XCVI. O Bom Marido no Canadá – New Westminster; TacoTime Tuesday; Queensborough Outlet; Capilano River Regional Park; Trees Organic; Foodwares Market; and Denny’s

Em mais uma semana de aventuras do Bom Marido no Canadá, resolvi refazer alguns passeios que eu já havia feito (com ou sem ele, e também com ou sem minha irmã) por Vancouver e arredores.

::: Obs.: Reuni as atividades dos dias 19 a 23 de janeiro, então a postagem está aparentemente longa, mas ainda assim dá para ler numa boa. Ou então, veja as fotos, pelo menos!

Segunda-feira, 19 de janeiro de 2015.

Após a aula, o Bom Marido e eu fomos passear em New Westminster, uma cidadezinha, assim podemos dizer, localizada na Grande Vancouver.

Assim que chegamos lá, a primeira coisa que fizemos foi procurar alguma coisa para almoçarmos. Diante da preguiça de gastar dinheiro e da vontade de comer algo rápido e prático, optamos pela pizza.

Confesso que, da outra vez que estive em Vancouver, eu achei esquisito ver essas lanchonetes que vendem pizza em plena luz do dia. Na minha cabeça, pizza sempre foi aquela refeição tão aguardada em alguns jantares de final de semana, especialmente quando voltávamos de viagem e ficávamos, minha irmã e eu, atormentando nosso pai para comprarmos uma pizza bem suculenta na antiga pizzaria “Cê Q Sabe”, em nosso bairro.

Em meu outro blog, comentei sobre “pizza em plena luz do dia” em um piquenique que meus amigos e eu fizemos na praia. Uma série de coisas estranhas na mesma situação: pizza + piquenique + praia!

Mas enfim, nesta última viagem ao Canadá, tive a oportunidade de comer essa pizza (cuja massa grossa mais parece um pão, semelhante à Pizza Hut) mais de uma vez, incluindo esta da Fresh Slice, com Meu Amado.

Após a pizza, fomos passear por New Westminster.

Perto da estação, vimos uma Pawn Shop (loja de penhores) e logo lembramos do programa Trato Feito (Pawn Stars), que passa no History Channel e que nós gostamos de assistir. A diferença é que essa loja é mais um amontoado de cacarecos velhos, diferente da chiquetérrima loja do programa de TV!

Demos uma vasculhada na loja (tendo inclusive encontrado coisas interessantes) e seguimos nosso passeio acompanhados de um delicioso copo de chocolate quente do Tim Hortons. Atravessamos a Columbia Street e passamos pela ponte que leva ao Fraser River Discovery Centre e ao River Market.

Entramos no River Market para darmos uma xeretada nas coisas por lá e depois saímos para apreciar a belíssima vista do Fraser River, além de tirarmos umas fotinhos, claro.

Piadinhas à parte, fiz questão de fotografar o Bom Marido junto com o maior soldadinho de brinquedo do mundo!

Fofo, não?

Olha que belezinha eu “pilotando o barco” em uma cabine feita para entreter crianças. Missão cumprida.

Seguimos tomando nosso chocolate quente (que já havia esfriado) em uma estupenda paisagem aprimorada pelo sol de inverno ao entardecer.

Lindo, poético e romântico.

Já em casa, assistimos um pouco à TV e jantamos essa maravilha de Peixe desfiado ao molho branco com arroz integral – obra de Mon Amour. Como acompanhamento, salada para mim e hash browns para o chef.

____

Terça-feira, 20 de janeiro de 2015.

Thierry e eu estávamos pensando em comprar algum passeio para o próximo final de semana. Nos encontramos perto da escola, na hora do almoço.

Lembrei que era terça-feira e, segundo fiquei sabendo da outra vez que estive em Vancouver, nas terças alguns restaurantes e fast-foods davam bons descontos em alguns itens.

Fomos até à praça de alimentação do Pacific Centre e aproveitamos a promoção na TacoTime, onde cada taco sairia por 1 dólar e pouquinho, não lembro ao certo. Só sei que compramos três tacos e um refrigerante pavoroso. Neste dia, minha irmã almoçou conosco, aproveitando a promoção dos tacos também!

Nossa missão após o almoço foi a de ir até à agência da West Trek Tours para ver se tinha vaga no passeio para Rocky Mountains. Infelizmente, não. Decidimos então ir até à Discover Canada Tours, agência com a qual eu havia feito o passeio para Rocky Mountains em 2012, mas também não obtivemos sucesso.

Se soubéssemos que esse passeio seria tão disputado, teríamos comprado com uma considerável antecedência. Tanto este quanto o de Seattle, que não conseguimos fazer também. Pelo menos compramos o passeio para Whistler, o que já era alguma coisa!

(Postarei sobre esse incrível passeio em breve!)

____

Quarta-feira, 21 de janeiro de 2015.

Mais um dia de bater perna sem muito sucesso. Como mencionei anteriormente, Thierry e eu compramos o passeio para Whistler e fomos alertados pelo cara da agência que seria bom irmos bem agasalhados para lá. Sendo assim, resolvemos ir em busca de algum casaco mais grosso para ele.

Como eu já havia ido para o Queensborough Landing Outlet Stores duas vezes (uma em 2012, outra em agosto de 2014 com minha irmã), eu sabia como chegar lá e em quais lojas ir.

Infelizmente não encontramos nenhum casaco que estivesse acessível aos nossos bolsos. Acabamos não comprando nada a não ser um chocolate quente no Tim Hortons (que naquela época estava em reforma, portanto fomos atendidos em um caminhãozinho estilo food truck).

Já estava escuro quando voltamos para Vancouver. Pena que, no hemisfério norte escurece muito cedo no inverno, mas ainda assim é lindo e agradável passear por lá.

O meu jantar foi arroz integral, peixe e salada. O do Thierry foi esse hamburgão com queijo!

____

Quinta-feira, 22 de janeiro de 2015.

Por ser a última semana de aula do curso de Jornalismo, fizemos mais um jornalzinho, desta vez não um tabloide com notícias inventadas, mas sim um jornal com matérias feitas com base em nossas próprias pesquisas e entrevistas.

Lembro que, na semana anterior, tivemos que selecionar um tema sobre o qual gostaríamos de escrever, criar perguntas inteligentes, entrevistar algumas pessoas, transcrever a entrevista e, a partir disso, escrever um artigo para o jornalzinho.

Escrevi sobre a convivência com colegas de quarto e se essa experiência influencia ou não no casamento. Entrevistei várias pessoas, incluindo meu próprio noivo, que contou sobre os episódios da época em que ele morou com amigos!

Essa matéria deu caldo, tanto que eu consegui encher três páginas e foi muito divertida de fazer. No mesmo jornalzinho saiu uma matéria engraçada que eu fiz sobre turistas e seus hábitos inconfundíveis!

Um dia eu posto esses textos inteiros ou aqui ou no meu outro blog. 😉

E mais uma vez a adorável professora Barbara Whiting comprou rosquinhas do Tim Hortons para a turma!

Logo após a aula, tive que ir ao departamento de intercâmbio da ILSC Vancouver para buscar meu certificado de conclusão do Programa de Estudo e Trabalho (WEP – Work Experience Program). Bateu aquela melancolia ao notar que minha jornada em Vancouver estava chegando ao fim.

Muitos dias de estudo, muitos cursos legais, muito aprendizado e a oportunidade de ter trabalhado em uma empresa magnífica lá me fizeram pensar na possibilidade de prolongar o programa, mas logo pensei nas mil coisas que eu tinha para resolver primeiro no Brasil, então achei melhor guardar essa ideia para uma próxima viagem.

Saí feliz de lá com meu diploma em mãos e fui ao encontro do Meu Amado para fazermos mais um passeio em North Vancouver.

Não canso de dizer o quanto a gente gostou de passear de Seabus!

Já em North Vancouver, passamos no meu querido Lonsdale Quay Market, onde almoçamos um grelhado com uma saladinha e depois fomos para a plataforma esperar o ônibus. Reparem na fruta estranha que encontramos por lá: Dragon Fruit… Será que é boa? Não tivemos coragem de pagar para ver!

Nossa intenção era irmos para as Grouse Mountains ver a galera esquiando e ver o que mais poderíamos fazer de interessante ali.

Chegando lá, vimos os preços e as possíveis atividades, mas como o clima estava meio feio, pensamos melhor e decidimos não gastar dinheiro com esse passeio naquele dia.

Pegamos outro ônibus e descemos no Capilano River Regional Park para fazermos alguma trilha bacana e tirarmos mais fotos.

Havia uma equipe de filmagens gravando alguma coisa por lá. Pena que não descobrimos o que era, mas só sei que muitas gravações de filmes, comerciais, seriados e afins são feitas neste lugar, que é muito lindo, por sinal.

Tempo nublado. Tiramos fotos estonteantes das montanhas!

Aproveitamos para explorar um outro pedaço do Capilano River Regional Park (por um caminho que não havíamos feito da outra vez em que estivemos ali) e descobrimos um local para apreciar o Cleveland Dam de um outro ponto de vista.

Após esse belo passeio com direto a fotos de árvores gigantescas e tudo mais, voltamos para Downtown Vancouver. Ao invés de pegarmos um ônibus da Waterfront Station até o nosso apê, eu sempre insistia para irmos a pé, afinal era tão gostoso caminhar pelas ruas de Vancouver, mesmo quando estava frio e escuro. E o paciente Bom Marido sempre atendia aos meus pedidos.

Ele era tão paciente que aguentava até minha preferência por esta ou aquela rua. E uma das que eu mais gostava era a Alberni Street, onde está localizada a Urban Fare, um dos meus lugares prediletos para conhecer produtos novos e de qualidade.

