LXXXIV. O Bom Marido no Canadá – North Vancouver – Lynn Canyon Park

Vou contar uma coisa para vocês:

– Lero-lerooo! O Bom Marido tem medo de alturaaaaa!

Na verdade não chega a ser aqueeeele medo, mas é uma aflição, uma coisa estranha que ele sente em locais altos. E eu até já buzinei no ouvido dele: “Como um cara tããão alto pode ter medo de altura? Isso é besteira! Rs!”

E foi assim que, mesmo com medo, Thierry resolveu encarar a Suspension Bridge no Lynn Canyon Park!

IMG_3102Para ser bem sincera, eu não sinto desconforto algum em lugares altos. Vai ver é porque eu vivia pendurada na sacada do meu prédio quando era criança. E meus pais nem se deram ao luxo de colocar tela ou grade. Eu ficava lá no quinto andar fazendo macaquices enquanto minha madrinha, que morava num sobrado onde dava para ver o prédio, se descabelava de agonia lá embaixo.

Mas enfim…

Voltando ao passeio para o Lynn Canyon Park, o Bom Marido e eu nos encontramos após minha aula, em Downtown, onde seguimos a pé até a Waterfront Station para pegarmos o Seabus em direção a North Vancouver.

IMG_3031IMG_3033IMG_3037Chegando lá, demos uma circulada pelo Lonsdale Quay Market e fomos para as plataformas de ônibus esperar por qualquer um que fosse para o Lynn Canyon Park.

Voltei no tempo e lembrei do dia em que filmei um urso todo perdidão em frente a uma casa. Isso foi em 2012, julho, sexta-feira 13.

IMG_3047IMG_3044IMG_3039IMG_3038IMG_3048IMG_3049Tentei lembrar o caminho que eu havia feito naquela época, porém o ônibus que pegamos fez um trajeto diferente e fomos parar em uma outra entrada do parque.

Olhamos o mapa, decidimos entrar e explorar!!!

IMG_3050IMG_3051IMG_3052Percorremos várias trilhas, tiramos lindas fotos e nos deparamos com a bendita ponte suspensa pela qual o Thierry TEVE que passar.

Não dava para amarelar. E nem poderia, afinal a vista é incrível, a sensação é maravilhosa e as fotos falam por si.

IMG_3097IMG_3103IMG_3104IMG_3107Continuamos nosso trajeto e, pra variar, nos empolgamos na caminhada a ponto de acharmos que estávamos perdidos (mesmo com várias sinalizações pelo parque).

IMG_3095IMG_3161Encontramos um tiozinho que mora há tempos na região e estava ali fazendo sua caminhada diária pelo parque com Bino, seu cachorro espevitado. Ele disse que poderíamos seguí-lo, pois ele nos guiaria para uma das saídas do parque, que por sinal era bem distante do local por onde entramos!

No caminho, conversamos bastante com ele, agradecemos pela ajuda, nos despedimos e continuamos nossa aventura.

IMG_3163IMG_3168IMG_3170IMG_3174IMG_3176IMG_3178IMG_3179Apesar da preocupação por já estar escurecendo, eu estava tranquila, pois sabia que deveria haver ali algum ônibus que nos levaria de volta ou para Lonsdale Quay ou para o centro de Vancouver.

IMG_3180E assim pegamos um ônibus até uma plataforma chamada Phibbs Exchange onde pegamos outro até à Burrard Street.

Estávamos cansados da jornada, mas ainda assim eu convenci o Bom Marido a ir andando comigo até em casa, afinal Vancouver é linda de dia e de noite e eu queria aproveitar cada minuto caminhando por suas ruas!

Só fizemos uma pausa, pois Thierry estava faminto e o que tinha de mais fácil no caminho era um Mc Donald’s na Burrard Street.

E assim foi a nossa primeira trilha em Vancouver!

____

Mais algumas fotos de tirar o fôlego:

IMG_3058IMG_3060IMG_3064IMG_3065IMG_3072IMG_3076IMG_3079IMG_3081IMG_3084IMG_3085IMG_3093

IMG_3109IMG_3110IMG_3113IMG_3114IMG_3115IMG_3128IMG_3130IMG_3131IMG_3132IMG_3140IMG_3151IMG_3152IMG_3154IMG_3156IMG_3158IMG_3159____

O Lynn Canyon Park é um lugar perfeito para passear com a família, fazer um piquenique ou percorrer belíssimas trilhas. O parque contém a segunda maior floresta natural com árvores de aproximadamente 80 a 100 anos de idade. A famosa Suspension Bridge localizada no parque está a 50 metros acima do cânion. Foi construída em 1912, quando o parque foi inaugurado.

