunto para falar não somente sobre a minha, mas também sobre a ilustre e magnânima sogra do Bom Marido, ou seja, a minha linda Mamãe! hehe!

Eu observo muitos namoros e casamentos por aí e acredito nunca ter visto uma relação sogra-genro tão carinhosa e verdadeira como a da minha Mãe com o meu Bom Marido.

Já namorei outros caras antes e, obviamente, minha mãe os tratou a pão de ló, como sempre. Mas com o Thierry ela vai além de tratar bem e fazê-lo se sentir parte da família.

Alguém já viu uma sogra que lava e passa com carinho as roupas do próprio genro, quando percebe que ele não vai ter tempo de fazê-lo sozinho?

Alguém já viu uma sogra que separa potes de feijão no congelador especialmente para o genro, só porque sabe que ele adora o feijãozinho que ela faz?

Alguém já viu uma sogra que compra roupas para o genro (do tamanho certinho e da cor que ele gosta), pois sabe que ele está precisando de mais peças no guarda-roupas?

Alguém já viu uma sogra que, quando vai à casa do genro, faz questão de limpar, arrumar, ajeitar, cozinhar e lavar?

Alguém já viu uma sogra que compra cobertores e lençóis para a casa do genro sem ninguém precisar pedir?

Alguém já viu uma sogra que cuida do genro como se fosse filho e não tem a menor implicância com ele e nenhuma crítica sequer a fazer?

Mamãe na cozinha do Bom Marido

A Boa Sogra do Bom Marido reinando na cozinha dele!

Claro que eu sou suspeita para falar da minha e, mas não posso negar que ela só faz isso tudo e muito mais pois ele merece!

É um genro dedicado, educado, cuidadoso, esforçado, tranquilo e que nunca dá trabalho para ninguém. É óbvio que minha mãe faz questão de tratá-lo bem. Ela faz isso sem ninguém pedir. Ela faz por amor e por reconhecer nele um cara de ouro que merece o melhor tratamento da face da Terra.

Sou testemunha ocular disso tudo!

Anita_eu_Joseph

Minha Boa Sogra e meu Bom Sogro após uma apresentação teatral minha.

E no meu caso eu também não tenho do que reclamar!

A super mãezona do Bom Marido, minha digníssima Sogrinha, também faz de tudo para me agradar. Se antes ela comprava coisas para a casa do filho dela pensando em alguma necessidade dele, agora ela pensa nas minhas também!

Ela sabe que eu praticamente moro mais na casa dele do que na minha, portanto sempre que ela vai até lá levar alguma coisa, ela se preocupa se eu também vou gostar ou não!

Acho muito bonito esse amor que ela tem por mim. E é recíproco!

Se esta é a sogra que eu mereço, sinal de que estou sendo uma Boa Esposa (e uma Boa Nora também!)

Ainda bem.

😉

LV. Definitivamente uma Boa Esposa

AnaAmélia_12filhos

07/04/2010 – Ana Amélia e seus 12 filhos.

Com seu Bom Marido ela teve doze filhos. Seriam quinze se os gêmeos do primeiro parto tivessem sobrevivido e um dos gêmeos do sexto parto também.

E é bem provável que outros filhos tivessem nascido se o seu Bom Marido não tivesse descansado quando a caçulinha ainda estava com um ano e meio de vida…

Aos 45 anos de idade, viúva e com doze filhos para cuidar, ela não quis saber de outro homem. Amou tanto o seu marido que, em respeito a ele, nunca pensou em estar em outros braços. Seus filhos lhe bastavam. Todo o amor de sua vida ela dedicou a eles, bem como a seus netos, bisnetos e tataranetos.

AnaAmélia_99anos

07/04/2013 – Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de 9 dos seus 11 filhos.

Chegou de mansinho aos 99 anos de idade. De repente até passou dos 100 e ninguém sabia, afinal não era difícil as crianças serem registradas dias, semanas, meses e até anos após o nascimento.

Prendada como ninguém, passou a infância e a adolescência aprendendo a ser uma Boa Esposa. Sua mãe lhe ensinou a bordar, tricotar, costurar, cozinhar, lavar, passar, limpar e cuidar da casa. Aprendeu depressa e com muito afinco.

Ainda jovem conheceu um viúvo que era uns bons anos mais velho que ela. Nunca imaginou que fosse se casar com ele, mas o amor não escolhe idade, não é verdade? E foi assim que, lá no interiorzão da Bahia, ela se casou com seu Bom Marido e fez de tudo por ele enquanto pode.