Uma coisa bacana que eu comi lá pela primeira vez na vida foi o sushi feito com arroz preto. Nunca havia degustado um sushi tão perfeito em toda a minha vida. E foi esse mesmo sushi que eu fiz questão que o Bom Marido experimentasse.

Esse foi praticamente nosso almoço, então, mais tarde, já no apê, o Meu Amado ainda fez um omeletezinho supimpa para o jantar.

____

Sexta-feira, 23 de janeiro de 2015.

Último dia de aula do curso de Jornalismo na ILSC. Sempre na última sexta-feira de cada curso, alunos e professores fazem alguma atividade diferente, dentro ou fora da escola. Nesses dias, tem gente que nem se dá ao trabalho de ir para a aula. E como as turmas são pequenas, só umas 3 ou 4 pessoas comparecem no último dia.

Naquela sexta-feira, a professora Barbara Whiting nos levou pra batermos um papo e comermos um delicioso cheesecake na cafeteria Trees Organic. Foi um cheesecake para quatro pessoas.

Eu nunca havia experimentado isso antes e o que nós escolhemos, chamado “The Sin”, estava muito bom. Era de chocolate com cereja! Hmmm!

Após a aula, encontrei meu Meu Amado na Granville Street e resolvemos entrar na Hudson Bay, uma famosa loja de departamentos do Canadá que tem de tudo um pouco, para darmos uma olhadinha nas novidades.

Tínhamos nos programado para visitar nossos amigos Dimitri, Fabiana e as crianças em Burnaby, mas como não seria delicado chegar na casa dos outros com fome, resolvemos passar no Foodwares Market para comermos alguma coisinha.

Fiz o Thierry experimentar a deliciosa sopa de lá e contei para ele que, meses atrás, quando estive ali com minha irmã, eu só pensava no quanto eu queria que ele também estivesse ali comigo, tomando aquela sopinha.

Eu quis tanto, que deu certo! 😉

Seguimos para Burnaby. Visitamos nossos amigos e o Thierry até levou o portifa dele para o Dimitri dar uma olhada, na esperança de que alguma ideia, algum milagre ou alguma indicação fosse surgir. Quem sabe em um futuro bem próximo isso não aconteça, não é? Ainda mais agora que Meu Amado deu uma turbinadinha no currículo e está muito mais preparado para enfrentar o mercado como artista 3D.

Quando saímos da casa dos nossos amigos, estava garoando forte e já havia escurecido bastante. E além disso, o Bom Marido estava com fome novamente. Caminhamos até à Austin Avenue e avistamos um restaurante Denny’s com cara de ser bem aconchegante.

Pelo fato de ser uma rede americana de lanchonetes que servem hambúrgueres, não imaginávamos que o preço seria tão absurdo. Mas já que estávamos ali, resolvemos experimentar.

Já não curti muito o atendimento, aliás, não sou fã do estilo americano de servir e tratar os clientes, sempre apressando-os a escolherem logo o que vão comer. Eu não estava com pressa nenhuma, mas a garçonete aparecia de minuto em minuto perguntando se já havíamos decidido.

Pelo menos a comida era muito boa. Thierry pediu um suculento Bourbon Bacon Burger e eu pedi um prato chamado Fit Slam (ovos mexidos com espinafre, tomate-cereja, pãozinho e salada de frutas. Ah, veio bacon no meu, mas eu os dei para o Bom Marido).

Thierry quis experimentar uma sobremesa: Cheesecake. Engraçado que essa sexta-feira começou com cheesecake na aula de Jornalismo e terminou com cheesecake no jantar!

Na verdade, a sexta-feira terminou com um agradável passeio a pé pela Granville Street, rumo ao nosso apartamento.

😉

Bom, e assim foi essa semana de aventuras do Bom Marido no Canadá.

Continuem acompanhando, pois o próximo episódio será sobre nosso romântico final de semana em Victoria, BC, em comemoração ao aniversário do Meu Amado! ❤

Não percam!

Valeu!

😉

Anúncios

XCI. Competição de Felicidade

felicidade

Ah, a felicidade… Algo tão almejado, citado e procurado por todos nós, reles mortais.

E não existe nada de errado em querer ser feliz, buscar ser feliz, tentar ser feliz e, finalmente, ser feliz. Ou pelo menos pensar que o é.

happiness_successO que pode parecer estranho, mas que poucos se dão conta, é que a felicidade não pode ser um jogo de competição, onde vence aquele que for mais feliz, mais amado, mais bem-sucedido e mais curtido nas redes sociais…

Exemplos bem clássicos dessa “felicidade competitiva” podem ser encontrados no término de um relacionamento. A pessoa se sente na obrigação de esfregar na cara do ou da ex que está feliz, que deu a volta por cima, que está melhor agora do que com ele ou ela, que superou o fim da relação e tudo mais.

indiretasInternet02Essa pessoa esquece que ser feliz é algo que ela deve buscar para si em primeiro lugar. Não é para provar nada para o vizinho, para a família ou para quem quer que seja.

indiretasInternet01É preciso ser feliz para o seu próprio bem estar.

Se a ideia é começar a se cuidar mais e adotar um estilo de vida saudável, por exemplo, que seja porque você merece e não porque você quer que o mundo saiba o quanto você está bem. Uma hora ou outra as pessoas ficarão sabendo, mas esse não é o foco. O foco tem que ser você.

Em um mundo extremamente competitivo, onde a pressão de ser feliz e bem sucedido está acima de qualquer coisa, a verdadeira felicidade acaba se perdendo em meio à necessidade de se exibir o tempo inteiro, seja através de fotos no Instagram, indiretas no Facebook ou até mesmo vídeos no Youtube.

indiretasInternet04E isso não se aplica apenas aos relacionamentos amorosos.

Indiretas a algum parente ou colega de trabalho também fazem parte dessa competição desenfreada do cotidiano. É como se nada mais nesse mundo importasse a não ser o desespero de mostrar o quanto se é feliz, mesmo quando no fundo isso não é verdade.

Hoje em dia, ser feliz é algo que poucos dominam. O segredo está em buscar a felicidade que vem de dentro.

indiretasInternet03O que te motiva a ser feliz? O que te faz feliz hoje? O que é felicidade para você? E por que você merece ser feliz? Não importa quem estiver vendo. Não queira impressionar os outros.

Querer compartilhar a felicidade com as pessoas que você gosta é uma coisa. Agora, usar isso de forma irônica para atingir um ex, um parente com o qual você não se dá bem ou até mesmo um colega de trabalho que anda torrando sua paciência, aí são outros quinhentos.

Portanto, seja feliz por você, pois só assim você, verdadeiramente, o será.

____

Obrigada pela visita e até a próxima!

😉

LXXXII. O Bom Marido no Canadá – Bagunças e Bagagens!

IMG_2095

O dia 04 de janeiro de 2015, pleno domingão, foi dia de…

Arrumar as malas!

Como minhas aulas começariam na segunda-feira, dia 05, e nossa mudança também estava marcada para o dia 05, resolvemos aproveitar o domingo para organizar tudo.

Para quem não pegou a história desde o começo, eis o resumo: minha irmã Lilika e eu fomos para Vancouver fazer um intercâmbio de 6 meses.

No primeiro mês ficamos em uma homestay. No segundo mês ficamos no apê dos amigos Dimitri e Fabiana (Canadá Diário) com eles. Nos terceiro, quarto e quinto meses, nossos amigos do Canadá Diário viajaram para o Brasil e deixaram o apartamento deles para Lilika e eu alugarmos.

No sexto mês seria inviável ficarmos todos juntos no mesmo apê, afinal eles são em 4 e o Thierry estaria vindo passar um mês comigo, ou seja, 7 pessoas em um apartamento? Seria bem desgastante para todos, ainda mais com nossos amigos voltando de viagem cansados, com crianças e, obviamente, almejando um pouco de paz, sossego e privacidade!

IMG_2098Enfim… Lilika e eu havíamos visitado alguns apartamentos para alugar e escolhemos o de uma brasileira super bacana e muito guerreira que mora há mais de 12 anos fora do Brasil. Vimos o anúncio dela no Craigslist e, uma vez estando perto para visitar o local e conhecer a pessoa, ficou muito mais fácil e confiável.

O apê não era um palácio, mas era bem ajeitadinho e caberia nós três numa boa. Alugamos por um mês, do dia 06 de janeiro ao dia 06 de fevereiro, porém a dona disse que poderíamos nos mudar na segunda-feira, dia 05, à tarde.

No domingo e na segunda demos uma bela limpada no apê dos nossos amigos e arrumamos nossas malas também.

Nessas horas a gente vê o tanto de coisas que acumulamos em 5 meses de viagem…

Segunda-feira, após à aula, terminamos de organizar alguns itens que faltavam e lá fomos nós, de mala e cuia, para o apartamento que alugamos pertinho do centro.IMG_2104Nem lhes conto o tanto que rimos e sofremos com o transporte das bagagens!

Quisemos levar tudo o que dava de uma só vez e o resultado foi: 3 brasileiros atrapalhados queimando as rodinhas das malas no asfalto! Foi hilário!

Tivemos que fazer uma baita volta na estação Lougheed Town Centre, pois uma das entradas estava em reforma e a outra estava sem rampa, então tivemos que ir lá para o outro lado, onde conseguimos embarcar.

Descemos na Granville Station, já no centro, e andamos até à Richard Street para ainda pegarmos um ônibus até o nosso novo lar… Ufa!

IMG_2108Mas ainda não tinha acabado! Algumas coisas tinham ficado para trás lá no apê dos amigos… E toca fazer a segunda viagem, porém menos sofrida que a primeira. Menos sofrida para nós, pois uma das malas ficou tão estressada que a rodinha quase explodiu!!!

Foi uma jornada e tanto, mas chegamos… Sãos e salvos, chegamos.

