XXIV. O tal passarinho do realejo…

Há alguns anos eu estava passeando pelo bairro da Liberdade quando avistei um senhor com uma espécie de gaiolinha amarela com um periquito dentro. Conforme o senhor girava a manivela, uma musiquinha intrigante era tocada na tal gaiolinha. Tão intrigante que chegava a hipnotizar.

passarinho realejoSou uma pessoa muito supersticiosa e interessada em assuntos que envolvem “sorte”. E era exatamente isso que o tal passarinho do realejo estava fazendo: escolhendo a sorte para cada pessoa que ali parava. É claro que eu queria ver de perto essa história, afinal era só pagar R$ 1,00!

O senhor, em uma espécie de código, comandou o passarinho e pediu que ele escolhesse um papelzinho para mim. Naquela hora eu li, tentei entender, mas não consegui visualizar o sentido daquelas palavras… Mas mesmo assim resolvi guardar o papelzinho como recordação.

Esses dias, fazendo aquela master faxina em todos os armários e pastas, eis que encontro o tal papelzinho que, se não me engano é de 2006… 2007… Não lembro ao certo!

E hoje, fazendo um giro pelo que aconteceu em minha vida, vejo que aquela sorte ali bicada há tempos pelo periquito, em pleno Domingo ensolarado, na Feirinha da Liberdade, tem lá suas verdades!

Ei-las:

por volta de 2006

Quem me conhece sabe que tudo isso já aconteceu em minha vida, exceto o casório propriamente dito e as tais duas lindas criaturas (se bem que o Lucky é uma linda criatura… Já não conta? hehe)

Só sei que eu acredito bastante nessas coisas. E acredito que no passado o Thierry tenha sofrido muito pela incerteza do meu amor (vamos combinar que eu dei vários motivos também, né? Ai, como eu fui má!). E desde que comecei a namorá-lo pra valer, senti que havia encontrado o Príncipe Encantado perfeito para o tipo de Princesa Pirada que eu sou! Ou seja, o passarinho do realejo estava certo!

Mas o que ainda me preocupa é esse tal lance das “duas lindas criaturas“… Será?

Diz aí, Lucky, será que a mamãe vai adotar mais um filhote felino ou vai aumentar ainda mais a família dos Oliveiras???

Lucky no balde de Heineken

- "Sei lá, mãe! Só sei que eu cansei de ser GATO. Agora sou uma HEINEKEN!"😉

E você? O que acha?😉

____

Para entender o que aconteceu no passado, visite os posts da sessão:

Tudo tem sua hora (Parte 1) (Parte 2) e (Parte 3)

____

Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã
A faca e o queijo
Ou talvez… um beijo teu… (Realejo – O Teatro Mágico)

8 Respostas para “XXIV. O tal passarinho do realejo…

  1. Acho que a sorte que vc ganhou naquele dia esta pretes a se tornar completa, e alem do mais ela quiz que vc descobrisse isso depois de muitos anos ( quando reencontrou o papel)……
    Quanto as criaturas o tempo lhe respondera…kkkkkkkkk

    Curtir

  2. Adorei a história, queria ter a sorte de encontrar também um realejo na vida🙂 Desejo que sejas feliz com teus felinos e as crianças que virão!

    Curtir

    • Olá Livia! Muito grata pelo teu comentário!
      Que bom que você gostou da história.
      Minha nova “criança” é o segundo livro que irei lançar muito em breve!
      E quanto aos gatos, quero ter mais um!!!
      Beijão e volte sempre!😉

      Curtir

COMENTÁRIOS SÃO MUITO BEM-VINDOS!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s