Visando melhorar de vida, seu Bom Marido saiu da Bahia rumo à São Paulo, mas não arriscou levar a Boa Esposa junto. Primeiro foi sozinho para se certificar de que tudo daria certo. Em seguida mandou dinheiro para que ela, a sogra e mais alguns parentes fossem também.

Aniversário_99anos

Carinho de bisa!

Migrando de fazenda em fazenda, trabalhando por um pedaço de terra e lutando para viverem bem, os dois foram construindo uma família unida e amorosa.

Passaram por poucas e boas juntos. Mas também foram muito felizes enquanto puderam.

30 e poucos anos de casamento. O suficiente para viverem intensamente uma vida cheia de amor, carinho e respeito.

Até seus últimos anos de vida, ela falava com muito orgulho do Bom Marido que Deus lhe deu e principalmente dos Bons Filhos que eles tiveram. Nem todos se recordam das feições do próprio pai, afinal eram muito novos para entender o que estava acontecendo. Mas todos se parecem entre si, com uma mistura de traços da Boa Mãe e do Bom Pai.

Dia 3 de Agosto de 2013 completa 1 mês que ela nos deixou. E completa 1 ano e 1 dia que seu segundo filho também nos deixou. Ela nunca havia perdido um filho depois de crescido. E foi justo aquele que, seguindo as ordens do pai, nunca se casou para poder se dedicar e cuidar da própria mãe.

Aniversário_99anos

Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de parentes e amigos.

Ela não aguentou perder seu Bom Filho e companheiro. Mas qual mãe aguentaria? Aliás, ela já havia aguentado muita coisa nessa vida. E perder um filho após 76 anos de convivência foi muito para o coraçãozinho dela.

A Boa Mãe foi ficando cada vez mais triste e acabou por adoecer até ficar bem fraquinha e se despedir desse mundo que ela conheceu muito bem.

Certamente já deve ter se reencontrado com seu filho, sua irmã, alguns netos, seus pais e com seu Bom Marido também, é claro. E os demais que aqui restaram (filhos, genros, netos, bisnetos, tataranetos) sentem muito a sua falta, mas entendem que já era hora daquela guerreira descansar.

E que ela esteja em um maravilhoso lugar!

Descanse em paz, Ana Amélia. Descanse em paz, minha amada Vovó.

Vó Ana e eu *.*

Beijinho na Vovó! *.*

Natal2012_VóAna

O último Natal da Vó Ana. 2012.

Aniversário_99anos

Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de alguns dos seus netos.

Aniversário_99anos

Ana Amélia comemorando seus 99 anos ao lado de alguns dos seus bisnetos.

Aniversário_99anos

Vovó e eu.

R.I.P.

Ana Amélia Oliveira

✰ 07/04/1914

† 03/07/2013

_______________________________________________________________________________________________

E para encerrar, venho anunciar que, após o lançamento do livro “Como ser um Bom Marido”, um dos próximos livros que pretendo fazer será um apanhado de histórias em homenagem à essa guerreira que nos deixou recentemente aos 99 anos: nossa amada Ana Amélia Oliveira.

Catarse_logoEnquanto o livro da Vovó não fica pronto, peço por gentileza que os leitores desse blog acessem o link do projeto do meu atual livro e, se possível, apoiem o mesmo.

É bem simples e divertido apoiar um projeto no Catarse.

Querem saber como?

Então acessem: www.catarse.me/pt/comoserumbommarido e façam a diferença lá também!

Muito obrigada!

_______________________________________________________________________________________________

LI. Dia dos Namorados, Maridos, Namoridos…

Dia_dos_Namorados_jantar2013 - Cebolas empanadasNem sempre um bom namorado se torna um Bom Marido, mas um Bom Marido certamente já foi um bom namorado. E continua sendo!

Quando eu era criança, lembro que achava estranho meu pai dar flores e cartão para minha mãe no Dia dos Namorados. Eu dizia: “Ué, mas vocês não são namorados, são casados!!!” E eles calmamente me explicavam que, mesmo casados, sempre seriam eternos namorados.

Hoje em dia, namoro e/ou casamento tem se tornado algo tão banal, tão feijão com arroz, tão sem propósito algum…

Tem gente que pensa que estar solteiro é sinônimo de fracasso, como se o grande sucesso da vida fosse ser desejado, disputado e amado por alguém.