Depois disso foi só curtir o novo lar que já veio todo limpinho, equipado e abastecido pela própria dona. Sem frescuras, sem preocupações. Lar, doce temporário lar.

IMG_2267Fiquem ligados nos próximos capítulos!

😉

LXXVI. Dono precisa viajar enquanto parentes e amigos se revezam para cuidar do seu gato

Lucky no colinho do papaiApegar-se a um bichinho de estimação pode partir o coração de qualquer um que precisa realizar uma viagem, mesmo que seja apenas por um final de semana.

Não é todo animal que se adapta ou pode ser transportado nas viagens dos seus donos, tendo então que ficar com outras pessoas da casa ou até mesmo em hotéis especializados em pets. Mas quando o dono mora sozinho e não tem como pagar alguém ou um hotel para cuidar do seu animalzinho, o jeito é contar com a solidariedade de parentes e amigos que estejam dispostos a visitar o bichinho com uma certa frequência.

Lucky no colinho da mamãeNo caso do Bom Marido, ele teve que viajar por dois motivos: visitar os avós na Espanha e buscar sua noiva (euzinha) no Canadá. A ideia de deixar o Lucky sozinho quase o fez desistir das duas viagens, mas levando em conta que seus avós estão doentes e não poderão mais fazer suas tradicionais viagens de fim de ano para cá, ele respirou fundo, fez as malas e foi. Ele e a mãe dele.

Durante sua ausência, pessoas muito bacanas se desdobraram para cuidar do pobre gatinho. Os créditos vão para o sogrinho Joseph, meus preciosos pais Luiz e Zélia, e o querido amigo Edson, que foi quem mais conseguiu um tempinho na agenda para cuidar do bichano.

Meus pais até vieram de mala e cuia para passar o final de semana na casa do Bom Marido, mimando e fazendo companhia ao Lucky. Outro dia meu pai veio aqui e passou um tempão jogando sinuca e tocando violão. Sozinho? Não, com o Lucky!

Após sua viagem de 20 dias pela Espanha, o Bom Marido iria direto para o Canadá, porém sua conexão em São Paulo seria de cerca de 15 horas, o que o permitiu vir correndo passar pelo menos algumas horinhas matando as saudades do Lucky. E toca dar uma ajeitada na mala e seguir para o aeroporto novamente…

Lucky "trabalhando" com o papaiDesta vez a viagem foi um pouco mais longa: 40 dias seguidos longe do “miau”, porém pertinho de “moi”! Nem preciso dizer o quanto foi doloroso para o Thierry, afinal o Lucky passa 24h por dia em sua companhia, seja no colo enquanto ele trabalha em frente ao computador, seja na cama, servindo de bichinho de pelúcia.

Se fosse um gato normal que tem o costume de ficar sozinho enquanto os donos saem para trabalhar ou estudar, tudo bem. O problema é que o Bom Marido trabalha em casa e só sai “de vez em nunca” para ir ao supermercado ou para me levar em algum lugar, quando necessário.

Sorte que o Bom Marido é um cara muito querido por todos e muito apoiado pelos seus pais Anita e Joseph, que nunca o deixam desamparado. Meus pais também o adoram e estão sempre fazendo de tudo por nós dois. O Thierry é como um filho para eles!

Papai, mamãe e bebê!Consequentemente, quem se dá bem nessa história toda é o Lucky – o gato mais mimado que eu conheço! Ainda que ele seja meio antissocial e arisco com todo mundo, exceto com o Thierry e comigo, ele certamente ficou muito grato pelo carinho e pelos cuidados dos “avós” Anita, Joseph, Zélia e Luiz e do amigo Edson, em quem ele até deixou umas belas unhadas na mão.

O Bom Marido e eu agradecemos também, de coração!

😉

Só para constar, também fiquei muito mal por estar longe do Lucky. Até pensei que ele nem fosse me reconhecer após 6 meses de viagem, porém ele continua o mesmo bebê fofo, peludo e carinhoso da mamãe!

____

IMG_5556

Lucky brigando com a mala: – Nunca mais leve meus pais, sua mala feia e velha!

IMG_5575

Lucky cochilando com um Chaves rolando ao fundo.

Ganhei uma charge! Uhuuu!!!

Eu já fui desenhada, vetorizada, caricaturada, ilustrada, pintada e rascunhada uma porção de vezes, mas esta é a primeira vez que alguém me homenageia assim em uma obra de arte, junto com o Charlie, meu segundo livro, que é meu xodozinho do momento!

E, apesar de eu estar TOTALMENTE sem tempo (e com problemas técnicos) para postar qualquer coisa em qualquer um dos blogs que eu administro (Elaine Oliveirarte, CIAVIP Cultural, Maple Leaf Sisters e este aqui), tive que dar um jeito de parar tudo e vir correndo aqui mostrar uma das homenagens mais bacanas que recebi nos últimos tempos.

Senhoras e senhores, eis a charge que meu amigo Felipe Cardoso, mais conhecido como o “Felipão da Vovó” (piada interna das primas Oliveira!) fez com todo carinho para mim:

ChargeNão sou tão bonita assim como no desenho, mas ele acertou na cara de bravinha, no “zóião” e na cinturinha fina! hahaha

– Amei, Felipão! Eu não esperava receber um presente tão especial assim!!! Sério! Ganhei o dia, a semana, o mês, o ano todo depois dessa. Super beijo e muito obrigada!

Fora a mensagem que ele me deixou no Face desejando boa sorte e dizendo que o Brasil não é Brasil sem mim!

Puxa, que honra!

Pode deixar que eu volto logo, gente!

Em Fevereiro estamos de volta: Charlie, eu e o Bom Marido mais querido do nosso país que, se Deus quiser, vem me buscar aqui em Vancouver!!!

Bom, gente… Por hoje é só.

Espero que tenham gostado desta rápida postagem.

::: Aos que sempre me perguntam: Charlie , minha irmã Lilly (Lilika) e eu estamos bem! De vez em quando eu posto algumas fotos dos nossos passeios e da trajetória do Charlie lá na página do face: www.facebook.com/comoserumbommarido.

Curtam e comentem lá, curtam e comentem aqui, compartilhem, alastrem, divulguem e, principalmente, adquiram o livro para dar uma força ao meu trabalho, valeu?

Brigadão mais uma vez e até a próxima, se Deus quiser!

😉

Bjs meus e do Charlie para todos vocês! ^^

ELE NASCEU!!!

2013_12_07_LançamentoBM4Muito bem, pessoal!

É com muita alegria que venho lhes dizer que o livro “Como ser um Bom Marido” finalmente nasceu e está prontinho para ganhar o mundo!

2013_12_07_LançamentoBMO lançamento foi supimpa!

Parentes, amigos e apoiadores do projeto no Catarse foram lá buscar seus exemplares, além de se deliciarem com alguns quitutes e curtirem um pouco de música ao vivo, a cargo da dupla Renato Coffeé e Letícia Di Buono, integrantes da Banda BAC.

2013_12_07_LançamentoBM10Foi uma noite extremamente agradável!

Todo mundo amou conhecer minha família e a família do Bom Marido (querida sogrinha e querido sogrinho, sempre presentes nos momentos importantes da minha vida e da do Meu Amado!).

E o mais importante de tudo: o Bom Marido amou o evento!!!

2013_12_07_LançamentoBM8Justo ele que é bem tímido e não é muito fã de muvucas e aglomerações, mas interagiu com os convidados, fez algumas fotos (junto com nosso amigo-cupido Renato Rodrigues) e ainda se preocupou em ir vestido com a camiseta e a camisa que eu trouxe de presente para ele lá do Canadá! Que lindo! ^^

2013_12_07_LançamentoBM6Gente! Só sei que estamos muito felizes com o resultado!

O evento foi muito bacana e eu só tenho a agradecer aos que puderam ir lá pessoalmente buscar um exemplar autografado e prestigiar esse grande dia!

Sem palavras!!!

Querem saber como foi? Então vejam mais fotos do lançamento. É só clicar AQUI.

Quem também quiser adquirir um exemplar autografado do livro, basta entrar em contato comigo, seja via comentário (logo abaixo), seja via email, que eu respondo com o maior carinho: elaine_thrash@hotmail.com ou elaineoliveirarte@globomail.com.

2013_12_07_LançamentoBM2E muito obrigada a todos por acompanharem essa incrível e gratificante trajetória!

Seja bem-vindo, Charlie*!!!

* Charlie é o nome do sapinho da capa do livro, criado pelo designer e Bom Marido Thierry Durieux.

Até a próxima, pessoal!

😉

2013_12_07_LançamentoBM92013_12_07_LançamentoBM112013_12_07_LançamentoBM3

::: Agradecimentos mais do que especiais ao pessoal que colaborou e fez de tudo para que este lançamento pudesse acontecer da forma mais divertida e agradável possível: Renato Alves (Fagulhas D’Arte), Edson Mendes (Espaço Piccolo), Letícia Di Buono, Renato Coffeé e Arthur Santana (Banda BAC), Fabrícia Vivas e Augusto Valente (CIAVIP Cultural) e à minha família incrível e maravilhosa que se desdobrou para me ajudar com os preparativos: Maria Zélia (Mamãe), Luiz (Papai), Eliane Lilika (Irmã), Anita (Sogrinha), Joseph (Sogrinho) e Meu Amado e dedicado Bom Marido Thierry!

Muito obrigada pela força!!!

Amigos Diversos

Eu não poderia deixar de citar também os amigos que conheci em diversas outras situações da minha vida e os que conheci de forma indireta através de outros amigos que a vida me deu.

Amigos da minha irmã, amigos que conheci nos tempos em que eu frequentava o divertido Madame Satã, amigos que conheci pela Internet, amigos do meu amado Bom Marido, amigos de amigos, entre outros.