IMG_3054IMG_3053____

Obrigada pela visita e não perca as próximas aventuras do Bom Marido no Canadá!

😉

LXXXIII. O Bom Marido no Canadá – Hash Browns, No Frills, No Name, Whole Foods and Squirrels

Obs. Parece um palavrão, mas é só o título dessa postagem!

IMG_3966Vamos lá…

Os primeiros dias no apê novo foram bem tranquilos.

Ir a pé para a escola era uma delícia, ainda mais porque todas as ruas de West End até Downtown são belíssimas e cada dia eu fazia um trajeto diferente, só para conhecer melhor a região.

IMG_3024No dia seguinte à mudança, 06 de janeiro de 2015, já tratamos de ir ao supermercado No Frills (cujos preços eram mais em conta) afim de comprarmos nossas comidinhas da semana. O Whole Foods era bem mais perto, ecológico e chiquetoso, mas experimente comparar um Extra a um Pão de Açúcar. O No Frills estaria mais para o Extra, claro.

Lilika só comprava no Whole Foods, ainda mais pela variedade de produtos integrais, naturebas e afins que ela curte.

Para ser sincera, se eu pudesse eu só comprava nele também, mas o máximo que eu fazia era passar lá de vez em quando para conhecer produtos novos, pois sempre rolavam degustações e demonstrações nos corredores.

Nourish_Almond_VanillaOutro dia ganhei um sachezinho de hidratante de amêndoa com baunilha que durou 2 semanas! Uma organic body lotion da marca Nourish. Ótimo para a pele ressecada por causa do frio.

Mas eu via mais vantagens ao comprar no No Frills. O pacotinho de salada lá custava menos de CAN$ 0.90 e já vinha prontinha para comer. Durava mais de uma semana na geladeira. Era só abrir a embalagem, colocar no prato e temperar!

Como o Bom Marido e eu estávamos comprando nossas comidinhas juntos, sempre comprávamos besteirinhas do tipo: batata frita President’s Choice, hash browns, cookies President’s Choice, a maldita Coca-Cola dele, peanut butter e afins. Tirando algumas marcas específicas, priorizávamos os produtos sem marca (No Name), pois ficavam um pouquinho mais em conta e a qualidade era boa também.

IMG_2304Ficávamos sempre de olho em ofertas e passávamos boa parte do tempo tentando calcular o custo x benefício dos produtos. Para mim era divertido, pois eu adoro fazer hora no supermercado, mesmo que eu não compre nada.

Eu sempre andava com minhas ecobags na mochila, assim não precisaríamos pagar pelas sacolas plásticas do supermercado e colaborávamos com o meio ambiente também!

Voltávamos com bastante peso na mochila e nas bags. Nosso apê era no 11º andar e eu sempre subia de escada, pois detesto elevador.

IMG_3026Uma coisa que comprávamos bastante lá pois o preço sempre estava bom eram os sacos de filé de peixe congelado. E todo dia a gente comia filé de peixe grelhado ou desfiado com molho branco à lá Thierry, arroz integral e salada (para mim) e Hash Brown (para o Thierry, que ficou viciado!)

Hash Brown é tipo um disco de batata ralada e misturada com mais outros ingredientes para dar liga. Uma iguaria bem interessante que pode ser frita ou assada. Fica macia por dentro e bem crocante por fora…

Hmmm… Uma delícia, mas eu só comia de vez em quando, já o Bom Marido era praticamente TODO DIA!

____

Fazendo as contas do quanto gastávamos em média no supermercado, lembro que nos 3 meses em que Lilika e eu alugamos o apê dos nossos amigos do Canadá Diário, eu sozinha gastava CAN$ 14.00 por semana, sendo que eu só fazia compras de 15 em 15 dias.

Com a chegada do Thierry, esse valor dobrou, afinal estávamos em dois e os gastos variavam em torno de CAN$ 30.00 e CAN$ 35.00 por semana.

Bom, por enquanto é isso.

Se eu lembrar de mais alguma informação relevante eu acrescento nas próximas postagens!

Continuem acompanhando as aventuras do Bom Marido no Canadá!

😉

Encerro a postagem com esse esquilinho fofo que ficava todo dia brincando em frente ao nosso prédio!

IMG_3019Uma graça!

Ver esquilinhos todo santo dia em Vancouver sempre animava meu dia!

– Squirrels! I miss you, guys!

IMG_3021