A princípio a pessoa deve estar bem Cebolas empanadas - Dia dos Namorados 2013com ela mesma. Deve se amar, se cuidar, se gostar, se aceitar e estar com o coração em paz.

Namorar qualquer tranqueira só para não ficar sozinho e ser tachado de “encalhado” é uma tremenda roubada! No final das contas o namoro sofre desgastes, problemas de afinidades, comodismo, e vira aquela meleca sem sal até nenhum dos dois envolvidos aguentar mais e partir para outro relacionamento igualmente fadado ao fracasso…

O meu Bom Marido, que na verdade é meu Bom Namorado, é um sujeito carinhoso e exemplar. Sabe aquele cara que, quando você acorda, está lá te olhando, te admirando e sorrindo ao te ver? Pois bem, esse é o meu Príncipe Encantado.

Ele é tranquilo, romântico, cuidadoso, preocupado comigo e está sempre disposto a me animar, mesmo após um longo e cansativo dia de trabalho. Extremamente compreensivo, ele não cria caso pelo fato de eu viver viajando por causa da minha vida artística. Ele não implica com minha carreira, nem com minha família e muito menos com meus planos mirabolantes para o futuro.

Mas esse é o jeito dele. Alguns homens não conseguem demonstrar esse tipo de carinho quando estão com suas amadas. Uns são ogros, outros são secos, alguns são italianos (rs), e por aí vai!

O que importa é que cada Boa Esposa entenda e aceite seu Bom Marido do jeito que ele é, porque se o amor é verdadeiro e o relacionamento vale a pena, uma pessoa vai se adequando à outra na medida do possível!

“Amar não é só viver a parte boa do namoro (passeios, sexo e presentes), é também aprender a lidar com problemas (doenças, crises e finanças).”

E.Thrash – 12/06/2013

E tenham todos um Feliz Dia dos Namorados, Maridos, Namoridos e etc!

Um beijo mais do que especial ao meu, é claro, Bom Marido: Thierry Durieux!

Je t’aime beaucoup, Mon Amour!

Dia dos Namorados 2013

____

Ontem, 11 de Junho, resolvemos antecipar a comemoração. Jantamos umas belíssimas Cebolas Empanadas, cuja receita original leva o nome de Cebolas Australianas e são feitas com cebolas gigantescas. Como não encontramos essas cebolas enormes, tipo as do Outback, resolvemos improvisar com cebolas normais mesmo! Até que ficou bom! Fizemos até com cebola roxa para testar!

Vejam a receita:

::: Cebolas Empanadas :::

Cebolas Empanadas e Vinho Santa Helena - MerlotPegue um cebolão, descasque e corte fora a tampa e a raiz. Depois corte a cebola em 18 ou 32 pedaços como se estivesse cortando uma pizza, mas sem chegar até o fim da base da cebola. O ideal é deixar uns 2 centímetros de base. Coloque a cebola na geladeira por cerca de 2 horas, retire e abra-a cuidadosamente para soltar os gomos. Empane a cebola com uma mistura de meio quilo de farinha de rosca, pimentas à gosto, sal e tomilho. Deixe cair bastante farinha entre os gomos da cebola. Retire o excesso e mergulhe a cebola de cabeça para baixo em uma mistura feita com 1 litro de leite e 2 ovos. Polvilhe com o restante da mistura de farinha, tire o excesso e frite o cebolão de cabeça para baixo por 2 minutos em uma panela onde seja possível que o óleo cubra toda a cebola. Com uma espumadeira, gire a cebola e frite-a, agora de cabeça para cima, também por 2 minutos. Frite novamente a cebola de cabeça para baixo por mais 2 minutos e retire da panela, deixando-a escorrer em um prato com papel toalha. Para servir, basta tirar o miolo com uma faca e colocar um potinho com o molho de sua preferência. Pode ser uma mistura de maionese com alho amassado, molho rosé ou qualquer outro que você inventar!

Obviamente não poderia faltar um bom vinho para acompanhar essa suculenta iguaria. Neste caso, recomendamos o vinho Santa Helena Reservado – Merlot 2011.

Hmmm… Só de ver a foto, já dá água na boca!