O bom é poder contar com toda essa galera maravilhosa que, sempre que possível, acompanha o meu trabalho e se interessa pelos meus projetos.

Não existe nada mais gratificante do que ter o nosso esforço reconhecido por quem estimamos!

Portanto, muito obrigada a todos os amigos que cito logo abaixo, em ordem alfabética:

– Aline Navarro (linda e doce amiga que conheci nas poucas aulas de balé que consegui frequentar este ano na Academia Central Artes, liderada pela nossa querida prô Ariane Usai! A Aline é uma menina super gente boa e com uma energia bem bacana! ^^)

– Andre Okuma (um amigo que conheci através das manifestações artísticas, especialmente as de caráter audiovisual da minha terra natal: Guarulhos! Mais um cara batalhador e super bacana que conheci indiretamente através do meu mestre Rubens Mello!)

2010_AtravessandomaisumaruacomDaltoFidencio– Dalto Fidencio (um grande amigo e poeta que tive a honra de conhecer nos tempos em que eu frequentava o Madame Satã. Como eu adorava encontrar meu querido amigo Dal quase todo final de semana, fora as postagens incríveis no Fórum MS e os saraus que ele encabeçava! Atravessamos muitas ruas juntos! Ele sempre cuidando para que a criança aqui não ficasse desprotegida! Um dos amigos mais inteligentes que eu conheço e que muito estimo!!!)

– Dani Vasconcelos (amiga da minha irmã Eliane Lilika. Fiquei muito surpresa quando ela veio toda contente dizer que gostaria de apoiar eu projeto! Sem palavras para agradecer pelo carinho e pelo interesse da Dani em ver meu projeto dando certo!!!)

– Diego Alfa Perez (amigão que conheci através da Internet e que está sempre acompanhando minha trajetória! Um cara muito bacana, criativo, inteligente e atencioso!)

– Elaine Tracanella (minha xará linda e maravilhosa!!! Uma pessoa iluminada que está sempre sorrindo e tem um jeitinho especial de cativar a todos! Conheci a Elaine quando ela começou a namorar o Nelson, amigo do Bom Marido e meu amigo também, claro! A xará e o JapoNelson formam um casal que dá gosto de ver! Torço muito por esses dois!!!)

2013_BebelemGuarulhos

– Humberto Rosso (mais um amigo que conheci através da Internet e através da nossa atividade em comum: ARTE. O Humberto é mais um artista batalhador nesse mundo injusto e concorrido. Mas quem disse que ele é da turma dos que desistem? Nunca! Esse é dos meus! Vai até o fim, pois sabe que vale a pena!)

– Leonardo Freitas (amigo que conheci através do Dimitri Kozma e do Júlio Samico, meus grandes amigos e parceiros do Podcast Surrealmente (que aliás precisa voltar ao ar com urgência, afinal eu amei participar desse trabalho!). O Leo é um cara extremamente inteligente e divertidamente polêmico. Isso sem falar na nobreza dele em apoiar o meu projeto!)

– Luiz Paulo Lucanchuc Ribeiro (o Luiz é um cara do bem e super carinhoso! Não o conheço a fundo para detalhar as qualidades dele, mas quando o vejo nos divertidos eventos da Space Magic, percebo o quão gente boa ele é!)

– Marcelo Games (mais um cara master inteligente e divertido que conheço desde os tempos de Madame Satã e Fórum MS. Uma grata surpresa o senhor Verdugo apoiar o meu projeto! Sem dúvida fiquei muito feliz com esse nobre gesto dele!)

– Nelson Nishimi (JapoNelsooooooonnnn!!! Grande e querido amigo do meu amado Bom Marido. Cozinheiro de mão cheia, um cara super do bem, atencioso e com um coração do tamanho do mundo! Gostamos muito desse japa! Ele e a xará já são da família!)

2013_Os4geminianos

– Pedro Bexiga (grande Pedrão! Um cara que eu admiro muito tanto pelo ótimo trabalho que ele faz, como pelo caráter que serve de exemplo para muitos pseudo-artistas que existem por aí. O Pedrão é um cara humilde, tranquilo, gente boa e que arrebenta nos palcos e nas telinhas também. Um talento de pessoa! Um super ator e comediante cujo trabalho eu faço questão de acompanhar. Para mim é uma imensa honra ter o nome dele entre os queridos apoiadores do meu projeto! Como se não bastasse isso, o Pedrão ainda é parente do pessoal de uma das produtoras para a qual eu trabalho: a Space MagicVeronica Lima, Patrycia Menezes e Julio Menezes!)

– Valter Noronha (mais um amigo que chegou até mim através do Rubens Mello. Um cara que aprecia o cinema nacional de baixo orçamento, em especial o cinema fantástico, além de ser um amante da poesia e das artes em geral.)

WRady Logo– Wiliam Rady (chefinho da minha irmã e da minha prima Fernanda! Impressionante como existem pessoas boas, humildes e generosas ao nosso redor. O Sr. Rady mal me conhece, mas tem um carinho muito especial por minha irmã e por minha prima, por isso ele fez questão de apoiar meu projeto, o que me deixou extremamente feliz e surpresa!)

____

Ufa!

Consegui listar e agradecer a todos os apoiadores que fizeram com que o livro “Como ser um Bom Marido” desse certo. Espero que todos gostem das singelas homenagens e do resultado final e tão aguardado por todos nós: o precioso LIVRO em nossas mãos!!!

CapaLivro2KMuito obrigada a todos pelo carinho, pela paciência e pela generosidade em apoiar este projeto.

Que Deus abençoe a todos e retribua em triplo tudo o que vocês estão fazendo por mim!

De coração, muitíssimo obrigada!!!

Um grande abraço,

Elaine “Thrash” Oliveira

(Ou Lã, ou Nani, ou Child, ou Elaininha, ou Xará, ou Micuim, ou Lane, entre outros mil apelidos carinhosos que recebo dos parentes e amigos! rsrs)

Amigos do Trabalho (Dufry, Teatro, Música, Cinema, TV, etc!)

Não existe nada mais incrível nessa vida do que ter a oportunidade de trabalhar com pessoas maravilhosas que sabem valorizar a nossa arte.

Ao longo de toda a minha carreira eu conheci pessoas que, desde o primeiro momento me receberam de braços abertos. No entanto, conheci também pessoas que, à primeira vista tiveram um certo receio, devido ao fato de eu gostar de Heavy Metal e me vestir com roupas escuras, mas a convivência fez com que essas pessoas me conhecessem melhor, gostassem de mim e me aceitassem da forma que eu sou.

Também conheci pessoas com as quais pouco trabalhei, mas que fizemos questão de manter contato. Alguns amigos que estimo muito eu conheci através da maravilhosa indicação de outros e eu agradeço muito a todos eles pela amizade e pelos ótimos trabalhos que fizemos juntos!

E agradeço também à Internet por me manter sempre conectada a todos esses profissionais que citarei logo abaixo. São amigos e contatos com os quais tive a honra de trabalhar e agora tenho o maior orgulho de pode dizer que eles apoiaram o meu projeto no Catarse!

(Gente, mil perdões pelo post tão extenso!)

____

Segue em ordem alfabética:

– Alexandre Lorenzo (conheci o Alê através da cineasta Fabiana Sevilha. Ela me indicou para um TCC que o Alê estava fazendo a respeito de Filmes de Terror e foi um imenso prazer atuar no trabalho dele e conhecer a equipe maravilhosa que fez parte de “Pandemônio“)

2012_ONataldaChapeuzinhoVermelho– Andrea Leitte (é sempre muito divertido trabalhar com essa atriz maravilhosa, charmosa, talentosíssima e apaixonada por animais! Graças à CIAVIP Cultural tive a oportunidade de conviver e ir conhecendo melhor essa pessoa tão bacana que é a Déia. Trabalhamos muuuuuuuito juntas! Desde os tempos em que ela fez a técnica do espetáculo “Os Brinquedos da Bebel”, depois nas inúmeras Blitzes Educativas do Grupo CCR, e em seguida dividindo os palcos com ela nos espetáculos “Os Brinquedos da Bebel”, “O Natal da Chapeuzinho Vermelho”, “Coelhinho da Páscoa, O Que Trazes Pra Mim?” e “Páginas de Aventura”)

– Cristtyano Aaron (conheci o Cristtyano nos tempos em que eu participava de gravações em novelas e comerciais! Tempos divertidos aqueles! Certo dia o Isaac Huna me convidou para ser entrevistada no programa que ele produz, o Krazys, e quem é que eu encontro lá para ser entrevistado também? O super talentoso Cristtyano Aaron. Graças a esse dia reatamos o contato e fortalecemos nossa amizade!)

– Daniel Eugênio (um super e dedicado ator que conheci através da Trupe Teatral Fagulhas D’Arte, do Renato Alves. Dividimos os palcos no espetáculo “Os 3 Porquinhos e o Lobo”, que apresentamos no CEU Parque Bristol este ano!)

2013_Os3PorquinhoseoLobo

2012_ShootingDay_Vancouver– Dimitri Kozma (graças ao meu mestre e conselheiro Rubens Mello eu tive a sorte de conhecer este cineasta genial que é o Dimitri! Um amigão que eu admiro muito e que realiza trabalhos artísticos surpreendentes. Trabalhamos juntos desde o curta A Carnedele e da Geisla Fernandes (para o qual o Rubão havia me indicado), depois gravamos O que os olhos não veem e mais recentemente, a convite do próprio Dimitri, atuei em “Horário Nobre ou Banquete para Urubus” (até ganhei prêmio por este curta) e na mesma época ele fez o videoclipe da minha banda Insane Kreation! Que honra! E na minha curta passagem por Vancouver, ainda gravamos um outro curta que ainda não foi lançado, além de imagens que serão usadas em um dos próximos videoclipes do meu projeto solo “O Caminho”… Ufa! E além de tudo isso o meu “kiriiiiiiiiiiduuuu” amigo Dimitri ainda fez questão de apoiar meu projeto lá no Catarse! Sem palavras!!!)

