LXXXV. O Bom Marido no Canadá – Coal Harbour – Devaneios sobre morar em Vancouver

IMG_3184Viajar para o exterior é muito caro para desperdiçar qualquer minuto ficando dentro do apartamento, por isso o Bom Marido e eu fazíamos de tudo para sair todos os dias, mesmo os chuvosos.

Durante a semana a gente sempre se encontrava após a aula. Geralmente o Thierry ia até a Granville Station me esperar, mas às vezes eu voltava para o apartamento e almoçava antes de irmos passear.

Na quinta-feira do dia 08 de janeiro de 2015, resolvemos dar umas boas andadas por Downtown mesmo.

IMG_3185Entramos em algumas lojas legais (só para ver preços e passar vontade), comemos alguma besteira lá pela região e voltamos andando pela Canada Place, onde paramos para curtir a paisagem, e desembocamos na Cardero Street.

IMG_3187IMG_3188Vimos algumas docas com diversos barcos estacionados e pensamos como seria divertido ter um barquinho, ou até mesmo morar em um…

É… Sonhar faz bem, mas não resolve muita coisa se você ficar parado esperando cair do céu. Ou vir pelo mar.

IMG_3206Só sei que o Bom Marido e eu nos sentimos muito bem lá em Vancouver. Seria fácil nos adaptarmos ali. Tudo tem a nossa cara. As ruas, o clima, as paisagens, as pracinhas, o transporte público… Ao mesmo tempo em que é lindo, é melancólico, bucólico e, de certa forma, bem romântico.

IMG_3183Mas… Para nos mudarmos de vez o processo será longo e complicado. Primeiro porque não temos grana e nem bens para comprovar renda. E fora isso são muitos outros gastos para levar em conta.

A lista vai desde o exame de IELTS exigido para quem quer imigrar, até o aluguel de um lugar para morarmos. Teremos obviamente que arranjar um emprego, mas enquanto não conseguimos, será preciso pensar na verba da alimentação, da condução e dos gastos com possíveis emergências e imprevistos.

IMG_3194É recomeçar uma vida praticamente do zero. Largar tudo aqui (família, amigos, contatos de trabalho) e cortar um dobrado para fazer bons contatos por lá. E fora os trâmites para imigrar nosso gato também, afinal não o deixaríamos aqui nem por decreto!

Enfim… Ainda que nada seja impossível para quem realmente quer realizar o sonho de imigrar para um país feito o Canadá, lá se vão meses e até anos de preparações para a mudança. E como, no exato momento, ainda estamos tentando nos restabelecer aqui nesse pós-viagem, é bem provável que esse tempo seja ainda maior.

IMG_3193Mas continuaremos a sonhar. Quem sabe, antes do que a gente imagina, já estejamos lá com nosso barquinho ancorado em algum lugar bem lindo de Vancouver, não é?

Que os anjos digam amém!

😉

Obrigada pela visita e até a próxima postagem com mais aventuras do Bom Marido no Canadá!

Vejam mais algumas fotos deste dia, finalizando com um jantarzinho light preparado pelo Bom Marido, claro!

*** Acho que terei que fazer uma Sessão: Macho & Fogão especial do Canadá!

IMG_3199DSC01066IMG_3200IMG_3210😉

XLIX. “Tá nervoso? Vai pescar!”

Pescaria em alto mar (Bertioga)

O Bom Marido pode e deve fazer aquilo que gosta. E uma das coisas que ele gosta bastante de fazer é: pescar!

Ele já havia pescado em diversos lugares, mas nunca em alto mar, que era um dos seus sonhos.

Foram dias e dias de ansiedade, noites sem dormir e várias idas à loja de pesca em busca das tralhas perfeitas.

Combinou com dois amigos e mais um cara muito especial, o pai da Boa Esposa (sim, esta que vos escreve), de alugarem um barco e passarem um dia inteiro pescando.

Pescador Luiz - o sogro do Bom Marido Pescador Giulianno - amigo do Bom Marido Pescador Edson - amigo do Bom MaridoPescador Thierry - O Bom Marido

O Bom Marido sabia dos perigos e da possibilidade de passar mal no barco, mas não desistiu.

Luiz, o pescador!Fora o barqueiro, o único ali com mais experiência de pesca em alto mar era o Sogrão do Bom Marido que, além de ter pescado bastante, ainda cuidou para que ele não desanimasse na primeira vomitada…

Graças a Deus foi um dia bacana, tranquilo e proveitoso. Os pescadores voltaram com a caixa de isopor repleta de peixes e com uma vontade imensa de repetir a dose!

Resultado da pescaria!É uma felicidade que, só quem gosta de pescar entende, afinal, quando a gente faz aquilo que ama, tudo fica melhor em nossa vida, não é verdade?

O pescador e seu troféu!O Bom Marido, por exemplo, voltou da pescaria completamente renovado! Agora só lhe resta aprender receitinhas novas para fazer com o tanto de peixe que ele colocou lá no congelador!

Falando nisso, segue uma bem bacana, gentilmente cedida por outra pessoa incrível e maravilhosa na vida do Bom Marido: a Sogrinha linda dele! hehe

*** Delicioso Peixe Ensopado da Mamãe ***

Primeiro passo: Limpe os peixes por dentro, retirando toda aquela parte sangrenta. É bacana também dar uma boa raspada por fora e depois cortar os peixes em postas.

Delicioso Peixe Ensopado da Mamãe (Dourado)Em uma bacia grande, coloque (a gosto) alho amassado, pimenta do reino, orégano, sal, um (ou meio, vai da preferência!) limão espremido e misture bem. Em seguida, mergulhe as postas de peixe nessa mistura e deixe marinando por algumas horas.

Agora é só preparar o refogado (para aproximadamente 1 quilo e meio de peixe):

Em uma panela grande, frite 3 pedaços médios de bacon em um pouco de óleo. Acrescente uma cebola picada em pedaços não muito pequenos e deixe fritando. Enquanto isso, pique 2 tomates sem pele, meio pimentão (verde ou vermelho), coloque na panela e misture bem.

*** Dica 1: Se o refogado secar, acrescente um pouco de azeite.

Arroz, feijão e bicuda ensopada!Para dar uma corzinha, coloque uma colher de sobremesa de colorau (colorífico), depois acrescente 10 azeitonas inteiras, um pouco de sal (se necessário), um pacotinho de tempero Sazon, duas folhinhas de louro, cheiro verde picadinho e um pouco de água.

Organize as postas de peixe na panela, juntamente com o tempero que restou na bacia e deixe ferver, virando delicadamente as postas, de vez em quando.

Em cerca de 10 minutos, ou menos, o peixe está pronto!

*** Dica 2: Essa receita pode ser feita com vários tipos de peixe, como por exemplo: Dourado, Bicuda, Cação e Espada e até mesmo o Bacalhau!

Bicuda Tubarão Dourado Resultado da pescaria!

Nem preciso dizer que o Bom Marido amou o resultado, não é?

Pescadores jantando!

Peixe é um alimento tão delicioso e saudável, mas precisa ser muito bem feito para ser devidamente apreciado!

E tomara que o Bom Marido traga muito mais peixes na próxima vez!

😉

Thierry no barco.

____