____

Hoje, 12 de Junho, fizemos o de sempre: tomamos café da manhã na cama! E enquanto eu estou escrevendo aqui, ele está lá no quarto dos fundos, trabalhando sozinho e dedicado na reforma de seu escritório.

12 de Junho de 2013 - Café da Manhã na cama!Muito prendado esse Bom Marido, não acham?

E eu sou extremamente sortuda por namorar alguém assim!

Agora vou parar de fazer muita propaganda, senão vai chover gente querendo o MEU Bom Marido, não é verdade? rs!

😉

____

Dia dos Namorados 2013 - tomando vinho

– Um brinde a todos os casais que se amam de verdade!

L. Matrimônio

www.almamistica.com.br

Ah, o casamento! Uma celebração tão bonita, tão pomposa e tão… cara!

O Bom Marido (apesar de eu chamá-lo assim) e eu não somos de fato casados. A gente só está um nível acima de um namoro tradicional.

Deux ans de "mariage"Ele mora sozinho, eu moro com minha família, mas passo a maior parte do tempo com ele, praticamente morando junto. Lavo, passo, limpo, guardo, organizo, ajeito, ajudo nas compras… Só não cozinho, mas aí também já é querer de mais!

Costumo manter tudo duplicado: um par de chinelos na casa dele, outro na minha casa; um par de tênis na casa dele, outro na minha casa; metade das minhas “carçolas” estão na casa dele, outra metade na minha casa, e assim por diante.

Até meus livros e cadernos ficam passendo ora pra lá ora pra cá. Eu pareço uma Tartaruga Ninja, sempre com o casco (mochilão) nas costas!

Seria mais fácil eu escolher um lugar fixo para ficar, mas eu não consigo. Por um lado não quero perder os privilégios de caçula na casa dos meus pais. Por outro lado não quero viver um relacionamento do tipo “amasiado” (eita palavra feia) ou “amancebado” (virge, pior ainda!).

Na minha cabeça, as coisas devem ser feitas da forma correta, passo a passo, direitinho, preto no branco.

Tudo bem que, só o fato de eu praticamente morar com o Meu Amado, já me faz pular umas quarenta etapas nesse lance de fazer tudo certinho e direitinho, mas a partir do momento em que eu me mudar de vez para a casa dele, de mala e cuia, o estrago estará feito. Seremos apenas um casal (éca!) amasiado.

Não que eu condene esse tipo de relacionamento, mas não é o que eu quero para mim. Quero contrair matrimônio conforme manda o figurino: no civil e na igreja, com um vestidão arrebatador, e ter todas as pessoas que eu amo – família, amigos, colegas de trabalho – ali testemunhando esse momento.

Le baiserJuro que eu nunca havia pensado em casamento antes na minha vida. Pensei que viveria para sempre morando com meus pais e namorando de vez em quando, sem pensar em algo sério. Eu tinha pavor de compromisso. Achava que nenhum homem era bom o bastante para ser meu marido, isso até conhecer o Meu Príncipe Encantado, não é?

Após dois anos de relacionamento sério, muita coisa mudou, até minha opinião sobre casórios

Mas como a grande maioria sabe, casar é bem caro, principalmente quando você não tem lá muitas pessoas para darem aquela forcinha nos gastos.

O ideal é juntar uma boa graninha com antecedência. Planejar que tipo de casamento o casal quer, contanto que seja original e combine com o estilo dos noivos (ou mais reservado, ou mais criativo, ou mais tradicional) e correr atrás de muitos detalhes: alianças, cartório, buffet, padrinhos, decoração, bebidas, lembrancinhas, músicos, fotografia e filmagem, aluguel de roupas, igreja, padre (ou pastor), data, lua de mel, lista de convidados, convitinhos, lista de presentes, salão de beleza, escolha do vestido, chá de cozinha, despedida de solteiro, entre muitas outras coisas que tomam tempo e custam uma nota! rs

Cozinha Ok!Bom, como sempre dizem: “quem casa quer casa”, se Meu Amado e eu resolvêssemos partir para o enlace matrimonial, pelo menos já teríamos onde morar: a casa dele!

Não é bem a casa dos meus sonhos (eu, por exemplo, faria uma super reforma ali para deixá-la mais funcional e agradável), mas é uma casa. Uma boa casa, por sinal.