2012_Vancouver_BeachDay– Fabiana Ferlin (eis a grande mulher que o magnânimo Dimitri Kozma tem a sorte de ter como esposa! A é uma pessoa incrível, de uma inteligência admirável e de uma determinação notável! Eu a conheci ao mesmo tempo em que conheci o Dimitri, ou seja, nas gravações do curta “A Carne”, no qual ela também atuou! A é um exemplo de esposa. Participa de todas as ideias e criações do maridão, seja na produção, seja como atriz, jornalista, repórter e tudo mais. Super mãe, super esposa e super parceira! Não sei o que seria do Dimitri sem o talento da Fabiana!!! E detalhe: uma anfitriã perfeita que me recebeu com todo carinho e paciência lá no Canadá!)

2013_PáginasDeAventura_MG2– Fabrícia Vivas (minha mami postiça linda! Mais que uma chefe, ela é amiga, conselheira, colega de trabalho, super mãezona e uma pessoa sempre alegre que dá vontade de ficar o dia inteiro abraçando! Que energia tem essa mulher! E que talento admirável tanto como diretora, como produtora, atriz, decoradora e muito mais. Um super exemplo a ser seguido. Uma pessoa que não se deixa abalar e que possui uma vontade incrível de viver e ajudar a todos. Um anjo. Uma benfeitora de nascença! Nunca vi pessoa mais generosa e dedicada que ela! Um presente de Deus que conheci graças ao Renato Alves que me indicou para trabalhar na CIAVIP Cultural em 2011!)

– Felipe M. Guerra (conheci esse talentoso jornalista, diretor e cineasta através do amigo Richard Stuart, que me indicou para o curta “O Afogado” da já citada e também talentosa cineasta Fabiana Sevilha. O Felipe dirigiu esse curta. Trabalhei também com ele nos curtas Moroi (de Fritz Martiliano), onde ele fez mil coisas, incluindo o áudio! rs, e no meu xodó, o curtaVermibus (do meu amado mestre Rubens Mello), onde o super Sr. Guerra atuou lindamente ao meu lado!)

2011_BastidoresVermibus

– Fernando Caxito (grande Caxito! Esse cara adorável, amigo, companheiro e carinhoso eu tive a honra de conhecer na Loja 03 da Dufry, no Aeroporto Internacional de Guarulhos/SP. Era sempre muito divertido conversar com o Caxito. A gente falava de música, de atualidades, das coisas bacanas da loja e, durante os três anos em que trabalhei na Dufry, eu nunca vi o Caxito sério, bravo ou chateado. Ele estava sempre sorrindo e focado em fazer o melhor trabalho possível! Um cara de respeito que eu sempre admirei!)

– Flavio Rezende (conheci o Flavio através da CIAVIP Cultural em um evento de Natal da Escola Kodomo. Na verdade eu já devo tê-lo visto antes, mas só naquele dia eu me toquei de quem ele era! Eu estava voltando de uma incrível apresentação do espetáculo “Eu sou, tu és, ele é…” da Caravana Social de Natal da Coca-Cola FEMSA 2011 e em seguida eu já tive que voar para o Jaraguá, para trabalhar no tal evento. Lá tinha um Papai Noel muito fofo e carinhoso que encantou a todos. Somente ao final eu fui descobrir que o Papai Noel era o Flavio, o maridão da minha querida amiga Andrea Leitte! E detalhe: o evento acabou tarde e eu não teria tempo de pegar trem, metrô e busão até em casa, então o Flavio fez a gentileza de me levar até o Metrô Barra Funda para meu pai me buscar! Um super e generoso amigo com o qual tive a honra de atuar também no espetáculo “O Natal da Chapeuzinho Vermelho”. Ele de Papai Noel novamente, claro!)

2013_BlitzCCRAutoBAn– Hermínio Ribeiro (nhai! O Hermínio é um cara incrível que eu conheci nos tempos das Noites do Terror do Playcenter e do Playkids, através da Space Magic. E como o mundo é pequeno, reencontrei o Hermínio na CIAVIP Cultural, onde trabalhamos juntos nas Blitzes Educativas do Grupo CCR e nos demais eventos da companhia. O Hermínio é um ator extremamente responsável, inteligente e talentoso. Gosto muito de trabalhar com ele e este ano atuamos em uma intervenção maravilhosa na Avenida Paulista a respeito da ação de conscientização contra maus tratos aos animais. Aparecemos em vários jornais, inclusive no SPTV, da Rede Globo e no site do G1! Foi muito bacana!)

2010_NoitesdoTerror_friends2– Julio Menezes (grande Julio! Um cara inteligente e talentoso pra caramba para o qual eu tenho orgulho de trabalhar desde os tempos das Noites do Terror do Playcenter. O Julinho, juntamente com sua mamãe Veronica Lima e sua irmã Patrycia Menezes, sempre me chamam para atuar em divertidos eventos temáticos e de terror! Graças a esses trabalhos eu conheci (e continuo conhecendo) pessoas que mudaram minha forma de ver e aceitar o mundo, me despindo de preconceitos bobos e julgamentos alienados. Quando lancei meu primeiro livro, o Julio fez questão de comprar um exemplar. E agora, três anos depois, ele fez questão de apoiar meu projeto no Catarse também! Que honra!)

– Kalau Músico (conheci o Kalau através do Rubens Mello. Nunca o vi pessoalmente, mas sei que ele é o grande responsável pela trilha sonora do já citado curta “Vermibus” e para mim é uma honra fazer parte de um mesmo trabalho que ele! Vira e mexe eu fuço o site do Kalau, pois o trabalho dele é maravilhoso e digno de reconhecimento! Acessem: Kalau Músico.)

– KK Leclerc (mais um músico que conheci por acaso através de um site que eu nem imaginava que fosse me trazer algum benefício na área artística (Portal Agenda do Produtor). O Carlos estava em busca de uma cantora para um projeto bem bacana e entrou em contato comigo para me passar a ideia. Achei muito interessante e topei fazer uma participação em algumas músicas que, sinceramente, estou extremamente ansiosa para ouvir, afinal trata-se de um projeto que eu boto a maior fé e torço muito para que alce altos voos mundo afora!)

– Leilanne Glerean Campos (mais uma amiga incrível e abençoada que eu conheci nos tempos em que trabalhei como vendedora na Dufry do Aeroporto Internacional de Guarulhos/SP. Uma mulher batalhadora, linda, sempre de bem com a vida e com um humor contagiante! Lembro da Leila sempre sorrindo, sempre brincando e sempre trabalhando muito bem, independente se as coisas estavam boas ou não na Loja 03! Essa mulher é energia pura!)

– Liliane Alves (mais um anjo de pessoa que conheci na Dufry, nos gloriosos e divertidos tempos em que trabalhamos lá! A Lili também estava sempre sorrindo no ambiente de trabalho e, mesmo com o pouco contato que tivemos na época, ela fez questão de apoiar meu projeto no Catarse e isso me deixou muito feliz e impressionada!)

2010_NoitesdoTerror_friends1– Luis Ricardo Cristoffoli Cyriaco (ah, o Luis! Meu amigo carinhosamente apelidado por mim de “Doismetrão” e que, em contrapartida me chama carinhosamente de “Metrinho”, rs! Não tenho palavras para dizer o quanto eu gosto desse amigo gentil, engraçado, inteligente e extremamente generoso! O “Doismetrão” não é só grande no tamanho, mas é gigantesco no coração, no caráter e na amizade. Nos conhecemos nas Noites do Terror do Playcenter. Ele trabalhava para outra produtora e eu para a Space Magic, mas a convivência diária fez com que nos tornássemos amigos verdadeiros e na época ele até fez questão de comprar meu primeiro livro também! Não é incrível esse tipo de amigo que a vida coloca em nossas vidas?)

2013_BlitzHoradoHorrorHopiHari– Marcos Menezes (mais um grandão de coração idem! E mais um que eu tive a honra de conhecer através da Space Magic e dos eventos de Terror. Tive a honra de trabalhar com o Marcos recentemente, quando fiz a Chapeuzinho Vermelho e ele fez o Carrasco em uma Blitz da Hora do Horror – Hopi Hari. Muito divertido trabalhar com ele e, mesmo eu tendo amassado o dedo dele na porta do carro no Nilson (rsrs), ele ainda fez questão de apoiar o meu projeto lá no Catarse! E viva o Marcão!!!)

– Nilson Chakur (mais um cara incrível que conheci através da Space Magic desde os tempos em que eu atuava nas Blitzes das Noites do Terror do Playcenter. O Nilson, carinhosamente apelidado por mim de “Chofer de Monstro”, é o responsável por levar a dupla de personagens para realizar as blitzes nas escolas, afim de promover o evento e alavancar as vendas das excursões. E a garotada adora! E o Nilson mais ainda, pois ele se diverte assim como a gente ao ver o susto que os alunos levam na sala de aula! É muito bom poder trabalhar com um cara tão tranquilo e gente boa como ele. Um cara de bom coração que merece tudo de bom que a vida tem a oferecer!)

