XVIII. Café e chocolate para animar?

Je lui ai dit: "Nous avons trois types de chocolat: Bis, Kit-kat et l'Orange Noir (Côte d'Or)..." rsrs nham!

Todo relacionamento que se preze precisa ser visto como uma parceria, uma união de forças.

É fundamental que haja sempre uma troca, onde o que um faz aqui, o outro retribui ali, mas sem cobrança, afinal tudo tem seu tempo e seu momento certo de acontecer.

Tenho notado que meu Príncipe Encantado tem sofrido uma avalanche de trabalhos (freelas) e, diferentemente de uma pessoa elétrica como eu, trabalhar demais o deixa estressado (já no meu caso, desestressa!).

Eu gosto de trabalhar e gosto quando as pessoas que eu gosto também gostam de trabalhar, gostoso isso, né? rsrs

Então, para fazer meu amado apreciar um pouco mais seus momentos de labuta, eu me sinto no dever de incentivá-lo, seja com palavras de motivação, seja com simples gestos que fazem toda a diferença no cotidiano de um casal.

Lembro dos dias em que eu tinha que madrugar para fazer algum trabalho longe e, obviamente precisei que ele me levasse de carro até a estação de metrô. Ele praticamente NÃO DORMIA, com medo de eu perder a hora. Ele inclusive ía até a cozinha cerca de meia hora antes do meu despertador tocar e preparava um delicioso café da manhã com pães de queijo assados na hora! Eu já acordava com a bandeja no colo!

Passada essa fase do sufoco dele acordar super cedo por minha causa, agora ele dorme até mais tarde. Mas eu não. E quando não resolvo dar uma geral na cozinha, faço um cafezinho para ele também.

Mas não é só de manhazinha que a gente toma café. Agora mesmo ele chegou no quarto e deitou na cama cansadaço por ter que fazer um trabalho complicado no computador… Perguntei: “Café e chocolate pra animar?” Claro que ele aceitou. Então fui até a cozinha, fiz o café e peguei uns chocolates no armário. Simples.

Não fiz nada de mais. O café, a cafeteira faz. Os chocolates sempre estão no armário, é só abrir e pegar. Mas o simples gesto de preparar esse lanchinho foi o suficiente para dar uma animada no Bom Marido. Ele tem o costume de agradecer por qualquer gentileza que alguém faz. E só de ouví-lo docemente dizer: “Merci, mon amour!” já vale a pena!

Ele merece isso e muito mais, afinal está se esforçando para ganhar o dinheirinho suado dele, fazendo diversos trabalhos que, se ele pudesse trocaria tudo por incríveis produções cinematográficas (não querendo puxar o saco, mas ele manja muito de câmeras, edição, fotografia e tudo mais). Mas ele sabe que é preciso lutar, mesmo que as forças sejam mínimas, para conseguir chegar onde se quer.

E não só eu, mas a família, os amigos, os colegas que o estimam, nós todos temos o dever de incentivar esse cara maravilhoso que ele é.

Sorte minha ter um Bom Marido, não é mesmo?

😉

COMENTÁRIOS SÃO MUITO BEM-VINDOS!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s