E mais: a cozinha está ok, mobiliadinha, tem fogão, geladeira, microondas, cafeteira e etc. A área de serviço também está ok, afinal tem o principal: a máquina de lavar! A suíte também está bacana. Tem cama e guarda-roupa, pelo menos. Os outros banheiros também estão bons, exceto por alguns detalhes que precisam de conserto…

Sala de Jantar? Nada Ok...A sala de jantar não se parece em nada com uma sala de jantar, pois não tem MESA DE JANTAR!!!

A sala de estar está bem vazia também, pois só tem um sofá velho, um rack e algumas tralhas espalhadas pelo chão.

Enfim, se fôssemos fazer alguma lista do que precisa na casa seria algo do tipo: jogo de sofás, mesa de jantar, uma TV bacana, carpetes, cortinas, e itens de decoração. De resto, já tem tudo! Não tem muito o que inventar, fora a tal reforma que eu mencionei anteriormente, rs!

Mas enfim, um dos itens primordiais que um casal precisa quando decide se casar nós já temos: a moradia. Agora é só juntar uma bela grana para todo o resto, fazer a festança, jogar o buquê e partir pra Lua de Mel!

____

Até um bebê nós já temos! É… bem… Não é exatamente um bebê, mas é como se fosse, não? Afinal, animalzinho de estimação é um membro da família.

Nosso felino que o diga!

Gato Folgato outra vez!

Ei, mas espere aí! Nós ainda nem fizemos um jantar de noivado! Tsc tsc tsc!

😉

____

XIII. Happy Valentine’s Day!

Valentine's Day

Dia de São Valentim?

Tudo bem que no Brasil o “Dia dos Namorados” é comemorado no dia 12 de Junho, véspera do dia de Santo Antônio, o famoso santo casamenteiro. Mas não há como negar que a história do tal São Valentim é muito interessante em diversos pontos.

Valentim foi um bispo que lutou contra as ordens do imperador romano Cláudio II, que  acreditava que os melhores combatentes eram os SOLTEIROS e por isso havia proibido o casamento durante as guerras. Que absurdo, hein?

Mas o desobediente Valentim continuou realizando casamentos e acabou não só sendo preso, como também foi condenado à morte.

Enquanto estava preso, Valentim recebeu muitas FLORES e BILHETES de jovens que diziam acreditar no AMOR

Na porta da prisão

Thierry e Elaine na porta da cadeia, em Rio de Contas - BA

Até mesmo Valentim se apaixonou! A moça que lhe arrebatou o coração era filha de um carcereiro, que era cega. (Ah! O amor é cego! Que ironia, não?) E Valentim milagrosamente devolveu a visão a essa moça. Seria o milagre do AMOR?

Bom, antes de ser executado, Valentim escreveu uma MENSAGEM de Adeus para sua amada, assinando “De Seu Valentim”. Pelo menos ela voltou a enxergar a tempo de ler o bilhete, né?

E então, 14 de Fevereiro marca a data da morte de São Valentim e na Idade Média era notado como sendo o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Romântico isso, não?

Tanto que, naquela época, os namorados deixavam lindas MENSAGENS de AMOR na porta das casas de suas amadas e vice-versa. Só não sei se também era vice-vice ou versa-versa, mas isso não vem ao caso agora! rs

E o curioso é que muitos países comemoram o Dia de São Valentim, o que antes acontecia somente em países anglo-saxões.

Legal, né?

Bom, só sei que hoje, 14 de Fevereiro, as pessoas também comemoram o Dia da Amizade (embora o Dia do Amigo seja dia 20 de Julho! Ai, que confusão!), mas não sei! Só sei que esse pessoal adora mesmo comemorar, hein? E está certo, oras! O bom mesmo é inventar os melhores motivos para dizer a quem a gente gosta o quanto essa pessoa é importante para nós, não é?

Por mais que fique subentendido que a gente gosta de alguém, é maravilhoso para esse alguém ouvir (ou ler) isso da gente!

Portanto, meu querido Amado, Namorado, Marido, Namorido, Príncipe Encantado, Thierry Durieux: Eu te amo muito! Obrigada por me fazer um tiquinho mais feliz a cada dia em que estamos juntos! Feliz Dia de São Valentim!

E a todos os meus grandes e verdadeiros amigos, seja de hoje, seja de ontem, seja à distância, seja de pertinho: Eu amo muito vocês e agradeço por todo esse apoio que vocês, e só vocês, me dão! Feliz Dia da Amizade!Na cama

Comemorem bastante!