2013_PáginasDeAventura_MG– Renato Alves (este é um cara que merece todos os agradecimentos do mundo. Ele me ajuda, ele me indica, ele me dá oportunidades, ele me mostra o caminho, ele me aconselha, ele me benze, ele torce por mim, ele reza por mim, ele me dá puxões de orelha, ele me dá um “créc” quando estou com as costas podres de tanto carregar minha mochila pesada (rs!) e acima de tudo ele acredita no meu trabalho! Tive a sorte grande de conhecer o “Papai Alves” através do Rubens Mello e do Elton Prado que me indicaram para o espetáculo “A Lenda de Narciso”, que o Renato estava dirigindo. Logo em seguida o Renato me convidou para atuar no emocionante espetáculo “Drogas ou D…” e posteriormente ele, mesmo estando lá na Itália, me contratava para trabalhar em alguns eventos incríveis aqui no Brasil. Quando ele voltou, me convidou para atuar em um espetáculo Empresarial e na comédia Uma Mulher com T Maiúsculo, além de ter me colocado em um evento maravilhoso da Renault. Este ano ele me contratou para mais uma temporada de “Uma Mulher com T Maiúsculo”, e para atuar no infantil “Os 3 Porquinhos e o Lobo”. Na CIAVIP tive a honra de dividir os palcos com ele no espetáculo “Páginas de Aventura” e, se Deus quiser, faremos ainda muitos trabalhos juntos, pois eu simplesmente ADORO trabalhar com esse maravilhoso ator, diretor, produtor, amigo, chefe, mestre e conselheiro!)

2009_RuaAugusta– Renato Rodrigues (grande Renato! Esse cara é o responsável pela história que eu tenho com o ilustre e magnânimo “Bom Marido”. É como se ele tivesse sido o “cupido” desse relacionamento, sempre aconselhando, apoiando, mexendo os pauzinhos e dando um famoso empurrãozinho para nós! O Renato me convidou para atuar em um nanocurta dele e eu o indiquei para atuar comigo no curta Fale Comigo (de Fritz Martiliano). Em 2011 ele me indicou para trabalhar em uma ação da Microsoft no evento Campus Party e este ano ele me colocou para atuar em um evento chiquetérrimo da Rommanel! Isso sem falar nos zilhões de trabalhos para os quais ele sempre indicou o meu amado Thierry Durieux! Isso é que é amigo, hein?)

2010_CafécomRubão– Rubens Mello (o Rubão é um dos caras mais importantes em toda a minha vida artística. Nos conhecemos através do amigo Sérgio Siverly e desde então nunca mais nos desgrudamos! Quando digo que o Rubão é meu amigo, mestre e conselheiro, não estou exagerando. Praticamente todo o desenrolar da minha carreira aconteceu por causa das indicações e das oportunidades que vieram por parte dele. Direta ou indiretamente o Rubão é o responsável por quase tudo o que eu consegui de bom ao longo dos anos. Atuei no belíssimo espetáculo dele, “O Cântico dos Cânticos”, depois ele já me indicou para o Renato Alves e depois me indicou para o curta do Dimitri e da Geisla. Ele me convidou para atuar no curta dele “Vemibus” e em seguida tive a honra de contracenar com ele no curta “Horário Nobre ou Banquete para Urubus”, também do Dimitri. A energia do Rubão é contagiante. Amo muito trabalhar com ele, para ele, através dele e etc. Um artista completo que faz arte por amor e que merece ser reconhecido mundialmente por todos os anos de dedicação ao cinema e à música!)

– Sabina Di Risio (nhai! A é linda, doce, carinhosa e extremamente inteligente! Eu a conheci quando atuei no videoclipe “Já não importa mais” (da Banda Calli). Trata-se do trabalho de conclusão dos alunos da Faculdade Cásper Líbero, do qual a Sabina fazia parte. Super dedicada ao trabalho, a foi quem mais fez das tripas coração para que tudo desse certo e valeu a pena, pois o resultado ficou incrível! Quem quiser relembrar e conferir o ótimo trabalho de fotografia e edição da Sabina, clique AQUI e assista!)

– Sérgio Siverly (grande amigo artista intenso, dedicado, criativo e batalhador! Atuei na divertidíssima comédia que ele escreveu, dirigiu e também atuou: “Os Murphys”, que tinha tudo para dar certo se o ego não tivesse subido demais à cabeça de outras pessoas do elenco! rs! Ainda inventamos de montar uma divertida banda juntos, chamada Tudumpish (isso mesmo! A onomatopéia de caixa e prato de bateria após uma piada sem graça! kkk) e, desde que nos tornamos adultos e assumimos diversas outras responsabilidades, nunca mais tive oportunidade de trabalhar com o Sérgio, mas a amizade continua! E eu admiro muito e torço cada vez mais pelo sucesso deste artista inteligente e visionário! Se um dia nossos caminhos artísticos se cruzarem novamente, vou achar o máximo, pois era muito divertido falar groselhas e rir à beça com ele!)

2012_Aniversário– Thalita Molina (minha amada amiga Malhucaaaa!!! Nos conhecemos há muitos anos quando eu ainda trabalhava na farmácia da minha ex-sogra e um diretor de teatro entrou lá, me viu e me convidou para atuar no espetáculo “A Pequena Sereia”, afinal meu cabelo era vermelho e eu sempre fui “pequena”, rs! A Thalita fazia o peixinho Linguado e era um espetáculo muito bonitinho e gostoso de fazer! Em seguida atuamos juntas no espetáculo “A Vingança da Feiticeira Malsyria”, do Grupo Kevaros Fênix, liderado pelo talentoso Flávio Wongalak, e depois inventamos a Cia das Malhucas, onde fizemos eventos de Páscoa nas escolas e montamos o divertido espetáculo “Branca de Neve e a Revolta dos Brinquedos”. Eu sempre tinha que ir de Guarulhos até São Caetano ou até Suzano para os ensaios e isso acabou se tornando inviável após eu começar a trabalhar no Aeroporto Internacional de Guarulhos, além dos trocentos cursos e freelas que eu estava fazendo na época. Infelizmente acabei me afastando da Thalita. Mas mundo dá voltas e, depois de alguns anos eu entrei na CIAVIP Cultural e, no ano seguinte estávamos precisando de uma atriz para substituir a Patrícia Rabello que havia engravidado, então indiquei a Thalita para entrar no lugar dela, exatamente no momento em que minha amiga estava passando por uma crise, prestes a largar a vida artística! Fico muito feliz que ela não tenha desistido, pois hoje temos a oportunidade de trabalhar juntas novamente na mesma companhia, que por sinal é incomparavelmente melhor que aquela onde nós nos conhecemos! Isso sim é vida de artista! Isso sim é ter o trabalho reconhecido e respeitado! Isso sim é o que nós, amigas batalhadoras, que já rodamos a pé por diversas agências de São Paulo (com fotos e composites em mãos! rsrs), isso sim é o que nós merecemos! E ponto!)

2010_CineclubeJacareí– Tom Gomes (grande Tom, amigo que conheci através do Vinícius J. Santos (V Produções Artísticas) e do Cineclube Jacareí. Mais um incrível artista jacareiense que sempre deu uma força para alavancar o cinema nacional de baixo orçamento. Fiquei muito feliz com o apoio dele ao meu projeto no Catarse! Espero um dia poder contracenar com ele em alguns dos longas do Vini, pois o Tom também atuou no longa Iandara, mas infelizmente não foi nas mesmas cenas que eu!)

– Vinícius J. Santos (para esse incrível e batalhador cineasta eu tiro todos os chapéus que forem necessários. Eu o conheci há séculos, quando atuei em um videoclipe experimental do Luiz Caldas, “Maldição”, dirigido e filmado por Jareds Junior em Jacareí. O Vini estava dando um help na gravação e de lá para cá nos tornamos muito amigos e eu fico extremamente honrada com os convites dele para eu atuar em suas produções. A princípio ele me convidou para apresentar a Categoria Minuto no evento “Corvo de Gesso 2010“. Na ocasião, o curta “A Carne”, no qual eu atuo, recebeu três prêmios e, na ausência do Dimitri (que estava no Canadá) e da Geisla (que chegou no finalzinho do evento), eu tive a honra de receber os prêmios por eles. 2011_BastidoresSteveCiccoNo mesmo dia, por acaso, o curta que meu amado Thierry Durieux e o amigo Renato Rodrigues fizeram (“O Livro de Jó”) também foi premiado no evento, levando dois merecidos Corvos de Gesso! Que orgulho! Depois desse evento o Vini me convidou para atuar em seu primeiro longa produzido inteiramente em Jacareí: “Steve Cicco”. Foi um enorme prazer participar desta produção que inclusive foi premiada em um festival de curtas da Amazônia! Infelizmente eu nunca pude ter uma participação maior nos projetos do Vini, por causa das minhas viagens a trabalho, mas recentemente fiz uma participação em mais um longa dele “Iandara”. E ano que vem, se Deus quiser, gravaremos “Steve Cicco 2 – Missão Popoviski”, onde terei uma participação maior. Estou extremamente ansiosa para começar a gravar e certamente será mais um trabalho brilhante de quem entende de cinema e faz de tudo para tirar os projetos do papel ao invés de ficar reclamando da falta de apoio e ficar esperando algo grandioso cair do céu. Eu simplesmente AMO essa força de vontade e essa garra do Vinícius J. Santos! Todo sucesso do mundo para ele e para toda a equipe que abraça as ideias da V Produções Artísticas!)

___

Ufa!

Esse post ficou realmente bem extenso, mas não tinha como eu economizar palavras para falar de pessoas tão incríveis e importantes na minha vida profissional.

capa_elaine-thrash_como-ser-um-bom-marido_frente1.jpgSó tenho a agradecer a toda essa galera que fez questão de apoiar meu projeto. Nada me deixa mais feliz, orgulhosa e emocionada!

Muito obrigada pelo carinho, galera!

E dia 07 de Dezembro espero vocês lá no Espaço Piccolo, hein? Sei que muitos moram longe, mas os que estão em São Paulo, por favor, tentem comparecer ao lançamento, pois quero muito tirar fotos e dar um forte abraço pessoalmente em todos vocês!!!

Mais informações sobre o lançamento, cliquem AQUI!!!

Valeu, gente!!! \o/

____

Amigos do Programa Metalsplash e do Heavy Metal \m/

Ah, a música! Sempre me trazendo grandes alegrias, grandes amizades e grandes surpresas também!

Desde que comecei devagarinho a ouvir bandas de Rock na infância, e depois que conheci o Heavy Metal na adolescência, eu me encontrei no mundo e fui descobrindo aos poucos quem eu realmente sou e com quem eu realmente posso contar nessa vida.

Música é vida!

IK13E graças à minha paixão pelo Heavy Metal eu conheci muita gente bacana, desde os tempos em que eu cantava na banda Anger Inc. (Vish! Acho que isso foi em 2002, não?) até os gloriosos três anos (2006 a 2009) em que eu apresentei o divertido Programa Metalsplash, na AllTV!!!

E algumas pessoas que curtem, tocam e vivem o Metal se dispuseram a apoiar o meu projeto lá no Catarse, o que me deixou extremamente feliz e surpresa.

E é por isso que fiz essa postagem especial em agradecimento aos Amigos do Metal!

____

Vamos em ordem alfabética:

– Alberto Lenine (um cara super gente boa que sabe curtir a vida e principalmente um bom Heavy Metal!)

– Alexandre de Orio (um p**a músico que eu tive a honra de conhecer através do Programa Metalsplash, quando a banda Claustrofobia foi entrevistada lá!)

expomusic2011 (4)– Aldemar Ferreira (um amigo e tanto! Mais um headbanger que sabe curtir a vida e uma boa música de verdade!)

– Amilcar Christófaro (outro p**a músico que tive a honra de conhecer pessoalmente (além dos outros caras do Torture Squad) nos tempos em que eu apresentava o Programa Metalsplash e cantava na Insane Kreation!)

– Anderson Bachmann (uma grata surpresa que o Heavy Metal, juntamente com a nossa querida Internet me trouxe! Muito bom poder fazer novos amigos headbangers assim do nada! E viva o Facebook!)

– André Viana (um querido! O Dedé acompanhou o nascimento da banda Insane Kreation através dos guitarristas Marco Viladala e Caio Venditti e é o responsável pela criação do logo da IK!!! Adoro esse menino!)

– Camila Senne (uma poderosíssima vocalista que conheço há muitos anos desde os tempos dos falecidos Orkut e Msn! Super talentosa e batalhadora!)

– Cintia Diniz (um anjo de pessoa! Conheci a Cintia pessoalmente em diversos shows e eventos de Metal, incluindo os do Programa Stay Heavy. Uma imensa honra ter trabalhado um pouquinho com essa mulher incrível, doce, humilde e tranquila!)

Dann_Nani– Dann Cezário (ah, meu amigo Dann! Nos conhecemos há muitos séculos, desde os tempos em que os leitores das revistas de Heavy Metal se comunicavam através de CARTAS!!! Graças à Revista Roadie Crew, conheci a banda do Dann (The Candle) e entrei em contato, pois os caras eram da mesma cidade que eu, Guarulhos. Desde então surgiu uma amizade valiosíssima e importante em minha vida. O Dann é o responsável pela criação da estrutura de algumas músicas do meu projeto solo “O Caminho”. Para quem não conhece, a música “Trying” foi feita em cima do instrumental que o Dann criou!!! Outra música que foi feita em cima da criação dele se chama “So Hard” e será lançada em breve, assim como a “Antes que Esfrie”, música feita por mim e pelo Dann em menos de 5 minutos de brainstorming!!! O Dann é incrível! Um super talento e um super coração!)

– Eduardo Regattieri (amigo das antigas também! Conheci o Du graças à Internet aliada ao Heavy Metal e aos contatosem comum que vão servindo de escada para a criação dos laços de amizade! Sempre brinquei com o Du pelo fato dele morar na mesma cidade da minha tia! Uma cidade tão pequenina que eu chamo carinhosamente de Cuzópolis!)

– Fábio Laguna (sempre admirei o trabalho do Fábio. E graças à um trabalhinho que acompanhei com o Programa Stay Heavy a respeito da banda Hangar, eu conheci pessoalmente esse cara humilde, gente fina, atencioso e talentoso! Grande Lagosta!)

– Fabio Piva (mais um amigo que a bendita Internet trouxe em minha vida! Conversávamos bastante via Msn e, mesmo à distância, sempre admirei a inteligência, o bom gosto e o carisma do Fábio. Até o meu primeiro livro ele comprou há alguns anos e agora ele fez questão de apoiar o meu segundo, mesmo estando em outro país!)

– Fabrício Galvão (ah, o Fafá! Um cara super do bem e que eu adoro desde séculos atrás! Nos conhecemos nos tempos do Fórum Roadie Crew, onde os headbangers faziam amizades, debatiam sobre diversos temas e trollavam uns aos outros! Era divertido pra caramba! E o Fabrício sempre foi querido por todos lá e por mim também, claro!)

– Flavio Garrido (esse é um exemplo de como a família é importante na vida de um artista! O Flavio é ninguém menos que o papai da melhor vocalista do Brasil, a Dani Nolden da banda Shadowside! Graças ao Programa Metalsplash e ao queridíssimo jornalista Costábile Salzano Jr. eu tive a honra de conhecer a banda, a Dani e o Flavio, sempre presente nas entrevistas, nos shows e nas viagens da Shadowside!)

– Gisele Galdino (mais uma grata surpresa que a Internet e a paixão pelo Metal me trouxe! Além de ser uma headbanger de responsa, a Gi é veterinária e ama muito os animais! Acho o máximo isso!)

– Gisele Santos (nossa! A Gi é uma guerreira da comunicação! Lembro que a conheci nos tempos em que ela apresentava o Programa Mundo Rock de Calcinha. Uma super jornalista e assessora de imprensa, sempre antenada em tudo o que acontece no mundo! Uma amiga atenciosa e inteligente!)

– Gustavo Ceragioli (um grande músico de extremo bom gosto e inteligência! Mais um amigo headbanger que a Internet agregou aos meus queridos contatos!)

– Igor França (e olha a Internet mexendo seus pauzinhos aqui outra vez! Graças ao Metal e ao falecido Msn, estreitei uma divertida amizade com o Igor, um músico talentoso, batalhador e dedicado, que faço questão de manter em meus contatos!)

JacksonRocktime– Jackson Rocktime (desde os tempos em que eu apresentava o Programa Metalsplash eu conheci o Jackson, do Programa Rocktime! Uma honra ele ter exibido o clipe da minha banda e do meu projeto solo no programa dele! Mais um guerreiro do Metal, com toda certeza!)

Lançamento_livro_2010 (4)– João Messias Jr. (só o Metal para me unir  a pessoas tão incríveis, inteligentes e de bem com a vida, como é o caso do João “The Rocker” Messias! A Internet fortaleceu nossa amizade e sempre adorei ser citada em algumas matérias dele! Nos conhecemos pessoalmente no dia do lançamento do meu primeiro livro! Ele foi até lá, comprou um exemplar e ainda publicou uma belíssima resenha sobre o mesmo! Que orgulho!)

– José Elias da Silva (o é um p**a amigão também! Sempre acompanhando minhas peripécias artísticas e sempre mantendo acesa a chama do Metal em seu coração! Mais um headbanger que me enche de orgulho!)

– Juliana Rossi (linda e maravilhosa! Uma vocalista incrível! Conheci a Ju bem no comecinho do Programa Metalsplash, quando ela cantava na banda HevoraH. Desde então eu sempre acompanho sua bela trajetória e fico muito feliz por vê-la cada vez melhor e indo mais longe! Dá-lhe Ju!!!)

– Kristian Eduardo (mais um grande amigo headbanger que conheci através da Internet! Hehe! Esse é headbanger de responsa mesmo!!! \m/)

– Lucas Lamaison (esse é um amigo que eu guardo no coração desde séculos atrás também! Conversávamos muito nos tempos de Msn e nunca pensei que fosse conhecâ-lo pessoalmente até o dia em que ele veio até São Paulo e nos encontramos! É muito bom, mesmo à distância, acompanhar a vida de um cara tão especial quando o Mr. P (rsrs) e saber que tudo está bem com ele! ^^)

– Marcelo Campos (mais um cara incrível, um p**a músico que conheci através do Metalsplash quando a então banda dele, a Ace 4 Trays (atual Trayce) foi entrevistada no programa! Desde então passei a acompanhar a carreira dele e de todas as bandas do mesmo circuito e sinto orgulho de ter um amigo tão humilde e talentoso em meus contatos! Ah, mafioso querido!)

– Marcelo Miranda (Internet e Metal, uma combinação perfeita! E foi assim que conheci o Marcelo, músico dedicado, talentoso e criativo! Dá-lhe Olam Ein Sof!)

GravaçãoEP_IK– Marco Viladala (um amigão para todas as horas. Nem preciso dizer que gosto muito desse meu amigo responsável, batalhador e tranquilão, né? Um guitarrista extremamente dedicado e para mim é uma honra fazer parte da banda que ele praticamente fundou: a Insane Kreation!!! Se não fosse pelo Marcão nós jamais teríamos gravado nosso EP e muito menos feito o clipe da música Deceased World! Graaaaaaande Marcão!\m/ )

– Marcos Cardoso (mais um novo amigo que conheci através do Metal, para ser mais exata através do meu guitarrista Marco Viladala e do produtor musical Pedro Esteves, que produziu o EP da Insane Kreation! O Marcos, além de batalhar para editar e divulgar a revista SlammiN’, não hesitou em apoiar o meu projeto no Catarse. Esse é o cara!)

– Paulo Cezar da Silva (Graaaaaande PC! Eu o conheço desde os tempos dos falecidos Orkut e Msn! Sempre foi um barato conversar com esse menino! Um super headbanger palmeirense!)

– Rafael Iak (mais um grande músico que conheci nos tempos em que eu apresentava o Programa Metalsplash! É muito bom saber que esse cara guerreiro e carismático está alçando altos voos com a banda WosloM! \m/)

– Raphael Máximo Secanho (esse eu não tenho nem o que dizer! O Rapha é o MÁXIMO! Altas gargalhadas virtuais no Msn e uma eterna gratidão pela incrível amizade que tenho com esse cara, inclusive pelo fato dele ter presenciado o lançamento do meu primeiro livro e agora está aí apoiando o meu segundo! Sem palavras!!! Meu amigão FOREVER!)

expomusic2011 (1)– Ricardo DeStefano (esse é mais um daqueles amigos que a gente quer guardar pra sempre no coração! Graças ao Programa Metalsplash eu tive a sorte de conhecer esse talentoso músico, que na época cantava lindamente na banda AndragoniA e agora está trilhando um novo caminho na banda Lizzhard. Muito sucesso a este amigo abençoado e iluminado que eu admiro muito!)

– Robin Raphael Gaia (Grande Robin! Nos conhecemos através do Fórum da Roadie Crew e de lá surgiu um convite para eu entrar na banda dele. Eu nunca havia cantado em banda nenhuma antes! Foi minha primeira experiência como vocalista de banda e eu aprendi muuuuuuuito com isso! Valeu, Robin! Valeu, Anger Inc.!)

– Rogerio Garcia de Oliveira (mais um amigo que conheci na época em que eu apresentava o Programa Metalsplash. Esse cara manja tudo de música. E música de qualidade, diga-se de passagem!)

– Tales Tralhas Oliveira (outro divertido amigo que conheci no Fórum Roadie Crew! Um artista criativo e talentoso! Lembro de uma imagem minha que ele editou na época em que eu cantava na banda Anger Inc.! Esse cara é fera e sabe apreciar uma boa música também! \m/)

– Thiago BeGOD Vilela (esse cara é divertido pra caramba e sabe como curtir a vida! Assim como a maioria dos headbangers que eu conheço, o Sr. BeGOD é um cara super amigo e inteligente!)

____

Ufa! Essa postagem ficou bem extensa! Sinal que tenho muitos amigos headbangers apoiando meu projeto! Que orgulho, hein!

Portanto só tenho a agradecer a todos vocês, meus caros amigos guerreiros e fiéis ao bom e velho Heavy Metal, sobretudo à música boa de verdade, com técnica e conteúdo.

Que todos vocês tenham muito sucesso em suas vidas!

E aguardem que o livro já está a caminho!

Um forte abraço,

Elaine “Thrash” Oliveira

\,,/

Para ver a lista completa de apoiadores, clique AQUI e AQUI.

Amigos do Colégio JM, da Facu, da Recriarte e da EC Vancouver!

1993_JMO tempo passa, o tempo voa e quando a gente vê já se passaram muitos anos desde os nossos primeiros passos.

E vejam só o quanto nós já caminhamos, já tropeçamos, já titubeamos, já corremos, já caímos e, ufa, já nos levantamos!

E durante toda essa jornada nós nunca estivemos sozinhos. Além dos nossos pais segurando nossas mãos com firmeza e carinho, também tivemos a companhia de diversos colegas, amigos, professores, coordenadores e diretores que representam a nossa segunda família: A ESCOLA!

Muitos anos depois, mesmo com a distância, o afastamento e a diferença de caminhos e interesses, é possível resgatarmos um pouco dos laços do passado e nos depararmos com gratas surpresas vindas de amigos que há tempos não víamos!

Portanto, é com muito orgulho e alegria que eu venho aqui, diretamente neste post agradecer a todos os amigos que fizeram questão de apoiar o projeto do livro “Como ser um Bom Marido” no Catarse.

Amigos que eu tive a honra de conhecer desde os meus 4 aninhos na Escolinha Meu Cantinho, depois (e também) no Colégio Júlio Mesquita, em seguida na minha graduação como bacharel em Letras, na Unimesp-FIG e na minha profissionalização como ATRIZ na Recriarte. Tem também as amigas lindas que eu conheci na EC Vancouver, em 2012, quando realizei um intercâmbio inesquecível no Canadá!

Brigadão, galera!!!

Vamos aos nomes, em ordem alfabética:

Aline Schulz (uma pessoa super doce, tranquila, inteligente e dedicada! Estudamos juntas na nossa super turma de 4 alunas de Bacharelado na antiga FIG, agora Unimesp-FIG! rsrs)

Ana Claudia Costa (linda, super divertida, inteligente pra caramba e com uma energia incrível! Conheci a Ana na EC Vancouver, no Canadá. Era sempre muito bom poder conversar todo dia com ela, em Inglês, claro!)

Ana Maria Araujo (amiga maravilhosa! Diretamente de Aracaju para Vancouver! Foi lá na EC Vancouver que conheci essa mulher super alto astral, animada, contagiante e cheia de vida! Lá mesmo a Aninha comprou meu primeiro livro e agora ela apoiou meu segundo! Uma amiga muito nobre e que sabe aproveitar cada momento da vida!)

1998_JMDébora (uma amiga especial dos tempos da Escolinha Meu Cantinho e do Colégio Júlio Mesquita! Doce, tímida, mas super companheira e além de tudo uma pessoa extremamente inteligente!)

Diether Werk Belusci (mais um amigo supimpa dos tempos do JM! Um figuraça que me fazia rir o tempo todo, principalmente quando me chamava de mosquinha de banana por causa das micagens que eu fazia! Um talento, esse menino!)

Gisele Zanotto (amiga linda desde os tempos de Meu Cantinho e JM! Caramba! Faz tempo, hein? Os anos passam e a Gi fica cada vez mais linda! Será que é possível isso? rsrs!)

Jéssica Biscaia (mais uma joia rara do JM! Amigona da minha irmã! Uma pessoa super especial, descolada, comunicativa, atenciosa e com uma inteligência sagaz!)

Joyce Felizardo (linda e maravilhosa! Mais uma amiga incrível desde os tempos de Meu Cantinho e JM! Dedicada, esforçada, inteligente e super de bem com a vida! Uma amiga sempre presente, mesmo com a distância! Um baita exemplo de mulher!)

Jonita Fraga (um presente que o JM me deu! A é uma mulher incrível, linda, sensível, batalhadora e muito especial! Uma pena ela morar tão longe, mas a gente sempre deu um jeitinho de se comunicar, graças aos Correios!!! Adoro muito essa “mineirinha”!)

Juliana Morgado (Ah, essa menina! A gente aprontava lindamente não só no Meu Cantinho, mas também na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e no Colégio JM! Super alto astral, a Ju fez parte de momentos incríveis e divertidos da minha infância e do comecinho da minha “aborrescência”!)

Junior Garcia Remax (Tio Junior!!! O que falar deste ser tão iluminado e especial na vida de todos os que estão passando e dos que passaram pelo Meu Cantinho e pelo Júlio Mesquita, hein? O Tio Junior é o máximo! Um super paizão para todos os estudantes do melhor Colégio do Mundo!!! Uma honra fazer parte da Família JM!!!)

logos jm

Larissa Assoli (uhuuu!!! Só alegria! A Lari é a alegria em pessoa! Linda, carinhosa, sorridente, sempre de bem com a vida e com uma energia contagiante! Mais uma preciosidade do Colégio JM!)

Laura Caires (outra brasileira linda e maravilhosa que conheci na EC Vancouver. Além dela também ter comprado meu primeiro livro lá, ela ainda fez questão de apoiar este segundo livro! Uma moça super carinhosa, batalhadora e esforçada. Um amor de pessoa!)

2012_07_28_Elaine_Laura_ECVancouver

Leandro Luz (um talento nato. Um ótimo ator, um incrível poeta, um ser que dança com a alma e que vive intensamente cada momento da vida. Muito gratificante ter dividido os palcos da Recriarte – Escola de Arte com este amigo tão maravilhoso! É também um autor incrível!)

2008_Recriarte_Will_colagensdeShakespeare2

Leticia Celini (mais uma talentosa amiga que tive a honra de conhecer na Recriarte. Jeitinho meigo, rostinho de criança, mas um potencial de gente grande! Uma dubladora dedicada e batalhadora!)

2008_Recriarte_Will_colagensdeShakespeare

2010_06_26_LançamentoDaDepressãoÀCriação

Leticia Uemura (Japa linda do meu core! Desde os tempos do Meu Cantinho, do catecismo na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e do Colégio Júlio Mesquita, essa japa conquistou meu coração e meu sorriso eterno! Não é à toa que o nome “Letícia” significa “Alegria Plena”, pois essa sim é uma mulher plenamente alegre, amiga, atenciosa e radiante! Ela sabe ser feliz, mesmo quando a situação pede o contrário. Uma amiga sábia, conselheira e abençoada. Só a presença dela já alegra qualquer ambiente!)

2008_Recriarte_Will_colagensdeShakespeare3

Lucinete Lima (mais uma amiga muito especial que conheci através da Recriarte. Aliás, nossa turma também era imensa: Leandro, Lety, Lucy e Lane (eu), rsrs! Uma honra dividir o palco com essa pessoa linda, talentosa, focada, companheira e extremamente sábia e responsável.)

Portanto, só tenho a agradecer a todos os amigos que conheci no Meu Cantinho, no Júlio Mesquita, na Unimesp-FIG, na Recriarte e na EC Vancouver!!!

Um abraço bem apertado em todos vocês! E aguardem que o livro já já estará em nossas mãos!!!)

😉

Para ver a lista completa de apoiadores, clique AQUI e AQUI.